BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Têje nomeado! Têje exonerado! – Pressão popular ainda funciona


O prefeito David Almeida (Avante) usou do bom senso e voltou atrás na nomeação para a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), ex-vereadores que já haviam  sido rejeitados nas urnas. De uma só tacada,  David, que só tem 22 dias no cargo, nomeou Elias Emanuel (PSDB), para Coordenador de Departamento de Grandes Eventos; Reizo Castelo Branco (PTB) , para  Diretor de Departamento de Infraestrutura e Qualificação Turística;  André Luiz (PL), que assumiria o cargo assessor técnico III e Carlos Portta (PSB) como diretor do Café Teatro.

A grita foi geral . A primeira entidade de classe a colocar a boca no trombone foi a Federação de Teatro do Amazonas que disparou uma Carta Aberta ao prefeito, questionando o critério de nomeação dos diretores. Com tantos profissionais qualificados, artistas e intelectuais ligados ao segmento, por que entregar a pasta a políticos?  O sindicato e as demais categoria que reagiram  estão cobertas de razão. Afinal, o que Emanuel, Portta, Reizo, e André Luiz têm a ver com cultura? Nada!

Pressão de artistas

A insatisfação de membros da classe artística e da Federação de Teatro do Amazonas (Fetam) a respeito das nomeações do quadro de funcionários comissionados da Manauscult, foi manifestada na carta ao prefeito.

Carta a David

Em sua carta, os artistas alegam ao prefeito que por meio de um amplo debate entre artistas, técnicos, colaboradores e órgãos de representação da cidade, julgaram “inapropriadas as nomeações de ex-vereadores que não se (re)elegeram em 2020 para cargos na referida secretaria”.

Elias sai pela tangente

Depois da reação dos artista, Elias Emanuel se apressou em gravar um vídeo agradecendo ao prefeito pela oportunidade e  adiantando que não quer ser “empecilho no canal de comunicação”. de ninguém”.

— Prefeito, obrigado pela a oportunidade. Mas deixo cargo à sua disposição e peço humildemente que o senhor dê essa oportunidade a outra pessoa –, devolveu o ex-vereador.

Ex-vereadores pediram exoneração após repercussão negativa 

Que venha a AstraZeneca

O Ministério da Saúde confirmou na tarde desta quinta-feira (21) que as 2 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca/Oxford devem chegar ao Brasil nesta sexta-feira (22).

Índia honra compromisso

A carga vinda da Índia, produzida pelo Instituto Serum, "será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos".

Após os trâmites alfandegários", seguirá em um avião da aérea Azul para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

Vacina transparente

É do  senador Eduardo Braga (MDB-AM),  projeto de lei apresentado no Senado que cria processos de rastreamento de vacinas e soros no Sistema Único de Saúde (SUS), além de uma carteira digital de vacinação. A proposta de Braga  também dá transparência à distribuição territorial das vacinas no Brasil.

Por Mário Adolfo 

Sem interferência

Um dos objetivos do PL 5.217/2020 é evitar a interferência na autonomia dos estados e no Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, que já é considerado bastante eficiente por Braga.

– Apesar disso, julgamos que se deve melhorar ainda mais as medidas de transparência e de acesso à informação no âmbito dos programas de vacinação –, acredita Dufu.

Auxílio ressuscitado

O auxílio emergencial pode ser ressuscitado ainda este ano. Isso porque os dois candidatos à Câmara dos Deputados com mais intenção de votos apoiam uma versão 2.0 do auxílio emergencial.

Amigos do poder

Na concorrência, Baleia Rossi (DEM-SP), o candidato de Maia, e Arthur Lira (Progressistas-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro sinalizaram que devem propor medidas sociais como o auxilio  emergencial.

IPTU, pague depois

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o prefeito de Manaus David Almeida, prorrogou a data de vencimento do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e da Taxa de Verificação de Funcionamento (TVF), o Alvará.

O prefeito considerou a paralisação da atividade econômica na capital amazonense, forçada pelo avanço da Covid-19.

Já vai tarde

O aplicativo TratCov, Ministério da Saúde, foi retirado do ar nesta quinta-feira (21), após várias críticas sofridas nesta semana, e um pedido formal do Conselho Federal de Medicina para que ele fosse excluído.

Até cloroquina

A plataforma do governo recomendava "tratamento precoce" a pacientes com sintomas de Covid-19, o que, no consenso científico, não é existe.

Dentre os medicamentos – que eram prescritos até a bebês – estão a hidroxicloroquina e a azitromicina.

Manaus de cobaia

O TrateCov foi apresentado pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, na última semana, no Amazonas. Objetivo era auxiliar profissionais de saúde no combate à Covid-19.

Covid em Cuba

O ex-presidente Lula foi diagnosticado com Covid-19 no dia 26 de dezembro em Cuba e precisou ficar 14 dias de quarentena no país.

Ex-presidente testou positivo para Covid-19

Cuba cura Lula

O escritor Fernando Morais, que foi com ele à ilha, chegou a ficar internado, mas já está curado. Eles desembarcaram na quarta (20) no Brasil.

No filme de Stone

Lula viajou a Cuba para participar de um documentário sobre a América Latina dirigido pelo cineasta norte-americano Oliver Stone.

ÚLTIMA HORA

O desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que foi filmado humilhando um guarda municipal na cidade de Santos, litoral do estado, foi condenado a pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais. A sentença foi assinada pelo juiz da 10ª Vara Cível de Santos José Alonso Beltrame Júnior. No documento, o magistrado determina ainda que o desembargador arque “com as custas, despesas processuais e honorários advocatícios ora arbitrados em 10% sobre valor da condenação”.

Em julho do ano passado, outros guardas filmaram o desembargador quando ele rasgou uma multa por não usar máscara enquanto caminhava pela praia. Na ocasião, ele chamou o guarda Cicero Hilario Roza Neto de analfabeto e mostrou um documento. “Leia bem com que o senhor está se metendo”, disse ao funcionário público.

ORGULHO

A ex-presidente Dilma Rousseff recusou convite de João Doria para ser vacinada publicamente com a Coronavac – furando a fila.

— Recebi o convite do governador de São Paulo para ser vacinada com a Coronavac no dia 25 de janeiro, em Porto Alegre. Agradeço, mas diante das circunstâncias tenho o dever de recusar a oferta, por razões éticas e de justiça. O Plano Nacional de Vacinação deve ser respeitado e, se é certo que a vacinação já começou, não há montante de vacinas disponível para que eu, agora, seja beneficiada. É inaceitável “furar a fila”, que deve ser estritamente respeitada por todos os brasileiros” –, disse a ex-presidente nesta quinta (21), em nota publicada em seu site oficial.

VERGONHA

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, repórter da Folha, em R$ 30 mil por danos morais. A decisão desta quarta-feira (20) é do juiz Luiz Gustavo Esteves, da 11ª Vara Cível de São Paulo. Ele ainda determinou o pagamento de custas processuais e honorários advocatícios no valor de 15% da condenação. Cabe recurso. Ao atacar a repórter, o deputado afirmou:

—  Essa Patrícia Campos Mello, que, vale lembrar, tentou seduzir o Hans River. Não venha me dizer que é só homem que assedia mulher não, mulher assedia homem, tá. Tentando fazer uma insinuação sexual para obter uma vantagem, de entrar na casa do Hans River, ter acesso ao laptop dele e tentar ali, achar alguma coisa contra o Jair Bolsonaro, que não achou –, completou Eduardo.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.