BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Sem ministro, Saúde fica à deriva no pior momento da pandemia


Governadores e secretários de Estados e municípios que procuraram o Ministério da Saúde nos últimos dias denunciam que a pasta está sem comando no pior momento da pandemia de Covid-19. O novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ainda não foi nomeado oficialmente para o cargo e o general Eduardo Pazuello, que está demissionário, ainda não deixou o posto.

“Temos dois ministros e, na verdade, não temos nenhum”, disse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. “O que entra não está autorizado a agir como ministro, porque não recebeu a sua nomeação. O outro, que sai, não está com disposição de determinar, orientar e comandar, porque já é um ex-ministro, ainda que ocupando o cargo”, completou o governador tucano.

Um dos fatores para o atraso na nomeação de Queiroga está no fato de que ele precisa se desligar da sociedade em empresas das quais possui participação societária.

Morão poderia...

O senador Jaques Wagner (PT-BA) articula a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição que permitiria ao vice-presidente, com apoio da maioria dos ministros, pedir o afastamento do presidente da República por ausência de condições físicas ou mentais. A decisão final caberia ao Congresso.

...impedir Bolsonaro

A ideia é inspirada na 25ª Emenda à Constituição dos Estados Unidos. Em sua quarta seção, a medida determina que sempre que o vice-presidente assumirá imediatamente os poderes e deveres do cargo de presidente interino, se ficar com provado o presidente não pode exercer os poderes e deveres de seu cargo.

Situação anômala

—  Estamos vivendo no Brasil uma situação absolutamente anômala, de exceção, porque o País, no meio de uma crise econômica, social e sanitária, é dirigido por um presidente nitidamente desequilibrado para tomar decisões sobre matérias tão delicadas —, afirmou Jaques Wagner.

Arthur detona Huck

O grande articulador da candidatura de proveta de Luciano Huck, apresentador de programas demagógicos da Globo que seria o candidato dos bilionários, é o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A revelação foi feita pelo ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, que pretende disputar as prévias do PSDB.


FHC também erra

Candidatíssimo às Prévias do PSDB para presidente, Arthur fez alguns questionamentos sobre a candidatura do marido de Angélica, que ainda nem engatinhou e já quer pular muro.

— Luciano Huck foi ideia do FHC, que tem o direito de errar. Será que ele está pronto? Será que sabe o caldeirão fervendo que teria que gerir? Será que Luciano Huck se vê presidente?" –, perguntou.

Arthur em foto de arquivo com FHC: o ex-presidente também erra

Jogar a toalha, não!

Para o ex-prefeito de Manaus, o PSDB não pode jogar a toalha antes de começar a luta.

— Vamos apoiar quem? Não somos um partidinho –, afirmou.

ZFM não tem paz

Parlamentares da bancada da amazonense no Congresso Nacional terão mais uma sessão de cabo de guerra com o ministro Paulo Guedes, da Economia.7

Eles começaram, nesta segunda-feira (22), as articulações para reverter medidas da nova política de importação adotada pelo Ministério da Economia e que fere de morte áreas vitais do Polo Industrial de Manaus (PIM), como o de eletroeletrônicos e de bens de informática.

Bens de informática

Á batalha não será fácil. As resoluções que o Diário Oficial da União publicou na última sexta-feira (19) reduziram em 10% o tributo para produtos eletroeletrônicos importados e zerou as alíquotas para bens de informática comprados no exterior.

Fere de morte

As reduções, que foram determinadas pelo Comitê Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) – órgãos vinculados ao Ministério da Economia – afetam a competitividade dos eletrônicos e bens de informática produzidos em Manaus, já que tornam mais vantajosa a importação destes produtos em detrimento à produção local.

Metade do faturamento

Os subsetores de eletroeletrônicos e de bens de informática, que são diretamente afetados pelas reduções nas alíquotas do Imposto de Importação foram responsáveis por mais da metade de todo o faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) em 2020.

Faturou R$ 31,4 bilhões

De acordo com os Indicadores de Desempenho do Polo Industrial de Manaus 2015 – 2020, divulgado pela Suframa,  o setor de bens de informática foi o que mais faturou no ano passado –R$ 31,4 bilhões. Já o faturamento em dólares do setor de informática se aproximou dos US$ 6 bilhões.

Esqueçam 2018

A perspectiva de criação de um “Ministério Extraordinário da Amazônia” para abrigar Eduardo Pazuello desmonta o discurso da campanha passada, de enxugar o número de pastas e cargos em comissão.

De quebra, ainda deixa em desconforto o vice-presidente Hamilton Mourão, que hoje cuida dessa seara junto com o Ministério do Meio Ambiente.

Roubo de celular

O que fazer quando o seu celular é roubado?

A Polícia Civil orienta quais procedimentos legais devem ser adotados. Em casos de roubos ou furtos de aparelhos, os proprietários devem, inicialmente, registrar Boletim de Ocorrência (BO) em uma unidade policial próxima, ou ainda, pelo site da PC-AM (www.delegaciainterativa.am.gov.br).

O que fazer?

Durante o registro da ocorrência, a vítima precisa inserir no BO o número do IMEI (International Mobile Equipment Identity), que possui 14 dígitos e vem na caixa e nota fiscal do produto.

—  A partir disso, será possível tomar uma série de providências para tentar rastrear o celular ou ainda recuperá-lo –,  garante o delegado Marcelo Martins, titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Rastreamento

Quando algum aparelho celular é apreendido em operações policiais, é averiguado se o número do IMEI do smartphone consta no sistema de registro de ocorrência.

Assim,  é de suma importância que as vítimas registrem o BO, pois a partir dele é possível recuperar o aparelho.

Zumbis da ditadura

Nos últimos dias, ativistas e personalidades estão sendo alvos de inquéritos com base na Lei de Segurança Nacional, um entulho autoritário do tempo da ditadura.

Criticar não é crime

Para Roberto Dias, professor de Direito Constitucional da FGV-SP, governantes estão sujeitos a críticas dentro do estado democrático. Entre eles, o influenciador Felipe Neto.

— Governo atual vem tendo práticas autoritárias e contra a liberdade de expressão –, complementa.

Corta na carne

A vigilância exercida pela grande mídia sobre todas as ações dos militares nunca foi tão intensa, mas para muitos a culpa é dos próprios generais que não resistiram e ingressaram de peito aberto no governo Bolsonaro. A crítica é feita por uma publicação dos próprios militares –, a revista “Sociedade Militar”, que corta na carne.

Canto da sereia

Comentários de próprios militares nas redes sociais apontam que ao invés de permanecer dedicados aos assuntos ligados a caserna, muitos oficiais de fato cederam ao chamado “canto da sereia” e em busca de poder, influência e altas remunerações.

É o caso do Pazuello

Alguns generais “assumiram cargos comissionados mesmo ainda estando na ativa, como é o caso do General Pazuello, general Rego Barros e  general Ramos”, aponta  a “Sociedade Militar”.

Mirem-se no exemplo

Está nos planos do governo do Distrito Federal (DF) começar, no segundo semestre, a vacinar a população com mais de 18 anos. Além disso, o governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, na segunda-feira (22/3), que considera comprar imunizantes diretamente, sem intervenção do Ministério da Saúde, para reforçar os estoques.

O governador Ibaneis espera concluir, até o fim de abril, o atendimento a todos os idosos e demais grupos prioritários.

Militares contra impeachment

Apesar das críticas vindas da sociedade e de próprios setores da caserna, fontes que têm conversado com os comandantes militares já avisaram aos atores da política que os movimentos pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro não terão sustentação nas Forças Armadas.

Intervenção também não

Da mesma forma, também é considerada fora de cogitação qualquer intervenção militar para garantir a liberdade geral de circulação de pessoas em meio ao colapso do sistema de saúde.

ÚLTIMA HORA

Gilmar chama Kássio Nunes de “juiz covarde”

Após votar contra a suspeição do ex-juiz Sergio Moro em julgamento na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, na tarde desta terça-feira (23), o ministro Kássio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro, ficou completamente desmoralizado e teve todos os seus argumentos desmontados por uma fala contundente de Gilmar Mendes, feita logo após sua manifestação, e em seguida de Ricardo Lewandowski. Uma das declarações mais fortes de Gilmar foi quando chamou o colega de “covarde” por não ter declarado que Moro foi parcial ao julgar os processos contra o ex-presidente Lula. Citando Rui Barbosa, declarou:

—  Atrás muitas vezes da técnica de não conhecimento de habeas corpus se esconde um covarde. E Rui falava: o bom ladrão salvou-se, mas não há salvação para o juiz covarde”.

ORGULHO

A modelo brasileira e ativista ambiental Gisele Bündchen lançou o projeto TiNis – Terra das Crianças, que busca ensinar como criar o seu próprio espaço verde para crianças e pais.  Desenvolvida em parceria com o Instituto Alana, a iniciativa pretende incentivar as crianças a terem um vínculo emocional com a natureza desde pequenas. Para isso, promove brincadeiras e aprendizado em espaços verdes. O projeto disponibilizará guias que indicam como é possível construir áreas verdes, também chamadas de TiNis, com apenas três vasos de plantas ou meio metro quadrado de canteiro. Além do plantio, as crianças aprendem mais sobre as diferentes espécies, germinação, o ciclo das plantas e o cuidado.

Gisele Bündchen: criação de espaço verde para crianças e pais

VERGONHA

O ator Reginaldo Faria, de 83 anos, perdeu seu papel na novela Um Lugar Ao Sol, da TV Globo, após se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19 quando o imunizante ficou disponível para sua faixa etária. A decisão da emissora ocorreu para evitar riscos de contaminação. Segundo informações do Metrópoles, a Globo tem substituído os atores com mais de 69 anos por conta da pandemia. Reginaldo, no entanto, teria a opção de continuar trabalhando se tivesse se vacinado. Para o lugar de Reginaldo, a emissora escalou José de Abreu, que estava vivendo na Nova Zelândia. Aos 74 anos e vivendo há um ano e meio fora do Brasil, o ator só começa a gravar quando estiver vacinado. A vacinação dessa faixa etária se iniciou nesta terça-feira (23) no Rio de Janeiro.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.