BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - SALÁRIOS ACIMA DE TODOS – Generais têm salários de mais de R$ 100 mil


Os generais Luiz Eduardo Ramos, Hamilton Mourão, Braga Netto e Heleno recebem salário de mais de R$ 100 mil. É isso mesmo, os generais da reserva do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que ocupam cargos no primeiro escalão do Planalto, chegam a receber, por mês, um salário líquido de mais de R$ 100 mil.

As informações são do colunista Guilherme Amado. Os generais ganham até mais do que o chefe. Afinal, o presidente recebe cerca de R$ 32 mil. O maior vencimento dos generais é o do ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, que recebeu, em junho, R$ 111 mil.  Em seguida, estão o vice-presidente Hamilton Mourão, que ganhou R$ 108 mil, e Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional, que recebeu R$ 107 mil.

O ministro da Casa Civil, Braga Netto, recebeu, em junho, uma quantia de R$ 106 mil.

Montados na grana

Agora confira os gordos salários dos generais e entendam os fortes motivos para eles defenderem, com unhas e dentes, o governo do ex-capitão.

·        Luiz Eduardo Ramos, ministro da Casa Civil: R$ 111,2 mil

·        Hamilton Mourão, vice-presidente da República: R$ 108,7 mil

·        Augusto Heleno, ministro do GSI: R$ 107,2 mil

·        Braga Netto, ministro da Defesa: R$ 100,6 mil

Bolsonaro paga bem

De acordo com o colunista, os valores foram altos porque esses generais receberam extra parcela do 13º salário e pagamentos retroativos desde abril, quando o governo liberou remuneração acima do teto salarial, hoje de R$ 39,2 mil.

Teremos eleição, sim!

O ex-senador e ministro de FHC, Arthur Virgílio (PSDB),  disse em alto e bom som que a democracia brasileira é cada vez mais forte e vai ficar ainda mais, “independentemente dos estilos de quaisquer presidentes”.

— Por isso, quero dizer de uma forma bem simples e singela. Vamos ter eleições, sim! No dia marcado, e depois de apurados os votos, os vencedores serão empossados, sim!

Honraram a farda

Virgílio adverte que não estamos mais nos tempos dos golpes, não estamos mais nos tempos em que chefes militares dizem o que iria acontecer com o Brasil.

—  Estamos nos belos tempos de chefes militares, como o ex-ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; o ex-chefe do Exército Brasileiro, Edson Pujol; o ex-comandante da Marinha, Ilques Barbosa Júnior; e o ex-comandante da Aeronáutica, Antonio Carlos Bermudez, que negaram ao presidente o estado de emergência e, de imediato, entregaram seus cargos.

Gesto de hoje

De acordo com Arthur, esse é o gesto de hoje. O ontem ficou para trás.

— Faz parte da história, mas não faz parte do nosso futuro.

Veto ao fundão

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), desafiou Jair Bolsonaro a vetar o Fundo Eleitoral, de R$ 5,7 bilhões, cumprindo a promessa que fez na semana passada após a aprovação por parte do Congresso Nacional, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Bolsonaro acusou o parlamentar de ser o responsável pela aprovação do fundo para 2022, previsto dentro da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Protegendo a cria

Marcelo Ramos, que presidiu a sessão de votação da LDO, disse que os ataques eram uma tentativa de desviar do fato de seus filhos – o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro –, terem votado a favor da medida, além da base bolsonarista.

Presidente blefou

Para Ramos, Bolsonaro blefou ao dizer que vetaria a decisão tomada pelo Congresso. Ele anda desconfia que Bolsonaro tenha participado de uma “grande armação” para dobrar o valor do fundo e colocar a culpa em outra pessoa.

Parceria com a Unicef

O governador Wilson Lima assinou, nesta segunda-feira (26/07), um protocolo de intenções com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil. O selo visa  fortalecer as políticas públicas voltadas a meninas e meninos, e que incentiva a adesão dos municípios à nova edição do Selo Unicef 2021-2024.

Barbárie

Um policial militar do Mato Grosso morreu, na noite desta segunda-feira, após ser espancado num bar em Várzea Grande, na Região Metropolitana de Cuiabá. O soldado Roberto Rodrigues de Souza tinha 31 anos. A agressão foi filmada pela câmera do comércio.

Flerte neonazista

O presidente Jair Bolsonaro escancarou geral que é simpático às ideia neonazistas. Ele se encontrou com Beatrix von Storch, deputada do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), investigada pelo serviço de Inteligência alemão por propagar ideias neonazistas, xenofóbicas e extremistas.

Bolsonaro com a deputada Beatrix von Storch, investigada pelo serviço de Inteligência alemão por propagar ideias neonazistas

Ministro de Hitler

A deputada é neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, que foi ministro das Finanças por mais de 12 anos durante o governo de Adolf Hitler. Era a pasta dele a responsável pelo confiscos dos bens dos judeus enviados para os campos de concentração durante a ditadura do Partido Nazista.

Relações perigosas

A parlamentar publicou uma foto do encontro nas redes sociais nesta segunda-feira (26/7), ao lado também do marido, Sven von Storch. A foto foi tirada na semana passada, durante sua passagem pelo país. Até o momento, o chefe do Executivo não publicou a imagem em suas redes sociais.

“Tamos juntos”

Na legenda, escreveu que "em um momento em que a esquerda está promovendo sua ideologia por meio de suas redes e organizações internacionais em nível global, nós, conservadores, devemos nos unir".

Ouro maldito

O jornal El País publicou esta semana que o incentivo ao garimpo ilegal promovido pelo Governo brasileiro nos últimos dois anos provocou uma enxurrada de mercúrio nas águas amazônicas.

Águas contaminadas

Um volume estimado em 100 toneladas do metal neurotóxico foi utilizado em 2019 e 2020 para extrair ouro ilegalmente da região, de acordo com estimativas feitas com base em um levantamento oficial.

Amazônia saqueada

Em levantamento produzido em conjunto com a Universidade Federal de Minas Gerais, o Ministério Público Federal (MPF) detectou uma quantidade de 49 toneladas de ouro  extraído ilegalmente, mas documentado para parecer legalizado.

Esse ouro foi exportado pelo Brasil para países como Canadá, Reino Unido e Suíça.

Joice acusada....

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), que relata ter sofrido um atentado, afirmou, nesta segunda-feira (26), que prestará um boletim de ocorrência e acionará o Conselho de Ética contra o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN).

...de usar drogas!

—  Acabo de registrar boletim de ocorrência contra o senador Styvenson que me acusou de ter usado drogas, enquanto a polícia e o MPF investigam a possibilidade de atentado político contra mim – disse a parlamentar.

ÚLTIMA HORA

“Logo, não precisaremos mais usar máscara”, ao menos é o que garante o ministro Queiroga

O ministro Queiroga vai fazer o que Bolsonaro mandou: acaba com a exigência da máscara

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira (26) que "logo, logo" não será mais necessário os brasileiros usarem máscaras de proteção à Covid-19.

— Está a caminhando. A medida que o número de óbitos diminui e a gente avança na campanha de vacinação, logo, logo não precisaremos mais de máscara”, disse o ministro durante conversa com a imprensa no Palácio do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já deu declarações contra o uso do equipamento e encomendou um estudo para avaliar a viabilidade de desobrigar o uso de máscaras por quem está vacinado ou já foi infectado pela Covid-19.

Em junho, após Bolsonaro defender o fim da obrigatoriedade das máscaras, Queiroga disse que “não havia pressa” para isso e que a medida deveria ser pautada na ciência. O uso das máscaras segue sendo indicado por especialistas, mesmo entre pessoas vacinadas ou que já contraíram o vírus.

ORGULHO

Rayssa Leal, a "fadinha" ganha prata na Olimpiada de Tóquio e apaixona o Brasil

Brincando e se divertindo, Rayssa Leal fez história nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Na estreia do skate na competição mais importante do esporte mundial, a brasileira de apenas 13 anos conquistou a medalha de prata e se tornou a mais jovem atleta do Brasil, entre homens e mulheres, a subir ao pódio na história olímpica.

— Não caiu a ficha ainda. Poder representar o Brasil e ser uma das mais novas a ganhar uma medalha. Eu estou muito feliz, esse dia vai ser marcado na história. Eu tento ao máximo me divertir porque eu tenho certeza de se divertindo as coisas fluem, deixa acontecer naturalmente, se divertindo –, afirmou a “fadinha”, que cativou o público brincando, dançando, aplaudindo as manobras das adversárias e se divertindo enquanto competia contra as melhores do mundo na final em Tóquio.

VERGONHA

Um vídeo postado no Instagram do cantor Wesley Safadão, neste fim de semana, chamou atenção dos usuários das redes sociais nesta segunda-feira (26). Internautas apontam suposto assédio do conferencionista e pregador religioso André Vitor. Nas imagens é possível ver uma criança rejeitando um abraço do religioso. Após ser afastado pela menina, André puxa a blusa para baixo, em direção ao short. No início da tarde desta segunda-feira, 26, o cantor Wesley Safadão e a influenciadora digital Thyane Dantas defenderam André Vitor em postagens no Instagram e negaram que houve assédio. O pregador é amigo do casal e convive na casa deles há mais de sete anos. Ele é pres nte em festas e viagens da família do cantor cearense. Usuários de redes sociais apontam a situação, que envolve uma menina que estava de biquíni, como assédio.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.