Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Dito & Feito – Pode tirar o cavalinho da chuva

Em entrevista ao programa “Na lata”, de Antonia Fontenelle, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi categórico ao afirmar que ainda não tem nenhum candidato a prefeito. E foi além, disse que quem usa seu nome está mentindo.

— Quem se lançou candidato a prefeito e diz que está com meu apoio está mentindo. Pode alijar do mapa esse candidato porque já começou errado –, disse.

Tá mentindo,  Romero?

A afirmação do presidente “quebra as pernas” do empresário Romero Reis, que é filiado ao PSL e tem se colocado nos bastidores como o candidato do presidente.

Romero é amigo do superintendente da Suframa, o coronel Alfredo Menezes que por sua vez é afilhado de casamento de Bolsonaro.

Agitação

Essa enquadrado do presidente reascendeu uma disputa interna no PSL.

Fontes da CONTEXTO dão conta de que Romero não é unanimidade no partido.

Sonho meu

Enquanto isso o presidente estadual e deputado federal Pablo Oliva ainda sonha com a possibilidade de ser o escolhido da sigla.

Previsão sinistra

O físico da USP Paulo Artaxo, um dos cientistas mais respeitados do Brasil, fez parte do estudo, fez um alerta  sobre o modelo atual de exploração excessiva dos solos.

Fome em 2050

Em entrevista á RFI Brasil, o cientista, a humanidade não vai conseguir produzir alimentos suficientes para a população de 10 bilhões de pessoas que habitarão o mundo em 2050.

Mãe terra

“Temos que cuidar melhor do que temos de mais precioso, a nossa terra, de onde a gente tira praticamente todos os nossos alimentos”, advertiu Artacho.

Braga antecipa voto

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) adiantou que o partido irá votar favorável ao relatório da reforma da Previdência apresentado pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

— Vale o mesmo em relação à proposta do texto inicial da chamada PEC Paralela, por onde se tenta reincluir os Estados e municípios – disse Eduardo.

Elogios a Jereissati

Braga elogiou a alteração apresentada nesta quarta por Jereissati em relação à pensão por morte.

O senador tucano vinculou todas as pensões por morte ao valor do salário mínimo (hoje em R$ 998).

Trânsito no Fecani

As fiscalizações de trânsito serão intensificadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) no feriadão.

Principalmente na  AM-010, por conta da abertura do 34º Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), que acontece de 4 a 7 de setembro .

Olho na etstrada

Os agentes do Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (Neot) estarão presentes em pontos estratégicos da rodovia estadual AM-010 para inibir e coibir a prática de infrações e crimes de trânsito.

Lei seca

 As ações de fiscalizações também serão intensificadas, principalmente as blitze da Lei Seca em todas as zonas de Manaus e nos municípios da Região Metropolitana.

Cerca de 30 agentes do Neot irão trabalhar durante o feriado para garantir a segurança no trânsito. 

Serraria multada

Na onda de combater às queimadas e desmatamento ilegal no sul do Amazonas, uma serraria foi embargada e multada em R$ 2,6 milhões.

Carvão ilegal

Localizada em Humaitá (a 590 km de Manaus), a empresa Real Madeireira descumpriu regras para operação.

Isto é, estava produzindo carvão sem licença. O responsável pela serraria foi encaminhado à Delegacia de Humaitá.

Ataque a Bachelet

Em sua página do Facebook, o presidente atacou a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, a ex-presidente chilena Michelle Bachelet, nesta quarta-feira, 4.

Democracia “encolheu”

Michelle, durante entrevista coletiva na sede das Nações Unidas em Genebra, havia criticado políticas do governo Bolsonaro e disse que há um “encolhimento do espaço democrático no Brasil”.

Elogio a Pinochet

Bolsonaro respondeu no seu estilo.

Disse que se não fosse o pessoal do Pinochet derrotar a esquerda em 73, e seu pai, “hoje o Chile seria uma Cuba”.

— Ela está defendendo vagabundos! –. vociferou o presidente.

Não tem o que fazer

O mandatário brasileiro disse que tem gente que não tem o que fazer, como a Michelle Bachelet, vai lá para cadeira de direitos humanos da ONU.

— Passar bem senhora Bachelet. 

EM ALTA

Batman” escoltou uma menina de 3 anos, vítima de bullying, que estava apanhando dos coleguinhas e um dia voltou pra casa com hematomas no rosto. Jack Asbury, que usa a roupa do super-herói, entrou em contato com Lydia e sua mãe, Erica Calculli, depois de ler um post de desabafo no Facebook, sobre a menina estar sendo intimidada na creche. Ele foi até lá para mostrar aos agressores que Lydia tem um amigo forte:

EM BAIXA

Para a líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) que sobrevoou parte do Amazonas nessa sexta-feira (30) para avaliar a dimensão das queimadas que atingem a região e saiu dizendo que as denúncias de incêndios na floresta “é histeria”. Seria cômico, se não fosse trágico. A dona Hasselmann sobrevoa a região do Tefé, onde não há redistros de focos de incêndios e sai falando bobagens. 

Deixe uma resposta