Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - O palpite infeliz de Guedes – “Quem desmata é pobre!”


A frase de Paulo Guedes, nesta terça-feira, em Davos, causou estragos. Para o ministro da Economia, o maior inimigo do meio ambiente é a pobreza. “Pessoas destroem o meio ambiente porque precisam comer”, disse ele.  O palpite infeliz foi dado em sua participação do painel “Moldando o Futuro da Manufatura Avançada, durante a  50ª edição do Fórum Econômico Mundial (WEF), que vai até sexta-feira.

O primeiro a saltar nas tamancas foi o senador Omar Aziz (PSD), coordenador da bancada do Amazonas em Brasília.

— Pobre não desmata a floresta. Quando desmata é porque tem fome. Agora, se o  Paulo Guedes não respeitar a competitividade da Zona Franca de Manaus, aí sim, vai restar criando um exército de desmatadores, porque pobre só desmata quando se vê diante da necessidade de desmatar para sobreviver! —, reagiu o senador.

Anjos estrangeiros

Paulo Guedes também anunciou que acabará com qualquer medida que garanta a preferência nas contratações feitas pelo poder público no Brasil.

Para isso, o ministro usou o mesmo argumento da Lava Jato.

— Vai acabar com a corrupção! –, disse o ministro, como se empresas estrangeiras fossem dirigidas por anjos.

Pá de cal

Isso também fez Dilma Rousseff, que andava caladinha, saltar nas tamancas.

A ex-presidente disse que o governo Bolsonaro está jogando a pá de cal no desmonte das empresas nacionais promovido pela Lava Jato.

— Bolsonaro desfecha novo golpe contra empresas nacionais. Política de destruição do setor se aprofunda com abertura do mercado a empresas estrangeiras, anunciada pelo ministro da Economia, na Suíça –, afirmou.

No carnaval, “Não é não”

Desde 2017 o coletivo Não, é Não vem realizando ações em nível nacional, com a participação de vários estados brasileiros.

A campanha é formada por mulheres e uma de suas principais ações é a distribuição de tatuagens temporárias no carnaval.

O objetivo de realizar um processo de conscientização acerca do assédio sofrido por mulheres nessas festividades.

E em Manaus?

A boa notícia é que, neste ano, 15 estados brasileiros vão repetir ‘Não é não‘ com o objetivo de alertar e evitar casos de assédio durante o Carnaval. A má notícia e que as mulheres do Amazonas – e por que não os homens –, não aderiram à campanha do coletivo.

Feito tatuagem

Além de distribuir tatuagens temporárias com os mesmos dizeres (Não é Não), a campanha realiza palestras e rodas de conversa para conscientização sobre o assédio na folia.

Grade meta

Tem muito problema a ser debatido no Estado, mas muitos políticos não se dão conta disso.

Por exemplo, ontem a gasolina estava beirando os R$ 5,00. Mas o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Josué Neto, preferiu comemorar que  no Twitter que o Eduardo Bolsonaro o está seguindo.

Em caso de Eduardo Bolsonaro é preciso ter cuidado. Quase sempre ele começa seguindo, depois vira perseguição.

Otimistas...

Os brasileiros estão otimistas quanto à situação do pais, mas nem tanto.

Para eles, a melhora da saúde pública e o combate ao desemprego devem ser prioridades dos governos para a retomada do crescimento econômico.

...pero no mucho!

É o que aponta a pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

É pra ontem

De acordo com o levantamento, o ranking de temas que merecem a atenção em 2020 segue a seguinte ordem:

Saúde pública (39%), combate ao desemprego (39%), investimentos em educação (38%), combate à corrupção (25%), combate à violência (20%), controle da inflação (18%) e diminuição de impostos (18%).

Fim do abuso

Atenção consumidores, agora vai ser assim.

Supermercado que realizar conferência de produtos adquiridos pelo consumidor após pagamento no caixa será multado. É o que determina a Lei Estadual nº 5.103, de autoria do deputado estadual João Luiz (Republicanos).

Constrangedor

Realmente, esse tipo de prática adotada em alguns estabelecimentos comerciais de Manaus é ridículo e constrangedor.

Em caso de descumprimento, será aplicada multa no valor de cinco salários mínimos vigentes no país.

Ação solidária

Muito boa a ação da  Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) de  oferecer atendimento especializado para Pessoas com Deficiência (PcD).

Entre estes serviços, a emissão de segunda via de carteira de identidade, de passes intermunicipal e interestadual, cadastro para Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) e para o Sistema Sejusc.

Cadeira de rodas

O Núcleo PcD dispõe ainda de intérpretes de Libras para viabilizar o atendimento a pessoas com deficiência auditiva, com possibilidade de solicitação de tradução para audiências públicas.

A prescrição de cadeiras de rodas, atendimento psicossocial e orientação jurídica também fazem parte do quadro de serviços.

Volta às aulas

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia do Amazonas resolveu dar pitaco ( e com toda razão) nas listas de materiais escolar que, convenhamos, é uma exploração.

Seu bolso

Além elaborar uma lista de itens que podem e que não podem ser cobrados nas listas , a Comissão também fornece informações sobre as chamadas compras casadas,  marcas específicas, entre outros pontos.

Isso não pode

A Lei determina, por exemplo,  que a escola não pode cobrar do aluno materiais de uso coletivo.

Isso porque os custos desses materiais devem bancado pela escola, sendo inserido no valor da mensalidade.

Memórias de sangue

A Comissão de Mortos e Desaparecidos vai acabar em 2020.

O aviso foi dado pelo advogado Marco Vinícius Pereira de Carvalho, nomeado por Jair Bolsonaro como presidente da Comissão CEMDP em julho do ano passado, já avisou que a

Trocando em miúdos, os trabalhos de reconhecimento e localização de corpos das vítimas da ditadura militar, conduzidos pela comissão, devem ser encerrados até o final do primeiro semestre deste ano.

Mesma tecla

Marco Vinícius diz que “a gente tem que tratar esse tema como uma questão de reconciliação do país com os seus próprios cidadãos e com a própria história”.

—E não dá para ficar eternamente batendo nessa mesma tecla.

Perguntar não ofende

E se o novo presidente da Comissão de Mortos tivesse um filho ou um pais desaparecido durante o regime, pensaria assim?

Familiares reagem

Familiares de vítimas do regime militar dizem que a decisão de Carvalho demonstra um desconhecimento das leis e da justiça de transição no Brasil.

A Comissão Nacional da Verdade emitiu em 2014 duas recomendações.

A necessidade de manutenção da busca por corpos e também a alteração de registro da causa de óbito de vítimas do regime militar para reconhecer a responsabilidade do Estado.

EM ALTA

Um fenômeno! “Minha Mãe É Uma Peça 3” bateu a maior arrecadação da história do cinema brasileiro. O filme, com Paulo Gustavo e Mariana Xavier, desbancou franquias como Star Wars: A Ascensão Skywalker e Frozen 2 nas bilheterias nacionais. Com os R$ 13,7 milhões registrados no último final de semana, a comédia de Susana Garcia bateu a marca histórica de R$ 137,9 milhões.

EM BAIXA

O edital de R$ 20 milhões proposto por Roberto Alvim antes de ele ser demitido do comando da Secretaria Especial da Cultura está por ora suspenso por ordem do governo. Alvim foi demitido por ter copiado frases de Goebbels, ministro de Hitler na Alemanha nazista. A Procuradoria Fedral dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal, encaminhou nesta terça à Procuradoria-Geral da República recomendação para anulação de todos os atos de Alvim.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.