Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - O desafio de Wilson Lima em 2020


O governador Wilson Lima garante que, apesar da turbulência que enfrentou em 2019 no  setor de saúde,  o Estado investiu R$ 148,2 milhões na Central de Medicamentos, com destaque para os medicamentos de alto custo, cujo abastecimento subiu de 50% para 93%.

Ele também disse que o Estado está promovendo uma reestruturação em toda a rede de saúde do Amazonas. E o processo não se resume apenas ao reforço dos estoques de medicamentos, mas também   às melhorias estruturais, valorização dos servidores e à retomada de cirurgias a partir do dia 13 de janeiro.

Á crise na saúde, sem sobra de dúvidas, será mesmo o grande desafio do governador em 2020.

Previsão orçamentária

Wilson Lima acredita que o estado está sendo preparado para esse  grande desafio.

—  Os investimentos para 2020 superaram o orçamento inicial previsto para 2019 e estão acima de R$ 2,6 bilhões, incluindo pagamento de servidores, fornecedores e prestadores de serviço – disse o governador.

Medicamentos

No balanço que faz de 2019, Wilson Lima lembra que quando  assumiu o Governo do Estado, encontrou somente 12% de abastecimento na Central de Medicamentos.

— Hoje ela está entre 55% e 60% de abastecimento de medicamentos. No interior, todas as farmácias das unidades de saúde têm um abastecimento entre 70% e 80%”, enfatizou.

Viva Manaus

Cerca de 26% das prefeituras piauienses não conseguiram parar o 13º salário dos servidores municipais.

O atraso aconteceu em 58 cidades do Piauí e o prazo legal, tanto para empresas como para o poder público, se encerrou na sexta-feira (20).

Viva Manaus, que já pagou as duas parcelas antes do prazo estabelecido por Lei.

Está difícil

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informou que os municípios estão com dificuldades desde o início do ano e que estas, dependem de receitas extras para efetuar o pagamento, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Sufoco

Algumas prefeituras adotaram medidas para evitar os atrasos na folha de pagamento do pessoal.

A redução do quadro de pessoal e o corte de gastos de custeio foram opções escolhidas.

Equilíbrio fiscal

Manaus, ainda bem, não precisou adotar nenhuma dessa medidas drásticas.

 No dia 13 de dezembro, o prefeito Arthur Virgílio anunciou a antecipação da segunda parcela do 13º salário, a o pagamento da folha de dezembro, que foi feito no período de 19 a 23 do mesmo mês.

Com isso, Manaus injetou um total de R$ 162 milhões na economia local.

 Na sombra

A Câmara dos Deputados vai desembolsar R$ 108,8 mil em persianas verticais e horizontais de alumínio para instalar nos gabinetes de parlamentares e em outras salas do prédio em Brasília.

Café com política

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) do Amazonas vai realizar um café da manhã com os profissionais da imprensa no próximo sábado (28).

Rir de quê?

Durante o café, o partido garante que vai dividir experiências e de rir bastante com grandes humoristas do Estado.

Com um ano tão traumático, só não se sabe ainda de que vamos rir.  

Detran solidário

Nem só de trânsito vive o Detran/AM.

Em parceria com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), o departamento deu um tempo para a solidariedade e distribuiu mais de 400 fraldas descartáveis ao abrigo Jovens com uma Missão – Monte Salém.

Credibilidade


O diretor-presidente do Detran, Rodrigo de Sá, destaca que que ação é importante para resgatar a credibilidade da instituição e que a atual gestão tem trabalhado com esse propósito desde o início do ano.

—  Queremos que o Detran esteja mais perto das pessoas e isso não  uma falácia – resume Sá.

Vida de gado

 O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que a criação de gado em terra indígena pode ajudar a derrubar o preço da carne.

— Temos de criar mais boi aqui para diminuir o preço da carne. Eles podem criar boi –, afirmou o presidente, dirigindo-se a indígenas que o acompanhavam em frente ao Palácio da Alvorada.

Incoerência

O grave dessa proposta bolsonarista  é que, na Amazônia Brasileira, a principal atividade responsável pelo desmatamento é a pecuária.

Aliás, o desmatamento na Amazônia brasileira tem como principais causas diretas a pecuária, a agricultura de larga escala e a agricultura de corte e queima.

Desastre

Dessas causas, a expansão da pecuária bovina é a mais predadora. A remoção temporária ou parcial da floresta para a sua conversão em áreas de pastos e agrícolas associadas com a extração seletiva de madeira representa um grande desastre ambiental.

EM ALTA

A notícia vem de longe, mas serve para ilustrar esses temos de solidariedade humana. Um rapaz trocou o assento dele na 1ª classe de um voo para realizar o sonho de uma idosa de 88 anos, que viajaria na classe econômica. Jack e Violet se conheceram na semana passada na fila de embarque da companhia aérea britânica Virgin Atlantic, rumo a Nova York, nos EUA. Papo vai, papo vem e a senhora revelou que queria saber “como era viajar naquela parte do avião”. Movido pela ternura da idosa, que iria visitar a filha, o jovem propôs a mudança sem alarde e foi para a poltrona mais simples. A comissária que acompanhou os dois ficou tocada com a gentileza de Jack e postou a história no perfil dela no Facebook.

EM BAIXA

Já os parlamentares que menos trataram da questão ambiental  em seus perfis online foram o líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), Reguffe (Podemos-DF), a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Simone Tebet (MDB-MS), o recém-empossado Luiz Pastore (MDB-ES) e José Maranhão (MDB-PB). Apesar disso, em um ano com crises ambientais que repercutiram no exterior, o tema meio ambiente ganhou espaço nas mídias sociais de deputados e senadores. Com quase 13 mil menções em pouco menos de 12 meses, de acordo com um levantamento elaborado pelo Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS),

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.