BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Micareta de tanques virou chacota nas redes sociais, mostra pesquisa; só 2% elogiaram



O desfile militar foi criticado e virou chacota em 93% das publicações feitas nas redes sociais, é o que aponta um levantamento realizado pela Quaest Pesquisa.

De acordo com o G1, a pesquisa analisou 2,3 milhões de posts e mostra que apenas 5% dos compartilhamentos elogiaram as Forças Armadas e Bolsonaro e somente 2% apoiam o presidente. A ferramenta captou publicações com as palavras desfile, tanques, militar, Bolsonaro e voto impresso.

Omar critica

Remanescente do movimento estudantil, onde combateu a ditadura nos anos de chumbo, o presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM) não poderia deixar passar em branco  a presença hostil de tanques de guerra na Esplanada dos Ministério.

O senador abriu a reunião desta terça-feira (10) da comissão lendo uma nota oficial em protesto contra o desfile de blindados da Marinha no mesmo dia que a Câmara vai votar proposta do voto impresso. Conforme o documento, o presidente Jair Bolsonaro imagina demonstrar força, mas evidencia fraqueza de alguém que está acuado por investigações de corrupção e pela incompetência administrativa que provoca mortes, fome e desemprego em meio a uma pandemia sem controle.

— Todo homem público, além de cumprir suas missões constitucionais, deveria ter medo do ridículo, mas Bolsonaro não liga para nenhum desses limites, como fica claro na cena patética de hoje, que mostra apenas uma ameaça de um fraco, que sabe que perdeu –, cutucou Aziz.

“Absurdo inaceitável”

Ainda conforme a nota, o chefe do Executivo criou uma encenação, uma coreografia, para mostrar que tem o controle das Forças Armadas e que pode fazer o que quer no país, o  que é "um absurdo inaceitável".

Bons ventos

Omar lembrou que o Brasil vive o maior período democrático de sua história. Desde 1985, o país vem  convivendo com eleições livres, independência dos Poderes e instituições fortes.

Golpistas

O presidente da CPI disse que  defender golpe não é aceitável, e defender o fim da democracia exige punição com o rigor da lei.

— Não haverá voto impresso, não haverá qualquer tipo de golpe contra a nossa democracia porque as instituições, com o nosso Congresso à frente, não deixarão que isso aconteça –, afirmou.

A 3ª democracia do mundo

O senador Eduardo Braga (AM) também deu sua cutucada no ato patético desta terça-feira. Falando em nome do MDB,  ele destacou que o Brasil é a terceira maior democracia do mundo, atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos.

E  lembrou que o desfile de blindados ocorreu no mesmo dia também que o Senado vai votar revogação da Lei de Segurança Nacional.

Senhor Diretas

Dudu disse que “fica” com a democracia e com a Constituição que diz que todo poder emana do povo e em nome do povo será exercido.

—  O MDB não poderia deixar de lembrar Ulisses Guimarães e dizer que a Constituição é farol que há de guiar a democracia brasileira - acrescentou.

Taques em Brasília

Filhotes da ditadura

Ao avaliar a  demonstração de força, o desfile de tanques e poderes navais no Planalto no dia em que acontece a discussão sobre o voto impresso, o ex-senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) questionou:

—Não é possível que a esta altura alguém ainda sonhe com ditadura no Brasil.

Absoluto atraso

Do ex-senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) sobre o quiproquó do voto impresso.

—  O tal voto impresso é, para mim, um absoluto atraso. Significa negar o valor da coisa mais contemporânea que existe no mundo das eleições, que é o voto eletrônico.

Atrasadão

Já o  vereador Professor Samuel (PL) não quer saber de eleição virtual e é um defensor ferrenho do voto de papel. Para o equivocado parlamentar, não há nada mais livre, amplo e representativo do que o voto impresso.

Urna “emprenhada”

Samuel não deve ter conhecimento de um passado muito distante quando as urnas de lona eram “emprenhadas”. Ou então se perdiam em “naufrágio” de barcos e eram levadas pelo boto.

Pesquise, professor!

Aliás, Samuel não precisaria ter vivido esse período crítico da vida  eleitoral do Amazonas, mas, como professor deveria conhecer parte da história política do nosso estado.

Sonho meu

“Um sonho que começa a se tornar realidade”. A frase é do governador Wilson Lima, ao anunciar início das obras de reforma e modernização da rodovia AM-010 iniciam nesta quinta-feira (12/08).

Wilson garantiu que a Seinfra vai atuar em cinco frentes de trabalho simultâneas para entregar, no próximo ano, a rodovia modernizada.

Obra definitiva

O governador comentou que o grande diferencial de uma rodovia não é o asfalto é aquilo que está embaixo, a base e sub-base, além do serviço de drenagem.

— As máquinas vão começar a arrancar esse asfalto e fazer a base e sub-base. Vamos colocar meio metro de base e sub-base, depois vamos passar o asfalto – anunciou Lima.

Rodovia estadual não recebia serviços para promover melhorias e ampliação há 40 anos

Um dia contra a corrupção

O deputado estadual Wilker Barreto (sem partido)  afirmou nesta terça-feira, 10, que ingressará com um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) para instituir a data como o Dia Estadual de Combate à Corrupção.

Depende do STJ

Mas isso só acontecerá se o Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcar para o dia 20 de setembro o julgamento de ação penal contra o governador do Amazonas, Wilson Lima.

— Ficaremos torcendo para que a justiça seja feita no Amazonas e aí vou transformar isso num Projeto de lei como o Dia Estadual de Combate à Corrupção -, prometeu o parlamentar.

ÚLTIMA HORA

Autoritarismo nunca mais – Senado revoga a Lei de Segurança Nacional

O Senado aprovou nesta terça-feira (10) o texto-base do projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional, editada em 1983, durante a ditadura militar. A votação foi simbólica.

Para evitar que o texto voltasse à Câmara, o relator Rogério Carvalho (PT-SE) não fez mudanças na versão aprovada pelos deputados há quase dois meses e rejeitou todas as emendas.

— Contra o espectro autoritário, temos a oportunidade de sanear o ordenamento jurídico e cumpriremos o nosso papel. Podemos dar o nosso voto para abolir a Lei de Segurança Nacional e, com esse gesto, mostrar que nenhum governo terá a autorização para agir com excesso –, enfatizou o relator.

O texto tipifica 10 novos crimes: espionagem; sabotagem; golpe de Estado; abolição violenta do Estado Democrático de Direito; interrupção do processo eleitoral; violência política; comunicação enganosa em massa; atentado à soberania, ao direito de manifestação e à soberania.

ORGULHO

Solidariedade e humildade: A campeã de boxe, Kellie Anne, faz faxina em hospital

O exemplo vai da Irlanda. A campeã no boxe nos jogos de Tóquio, a irlandesa Kellie Anne Harrington, virou notícia no mundo todo, mas não foi apenas pela medalha de ouro que ganhou. Kellie trabalha meio-período como faxineira Hospital St. Vincent, em Dublin, para ajudar pessoas carentes. A atleta contou emocionada que faz tudo com muito amor e carinho.

— Sou uma campeã olímpica, mas isso não me define como pessoa. Em casa, eu posso dizer que é algo um pouco para a mente, mas eu volto a trabalhar em duas ou três semanas –, disse Kellie em entrevista para a Globo após a conquista da medalha. A atleta venceu a brasileira Bia Ferreira na categoria até 60 Kg. Antes dessa conquista, Kellie já havia se tornado vice-campeã mundial na categoria até 64 kg, em 2016 e vencido o Mundial de 2018, na Índia.

VERGONHA

Fraude: deputado bolsonarista usa foto das tropas chinesas

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) usou uma foto do Exército da China para exaltar o desfile de tanques da Marinha que ocorreu na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O parlamentar é da base do governo e apoia o ato que causou controvérsias no Legislativo, no Judiciário e nas próprias Forças Armadas. Em uma postagem no Twitter, o parlamentar usa foto tirada em 2019, quando ocorreu na China um desfile militar em homenagem aos 70 anos do comunismo no país asiático. O desfile chinês ocorreu em outubro daquele ano e contou com a presença de tropas do Exército Imperial da China, exposição de tanques de última geração, mísseis, helicópteros e aviões de caça. "Oh, Formosa! Nunca uma simples manobra militar mexeu tanto com meu patriotismo", escreveu o deputado Otoni de Paula. A passagem dos tanques da Marinha pela Esplanada, com tecnologia e capacidade bem inferiores aos taques chineses usados na imagem, foi “patética”.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.