BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Leonardo DiCaprio parabeniza o Amazonas por proteção da Floresta Amazônica


O astro americano Leonardo DiCaprio parabenizou os governadores do Amazonas, Amapá e do Pará por ações de proteção e conservação ambiental da Floresta Amazônica. Em sua conta no Twitter, DiCaprio agradeceu a Waldez Góes, Wilson Lima e Helder Barbalho por assumirem o compromisso em proteger e restaurar a região. A mensagem se refere a uma campanha da ONG Global Citizen, da qual ele é o principal ativista. Neste ano, a organização convocou governos e empresas "para que trabalhem juntos na defesa do planeta e para vencer a pobreza, concentrando-se nas ameaças mais urgentes". Em sua publicação no Twitter, o ator afirmou que os três governadores se comprometeram com as metas de conservação da "insubstituível" Floresta Amazônica estabelecidas pela ONG.

Bolsonaro agrediu galã

Vale lembrar que, no passado recente, DiCaprio foi acusado por Jair Bolsonaro de financiar a devastação da Floresta Amazônica. Bolsonaro e seu filho Eduardo espalharam fake news dizendo que ele financiava uma ONG acusada de ter iniciado um incêndio em Alter do Chão.

Alvo de fakes

Não só o ator nunca tinha apoiado a ONG como a acusação contra os brigadistas heroicos, que ajudaram a combater o incêndio, era uma armação, que contou com apoio explícito de Jair Bolsonaro em suas lives.

Wilson responde

Os três governadores citados responderam à mensagem.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, disse: "Estamos trabalhando muito para o desenvolvimento sustentável aqui no Amazonas. Nosso principal desafio tem sido conservar a floresta em pé, e seus recursos, ao mesmo tempo que reduzimos a pobreza, que ainda é prevalente entre a nossa população."

“Engavetador-geral”

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito possui "indícios fortíssimos" de vantagens em negociações de vacinas contra o novo coronavírus.

Mas será que o procurador-geral da República, Augusto Aras vai reencarnar a figura de  “engavetador-getral da República”?

Omar Aziz (PSD-AM), senador e presidente da CPI da Covid, teme isso. Por isso avisou que Aras não é dono da verdade, não pode sentar em cima do relatório final da comissão.

Origem do engavetador

O termo pejorativo surgiu no governo de Fernando Henrique Cardoso, quando o  procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, a partir de 1995, quando assumiu, passou  a arquivar inquéritos contra políticos aliados do governo e a retardar resposta sobre ações contra ministros e governadores.

Acusando de ter virado o “advogado do presidente”, ele passou a ser conhecido como o  “engavetador-geral da República.

Notícia-crime

Omar advertiu que nem tudo passa pelo Augusto Aras.

Existem outros fatores.

— E mesmo assim você pode levar ao Supremo notícia-crime, e o Supremo manda o Ministério Público abrir o procedimento, já aconteceu isso –, lembrou o senador.

Arrependimento

Ao ser questionado sobre possíveis abusos durante os trabalhos da comissão, Aziz disse acreditar que não. Mas confessou que só tem um arrependimento um arrependimento em sua condução na CPI da Covid:

— Não ter prendido Carlos Wizard. Esse tem de ir para a cadeia. Ele é um charlatão, está certo? Se utilizando de um nome que ele ganhou enganando os brasileiros, aí propagava: 'Hahaha, você sabe lá quem morreu? É quem ficou em casa!”.

Agora é lei

Tornou-se Lei no Amazonas a concessão ao servidor público estadual tutor, curador ou responsável por pessoa com deficiência, o direito à redução da jornada de trabalho. É o que reza a Lei n° 5.598, de 8 de setembro de 2021, de autoria do deputado estadual Felipe Souza (Patriota).

Entenda

De acordo com a nova legislação, o servidor estatutário, que comprovadamente seja cônjuge, pai, mãe, tutor, curador ou responsável pela criação, educação e proteção de pessoas com deficiência, será concedida redução da jornada de trabalho por período de até 30% (trinta por cento) de sua carga horária normal cotidiana.

Isto sem prejuízo de remuneração e carreira, enquanto perdurar a dependência.

Clã Bolsonaro infectado

Heloísa Bolsonaro, mulher do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e a filha de 11 meses do casal testaram positivo para a Covid-19. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (27) pelas redes sociais de Heloísa, em resposta a um internauta que perguntou se ela e bebê também estavam infectados.

Tratamento precoce

Heloísa também disse ter tomado medicamentos que compõem o chamado ‘tratamento precoce’, como ivermectina, azitromicina e hidroxicloroquina, mas disse não ter feito uso desses remédios quando foi infectada durante a gravidez.

No entanto, não há comprovação científica para a eficácia desses medicamentos contra a Covid-19.

Frase infeliz

Ciro e Patrícia Pillar: frase infeliz rola até hoje

O pré-candidato a presidente, Ciro Gomes, publicou vídeo nesta segunda-feira (27/09), onde explica a famosa declaração de que Patricia Pillar, sua ex-mulher, era importante em sua campanha “porque dormia com ele”.

Por conta da frase infeliz, Ciro foi massacrado na campanha de 2002. E o que é pior, repercute até hoje.

Tiro no pé

No vídeo, Ciro lembra que isso aconteceu há 20 anos, mas até hoje meus adversários exploram essa declaração, “que não foi assim”.

— Na mesma hora, deixei claro que estava brincando. Claro que foi uma brincadeira extremamente infeliz, um tiro no pé, mas nada justifica o uso nojento que fazem dessa declaração.

Pillar alfineta

O vídeo foi compartilhado por Patricia Pillar.

“Para quem ainda acredita em mentiras plantadas para prejudicar a candidatura do Ciro, aí vai! Vamos juntos”, afirmou a atriz, em uma rede social.

ÚLTIMA HORA

“Véio da Havan é abusado e provoca a CPI da Covid

Antes de depor na CPI da Covid-19 na próxima quarta-feira (28), o empresário bolsonarista Luciano Hang, o véio da Havan, provocou os integrantes da comissão ao gravar um vídeo usando algemas e desafiando: “que me prendam”.

— Se por acaso eles não aceitarem aquilo que vou falar, já comprei… Para não gastar dinheiro com algema, já comprei uma algema, vou entregar uma chave para cada senador. E que me prendam –, disse o bolsonarista. No vídeo, publicado nos stories de seu perfil no Instagram, Hang disse que terá “toda a quarta-feira disponível” para responder as perguntas dos senadores.

— Estou indo na CPI com o coração aberto. Gentileza gera gentileza, respeito gera respeito. Eu quero que eles façam as perguntas e eu tenha todo o tempo do mundo para responder. Eu tenho tempo, toda a quarta-feira vai estar disponível. Eu trabalho 24 horas por dia, então vou ter todo o tempo do mundo”, afirma o empresário.

ORGULHO

Um projeto antigo é realidade em Brasília: um avião virou restaurante e oferece experiências gastronômicas com comidas internacionais e harmonização. O Pan Am Brasil funciona dentro de uma aeronave modelo Fokker 100, que pertenceu à extinta companhia aérea Avianca. Ele foi restaurado nos moldes dos primeiros 707 que voaram na Panam nos anos 1960. E lá tem pratos temáticos, como se os “passageiros” estivessem em uma viagem real, inclusive com a “tripulação” vestida a caráter “e até nas louças do serviço de bordo”. As reservas estão esgotadas para setembro e outubro! No próximo “voo”, previsto para outubro, a “viagem” gastronômica será para Roma (Itália), com pratos típicos italianos, claro.

VERGONHA

Jair Bolsonaro (sem partido) comentou nesta segunda- feira (27), durante evento na Caixa Federal, a demissão do jornalista Alexandre Garcia da CNN Brasil. O bolsonarista foi desligado da emissora por reiterar a defesa do inexistente tratamento precoce contra covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada, como o uso da cloroquina.

—  Assistimos na semana passado algo estarrecedor. Uma grande rede de televisão num quadro conhecido como liberdade de opinião um famoso jornalista foi demitido por sua opinião. Não tem coisa mais absurda do que isso. Para onde estamos caminhando? -, chiou Bolsonaro. A CNN Brasil afirmou, em nota, que “reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões”, mas afirmou que respeita a ciência. Durante a participação de Alexandre Garcia “Liberdade de Opinião”, dentro do jornal “Novo Dia”, na última 6ª feira (24), ele disse que remédios sem eficácia comprovada teriam salvo milhares de vidas.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.