BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Josué está de olho é na cadeira do TCE


A quem garanta nos corredores da Assembleia Legislativa que o mais novo “objeto de desejo” do deputado Josué Neto é uma cadeira de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) – com siderado um paraíso  na terra –,  na vaga de seu pais, Josué Filho, que está indo para a compulsória ao completar 70 anos.

Aliás, ser conselheiro do TCE é um emprego dos sonhos.  Salário de R$ 35.462,22 mil, carro oficial, auxílio-alimentação, plano de saúde, poder de empregar entre 14 e 20 cargos comissionados e um emprego garantido até os 70 anos. Todos esses atrativos explicam bem por que tanta gente está de olho numa das quatro vagas abertas até 2017 para os cargos de conselheiros de tribunais de contas. Mas, embora muita gente queira um trampo como esses, pouca gente pode. Para começar, é necessário ter influência nos gabinetes de políticos. E cair nas graças do governador.

A Bic de Wilson

No entanto, ainda não se sabe eu mágica Josué vai fazer para obter a canetada do governador Wilson Lima, a quem ele fez vem fazendo dura oposição. O ainda presidente da Casa não deu, sequer, um minuto de trégua ao governador.

Aloprou

Não dá para esquecer que, em novembro, durante  sessão para votar o projeto sobre a derrubada da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na conta de luz, acusou Wilson de “chantagear políticos”.

— Ele  é mafioso. As praticas dele são de máfia. Ele envergonha esse Estado e ele chantageia as pessoas –, aloprou.

Josué “ternurinha”

Fontes ligadas a Josué garantem que a partir de agora ele deverá adotar uma postura light em relação ao governador. E até já trocou o PRTB pelo Patriotas, partido para onde seu ídolo, Jair Bolsonaro, vai se aboletar.

Troca-troca

A deputada Alessandra Campelo não é mais a líder do MDB na Assembleia. Foi substituída pelo colega Fausto Jr.

Troca-troca  2

Fausto também sofreu o mesmo que Alessandra em seu antigo partido, o PRTB, onde foi substituído por Rodrigo Lima, “carne e unha” com o governador Wilson Lima.

Troca-troca 3

Josué Neto é outro que voou para o ninho do Patriotas depois de perder a liderança do PRTB para outra “alma gêmea” de Wilson Lima: pastor Nilmar.

— Ah, mas eu estou muito feliz de estar no parido que apoia meu presidente Bolsonaro ! – disse o bolsomínion jurado e sacramentado.

A maratona do Arthur

O prefeito Arthur Virgílio está numa corrida desenfreada contra o tempo. Quer deixar tudo pronto antes de acabar o mandato, em duas semanas.

— Essa adrenalina, de lutar contra o tempo, me empurra para a luta com mais força e mais determinação – , disse o tucano, durante uma maratona de visitas às obras.

Lembrando Ulisses

Arthur também acompanhou a finalização da construção do Ulysses “Boca” Skate Park, no parque municipal Ponte dos Bilhares, zona Centro-Sul.

O Skate Park tem seu nome em homenagem ao jornalista e assessor do prefeito Arthur Neto, Ulysses Marcondes, que morreu aos 46 anos, no último dia 7 de dezembro, vítima de complicações provocadas pela Covid-19.

Festa sofrida

Ulysses, que também era skatista, foi um dos idealizadores do projeto de construção do skate park, que teve também sua consultoria.

— Será uma festa muito bonita, sofrida, mas muito bonita em homenagem ao Ulysses –, assegurou o prefeito.

Gosto da vitória

O presidente eleito da Assembleia Legislativa para o biênio 2021/22, o deputado Roberto Cidade (PV), exibia ontem um sorriso que ia de ponta a ponta da orelha.

Motivo: a decisão unânime do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), pela rejeição da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), apresentada à justiça por deputados da base governista.

Justiça manteve a eleição para presidência da casa

Batalha final

Em discurso direcionado nominalmente aos 15 deputados que votaram pela sua chapa, na eleição realizada no último dia (3), Roberto Cidade, reconheceu as batalhas políticas travadas pelos colegas.

—  Muitos colegas sofreram pressão, mas mantiveram suas palavras e seu voto de confiança. Por acreditar em meu nome como o melhor nesse momento para estar à frente do Poder Legislativo nesses próximos dois anos –, disse ele.

Esse é o presidente

O presidente Jair Bolsonaro disse que as pessoas terão que assinar termo de responsabilidade para tomar o imunizante contra a covid-19.

— Detalhe, vocês vão ter que assinar um termo de responsabilidade, porque a Pfizer, por exemplo, é bem clara no contrato: 'nós não nos responsabilizamos por efeitos colaterais'.

“Quer tomar, toma!”

A declaração ocorreu na noite de hoje durante conversa com apoiadores, em Brasília.

— Tem gente que quer tomar, então tome. A responsabilidade é sua. Quer tomar, toma. Se der algum problema por aí.... Espero que não dê –, disse Bolsonaro.

Ao menos isso

O presidente  confirmou a liberação de R$ 20 bilhões para vacinas e

— Devo assinar nesta terça-feira a Medida Provisória de R$ 20 bilhões para comprar vacinas. Talvez, terça-feira.

Combate ao suicídio

A Assembleia Legislativa instituiu a Frente Parlamentar de Combate à Depressão, ao Suicídio e à Automutilação. De autoria do deputado estadual João Luiz (Republicanos), a proposta teve pareceres favoráveis da Mesa Diretora e das comissões de Constituição, Justiça e Redação; de Assuntos Econômicos e de Saúde e Previdência.

Vergonha no tribunal

As desembargadoras do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) Lígia Maria Ramos Cunha Lima e Ilona Márcia Reis foram presas na manhã desta segunda-feira (14/12), alvos da Operação Faroeste, deflagrada pela Polícia Federal (PF). Elas são acusadas de pegar R$ 1,7 milhão por venda de sentenças.

A Operação Faroeste investiga a prática de venda de sentenças judiciais no âmbito da Justiça estadual, também determinou o afastamento de servidores envolvidos no esquema criminoso.

Catita gulosa

Somente a  desembargadora Lígia Maria Ramos Cunha Lima teria recebido, em   2016, a bagatela de R$ 300 mil, para garantir a um produtor rural a posse de um terreno no oeste da Bahia.

Meus filhos, meu tesouro

Ao menos é o que acusa o advogado Júlio César Cavalcanti Ferreira em delação premiada. O dinheiro, segundo o advogado, foi pago a seus filhos, Rui Barata e Arthur Barata. Outros R$ 100 mil foram pagos ao próprio Júlio César, que intermediou o negócio.

Ah, reconheceu?

No fim da fila dos líderes internacionais, Jair Bolsonaro reconheceu na tarde desta terça-feira (15) a eleição do democrata Joe Biden como presidente dos Estados Unidos.

"Saudações ao Presidente @JoeBiden , com meus melhores votos e a esperança de que os EUA sigam sendo 'a terra dos livres e o lar dos corajosos'", escreveu Bolsonaro pelo Twitter.

Ele e Jong-un

Fiel a Donald Trump, Jair Bolsonaro também não admitia a derrotada do “parceiro”. E com isso se igualava ao líder norte-coreano Kim Jong-un como os únicos líderes de expressão internacional que ainda não tinham enviado cumprimentos ao presidente.

Meu amigo Joe

Mas, a vida ensina e ontem ele foi obrigado a engolir Joe Biden.

“Estou pronto a trabalhar com o novo governo e dar continuidade à construção de uma aliança Brasil-EUA, na defesa da soberania, da democracia e da liberdade em todo o mundo, assim como na integração econômico-comercial em benefício dos nossos povos", acrescentou Bolsonaro.

ÚLTIMA HORA

O jornalista Merval Pereira, de O Globo,  falou sobre documentos revelados por Guilherme Amado em reportagem da revista época que demonstram que a Abin fez relatórios orientando a defesa de Flávio Bolsonaro na tentativa de anular o caso Queiroz.

— O caso da Abin é gravíssimo; justifica o impeachment do presidente'

É o presidente da República usando os órgãos de investigação do governo para ajudar seu filho. Isso é um absurdo total. Isso é um escândalo.

Na segunda-feira, 14/10, a    ministra Cármen Lúcia (no traço de Derek) , do Supremo Tribunal Federal (STF), estabeleceu o prazo de 24 horas para que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), sob o comando de Alexandre Ramagem, e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), do ministro Augusto Heleno, prestem informações sobre possíveis documentos produzidos para auxiliar a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, no caso das “rachadinhas”.

ORGULHO

Mirem-se no exemplo: Alok lança oficialmente um Instituto Social que leva seu nome este mês e já começa doando 27 milhões de reais. O 5º maior DJ do mundo, segundo a revista britânica DJ Mag, explica que o fundo foi criado com recursos pessoais. O valor também vem da parceria com o game Garena Free Fire, no qual Alok é um personagem que tem “poder de cura”.

—  Percebi que através da música eu posso construir algo maior, com investimentos sociais a longo prazo. São frentes que mexem com o meu coração e que quero potencializar com parcerias para ter sempre mais e mais sementes semeadas –, comentou o artista.

VERGONHA

Às vésperas das festas de fim de ano, o Grupo Globo promove uma demissão em massa de seus funcionários. Até o momento, segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, dezoito profissionais já foram dispensados, a maioria repórteres que atuavam no jornal O Globo, mas há também os que trabalhavam no Extra. Com a redação em esquema de home office, em razão de pandemia de Covid-19, alguns profissionais foram demitidos via chamada de vídeo. Segundo o Portal dos Jornalistas, os nomes mais sonoros são os de Ramona Ordoñez, da Economia, há 30 anos na casa, e Jason Vogel.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.