Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito – João Marcello Bôscoli confunde toada com axé


O programa Estúdio CBN , apresentado por Tatiana Vasconcellos e Fernando Andrade todas as tardes, cometeu uma grande injustiça esta semana, por falta de conhecimento. O programa  corria às mil maravilhas, quando João Marcello Bôscoli, o filho da imortal Elis Regina, começou a comentar músicas que marcaram a história, sugeridas por ouvintes. Um deles fez um desafio e o áudio entrou com uma velha musica conhecida dos amazonenses:

— Bate forte o tambor/ eu quero é tic tic tic tic tá

Manauaras – e principalmente parintinenses –, que estavam ouvindo rádio até se emocionaram e ficaram orgulhosos de seu patrimônio cultural. Foi aí que Joao Marcello começou a comentar:

— Ah, eu lembro muita dessa aí. É um ritmo incrível, gravado, salvo engano pela banda Carrapicho. Olha, essa batida  tic tic tac, que parece som de moeda caindo é envolvente. É sem dúvida uma das melhores músicas do axé baiano! (Toiiimmmm!!)

ORGULHO DA RAÇA

O desfecho do comentário de  João Marcello Bôscoli  feriu os ouvidos e o orgulho da raça amazonense. Tic, Tic, Tac é uma toada do boi bumbá Garantido, de Parintins, composta por um humilde pescador, Braulino de Lima. Só Marcello, que, diga-se é um excelente produtor musical –, não sabe, Tic, Tic, Tac  estourou em Paris e correu como um rastilho  por vários países da Europa.

PARIS AMOU

E o pescador Braulino, pasmem, passou a receber “canoas e canoas” de dólares em direitos autorais. Afinal, direto autoral na França é coisa séria.    

NATAL FELIZ

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, deixou o Papai Noel dos servidores mais generoso. Sancionou a Lei n.º 2.274/2017, que reajusta em 7,57% o salário-base dos servidores de área não específica, a partir de janeiro de 2018.

DATA BASE

Cerca de 3,5 mil servidores, ativos e inativos, serão beneficiados.  Além do reajuste salarial acima da inflação – cuja meta oficial, segundo Banco Central, é 4,5% – a Lei institui também a data-base para área não específica, que há dez anos estava com o valor congelado em R$ 415.

ORGANIZOU AS CONTAS

— Organizamos nossas contas e enfrentamos a crise econômica de cabeça erguida, sem atrasar o salário dos nossos servidores -, disse o prefeito tucano.

DOM LUÍS EM CASA

O ex- arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Luís Soares, passou nesta quinta-feira  (14) por Manaus. Veio para o tradicional jantar da Associação dos Amigos da Catedral, presidida pela escritora Carmen Nóvoa.

SANTA CEIA

Admirado por muitos e considerado o “eterno arcebispo” de Manaus, Dom Luís  matou a saudade saboreando uma suculenta caldeirada  de tambaqui, no restaurante Choupana.

ARCA DE NOÉ

Considerada a protetora dos animais, a vereadora Joana D’arc (PR) terá uma nova incumbência além de tratar de cães e gatos. Ela recebeu em seu gabinete os biólogos Maurício Noronha e Dayse Campista para tratar da campanha Salve o sauim-de-Coleira.

CORRE PERIGO

Joana prometeu pular de cabeça na mobilização social para a conservação da espécie ameaçada de extinção. O sauim vive em constante  perigo  devido ao desenvolvimento desordenado da região metropolitana de Manaus que causa a fragmentação  do seu habitat natural.

LISTA EXAGERADA

Atenção senhores pais de alunos. Fiquem de olho na lista de material escolar exigida pelas escolas. A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa,  presidida pelo deputado Abdala Fraxe (Podemos), faz um alerta sobre o que não pode ser pedido pelas escolas.

 SÓ O ESSENCIAL 

A coordenadora da Comissão, Rosely Fernandes, explica que as escolas particulares só podem solicitar produtos de uso exclusivo ao processo didático-pedagógico e que atenda às necessidades individuais do aluno durante o ano.

 

EM ALTA 

Para a nova Carteira Nacional de Habilitação que vai passar por mais uma mudança e virÁ cartão com chip, até 2019. A CNH vai concentrar dados do motorista e dificultar fraudes, segundo o Ministério das Cidades. Pra isso vai abandonar o formato em papel e se tornar um cartão de plástico com microchip.

EM BAIXA

O levantamento “World Trends in Freedom of Expression and Media Development” da Unesco, publicado  esta semana, revela que em média um jornalista é assassinado a cada quatro dias em todo o mundo. Nos últimos 11 anos, foram 930 jornalistas mortos exercendo seu trabalho.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.