Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Dito & Feito – João Marcello Bôscoli confunde toada com axé

O programa Estúdio CBN , apresentado por Tatiana Vasconcellos e Fernando Andrade todas as tardes, cometeu uma grande injustiça esta semana, por falta de conhecimento. O programa  corria às mil maravilhas, quando João Marcello Bôscoli, o filho da imortal Elis Regina, começou a comentar músicas que marcaram a história, sugeridas por ouvintes. Um deles fez um desafio e o áudio entrou com uma velha musica conhecida dos amazonenses:

— Bate forte o tambor/ eu quero é tic tic tic tic tá

Manauaras – e principalmente parintinenses –, que estavam ouvindo rádio até se emocionaram e ficaram orgulhosos de seu patrimônio cultural. Foi aí que Joao Marcello começou a comentar:

— Ah, eu lembro muita dessa aí. É um ritmo incrível, gravado, salvo engano pela banda Carrapicho. Olha, essa batida  tic tic tac, que parece som de moeda caindo é envolvente. É sem dúvida uma das melhores músicas do axé baiano! (Toiiimmmm!!)

ORGULHO DA RAÇA

O desfecho do comentário de  João Marcello Bôscoli  feriu os ouvidos e o orgulho da raça amazonense. Tic, Tic, Tac é uma toada do boi bumbá Garantido, de Parintins, composta por um humilde pescador, Braulino de Lima. Só Marcello, que, diga-se é um excelente produtor musical –, não sabe, Tic, Tic, Tac  estourou em Paris e correu como um rastilho  por vários países da Europa.

PARIS AMOU

E o pescador Braulino, pasmem, passou a receber “canoas e canoas” de dólares em direitos autorais. Afinal, direto autoral na França é coisa séria.    

NATAL FELIZ

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, deixou o Papai Noel dos servidores mais generoso. Sancionou a Lei n.º 2.274/2017, que reajusta em 7,57% o salário-base dos servidores de área não específica, a partir de janeiro de 2018.

DATA BASE

Cerca de 3,5 mil servidores, ativos e inativos, serão beneficiados.  Além do reajuste salarial acima da inflação – cuja meta oficial, segundo Banco Central, é 4,5% – a Lei institui também a data-base para área não específica, que há dez anos estava com o valor congelado em R$ 415.

ORGANIZOU AS CONTAS

— Organizamos nossas contas e enfrentamos a crise econômica de cabeça erguida, sem atrasar o salário dos nossos servidores -, disse o prefeito tucano.

DOM LUÍS EM CASA

O ex- arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Luís Soares, passou nesta quinta-feira  (14) por Manaus. Veio para o tradicional jantar da Associação dos Amigos da Catedral, presidida pela escritora Carmen Nóvoa.

SANTA CEIA

Admirado por muitos e considerado o “eterno arcebispo” de Manaus, Dom Luís  matou a saudade saboreando uma suculenta caldeirada  de tambaqui, no restaurante Choupana.

ARCA DE NOÉ

Considerada a protetora dos animais, a vereadora Joana D’arc (PR) terá uma nova incumbência além de tratar de cães e gatos. Ela recebeu em seu gabinete os biólogos Maurício Noronha e Dayse Campista para tratar da campanha Salve o sauim-de-Coleira.

CORRE PERIGO

Joana prometeu pular de cabeça na mobilização social para a conservação da espécie ameaçada de extinção. O sauim vive em constante  perigo  devido ao desenvolvimento desordenado da região metropolitana de Manaus que causa a fragmentação  do seu habitat natural.

LISTA EXAGERADA

Atenção senhores pais de alunos. Fiquem de olho na lista de material escolar exigida pelas escolas. A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa,  presidida pelo deputado Abdala Fraxe (Podemos), faz um alerta sobre o que não pode ser pedido pelas escolas.

 SÓ O ESSENCIAL 

A coordenadora da Comissão, Rosely Fernandes, explica que as escolas particulares só podem solicitar produtos de uso exclusivo ao processo didático-pedagógico e que atenda às necessidades individuais do aluno durante o ano.

 

EM ALTA 

Para a nova Carteira Nacional de Habilitação que vai passar por mais uma mudança e virÁ cartão com chip, até 2019. A CNH vai concentrar dados do motorista e dificultar fraudes, segundo o Ministério das Cidades. Pra isso vai abandonar o formato em papel e se tornar um cartão de plástico com microchip.

EM BAIXA

O levantamento “World Trends in Freedom of Expression and Media Development” da Unesco, publicado  esta semana, revela que em média um jornalista é assassinado a cada quatro dias em todo o mundo. Nos últimos 11 anos, foram 930 jornalistas mortos exercendo seu trabalho.

Deixe uma resposta