BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Gisele festeja 40 anos, plantando 40 mil árvores na Amazônia


Gisele Bündchen encontrou uma forma politicamente correta de festejar os seus 40 anos idade, nesta segunda-feira (20). A mega modelo contribuirá com o plantio de 40 mil árvores na Amazônia Legal. La Bündchen  lembrou que aniversário é um dia especial e em tempos normais as pessoas se reúnem para festejar com quem amam.

—Mas neste ano, em que comemoro 40 anos, tenho refletido muito sobre tudo que está acontecendo e como posso fazer a minha parte para ajudar. Quero retribuir de alguma maneira e agradecer a Mãe Terra por tornar a vida possível.

Presente verde

Gisele já  avisou sua família e amigos que se quiserem lhe presentear, devem ajudar a plantar mais árvores. As árvores serão plantadas em áreas na região das bacias do Rio Xingu e Araguaia.

Vale destacar que somente o Rio Xingu conta com 22.500 nascentes e cerca de 150 mil hectares de matas de beira de rio estão degradados.

Dá-lhe, Greta!

Falando em Amazônia, a ativista ambiental Greta Thunberg , através da entidade que leva o seu nome, foi a primeira vencedora do Prêmio Gulbenkian para a Humanidade, da Fundação Calouste Gulbenkian.

Doou para Amazônia

Segundo nota oficial da entidade portuguesa, a Fundação Thunberg receberá um prêmio de 1 milhão de euros (cerca de R$ 6,1 milhões) e, inicialmente, 100 mil euros (R$ 610 mil) serão doados para a campanha SOS Amazônia .

Os outros 100 mil euros irão para a Stop Ecocide Foundation, que luta para tornar o ecocídio um crime internacional .

Parintins dividida

Cresce em Parintins o movimento contrário à realização, em novembro,  do festival folclórico em tempos de pandemia do novo coronavírus.

Um banner vem circulando nas redes sociais com o apelo “Basta de Violência -  Parintins Clama por Saúde.  Orgias, não!”

Dois pra lá, dois pra cá

Por decisão da Associações Folclóricas Boi-Bumbá Garantido e Caprichoso, a festa dos bumbás deverá ocorrer no período de 6,7 e 8 de novembro. O festival foi  adiado por conta da pandemia.

Estupidez

Mas tem gente que não gostou e a ilha, mais uma vez,  ficou dividida – pra vaiar –, entre os que querem o festival e os que, por precaução,  preferem adiar. Afinal, a pandemia ainda não acabou.

— Isso é uma estupidez. É a pandemia do lucro fácil ! –, protestou um jornalista da ilha.

Professora Nota 10

A professora Lúcia Cristina Cortez Barros Santos, gestora da escola municipal Waldir Garcia, bairro São Geraldo, zona Centro-Sul, está entre os dez vencedores do prêmio nacional “Educador Nota 10”, sendo a única campeã da categoria “Gestão Escolar” com o projeto inclusivo “Acolher para todos envolver e aprender”, desenvolvido pela unidade de ensino da Prefeitura de Manaus.

O resultado foi anunciado na manhã desta segunda-feira, 20/7, durante o programa Encontro com a Fátima Bernardes, da Rede Globo.

Sarafa alerta

O deputado Serafim Corrêa (PSB) parece ser o único político do Amazonas a perceber a gravidade e o perigo de extinção do Fundeb –Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, cuja Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n° 15/15,  começou a ser discutida ontem, mas a votação deve ficar para esta terça-feira (21/7).

Histórico

Em vídeo gravado nesta segunda-feira, 20, Serafim disparou sua preocupação via redes sociais. Ele reforçou que a educação é um assunto suprapartidário e lembrou que Fundeb tem a sua origem lá no governo Fernando Henrique, quando era ministro o saudoso Paulo Renato.

Marca do Lula

Sarafa lembrou que quando veio o governo Lula, o ministro da Educação, Fernando Haddad ele fez uma modificação com a ajuda dos prefeitos e governadores no sentido de ampliar as verbas do Fundeb.

– E ao invés do governo federal entrar com 1% (Fubef), passou a entrar com 10% (Fundeb), o que foi um ganho significativo.

Nessa semana, o FUNDEB entra em votação e precisa ser renovado. Mais do que isso, precisa entrar na CONSTITUIÇÃO. #TodospeloFUNDEB

Posted by Serafim Corrêa on Monday, July 20, 2020

Catástrofe

A bem da verdade, não é só o Serafim que anda preocupado com o Fundeb. O vereador Gedeão Amorim (MDB) – que militou por toda a sua vida no setor de Educação –, também alertou que a extinção do  Fundeb seria uma catástrofe para o país.

O professor que o fundo é fundamental para a cidade de Manaus e para todos os municípios do país.

— É uma situação de catástrofe da educação no Brasil como um todo. Grande parte dos custos da educação está nos municípios. E o Fundeb é um mecanismo de transferência de renda, que redistribui os recursos para os municípios.

Luz nas trevas

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, é segura e capaz de desenvolver anticorpos contra o novo coronavírus.

Resultado positivo

É o que mostram os primeiros resultados do ensaio envolvendo cerca de 1.077 pessoas divulgados hoje na renomada revista The Lancet.

De acordo com os dados, as pessoas que receberam a imunização – entre 23 de abril e 21 de maio, no Reino Unido –, produziram anticorpos e glóbulos brancos para combater o vírus.

A vacina não apresentou nenhum efeito colateral grave e provocou respostas imunes com anticorpos e células T.

Homem cloroquina

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) virou mesmo o “homem cloroquina” da propaganda do medicamento.

Ao se encontrar com apoiadores neste domingo (19),  mais uma vez fez propaganda da substância que é defendida por ele no tratamento contra o coronavírus.

Cloroquina propaganda.jpeg

Exibe o “troféu”

Bolsonaro, que testou positivo para covid-19, exibiu a caixa do produto a seus apoiadores que se aglomeravam em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

Plateia ainda aplaude

Bolsonaro retirou a caixa do remédio do bolso e a exibiu para os presentes, que aplaudiram o medicamento, aos gritos de ‘cloroquina, cloroquina!’. O vídeo foi transmitido ao vivo pelas redes sociais do presidente.

A cena lembra uma velha canção de Gonzaguinha: “e a plateia ainda aplaude/ ainda pede bis/ a plateia só deseja ser feliz...”

ÚLTIMA HORA

O presidente Jair Bolsonaro já é alvo de quatro representações criminais no Tribunal Penal Internacional (TPI), Corte sediada em Haia, na Holanda, que julga graves violações de direitos humanos, como genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra. Três delas o acusam de crime contra a humanidade por sua atuação frente à pandemia covid-19, doença que já matou quase 80 mil no Brasil.

A outra representação, apresentada ainda em 2019, pede que o presidente seja investigado por "incitação ao genocídio e ataques sistemáticos contra populações indígenas", devido ao "desmantelamento" de políticas públicas de proteção a esses povos e ao meio ambiente. A possibilidade de o presidente se tornar alvo do TPI ganhou destaque na semana passada depois que o assunto foi mencionado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes em conversa por telefone com Bolsonaro.

ORGULHO

O brasileiro Leonardo Kuhn chorou enquanto fazia uma transmissão ao vivo na plataforma Twitch, focada em lives de jogos online e recebeu uma doação anônima. De repente, o rapaz de 18 anos viu que um desconhecido mandou R$ 900 mil. Leonardo perdeu as palavras e começou a chorar no ar. O streamer Leonardo é de uma família humilde de Cunha Porã (SC). Ele faz lives jogando para arrecadar dinheiro e ajudar no tratamento do irmão mais novo, de sete anos, que nasceu com esquizofrenia e um problema no coração. Por volta das 10 da noite da última quarta, 15, a doação anônima apareceu na plataforma com uma mensagem: “Vou continuar anônimo porque não quero nada em troca. Você mudou a minha vida. Graças às suas lives eu não me suicidei e a minha depressão foi curada”. A doação foi feita da Europa. Leonardo achou que era algo falso, mas o valor foi creditado.

VERGONHA

O desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira ,do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) foi flagrado, em vídeo, humilhando um guarda civil municipal de Santos, no litoral de São Paulo, após ser multado por não utilizar máscara enquanto caminhava na praia. Durante a abordagem, o guarda alerta que se o desembargador jogasse a multa no chão, ele seria autuado. “Você quer que eu jogue na sua cara? Faz aí, que eu amasso e jogo na sua cara”, ameaça. Ignorando o profissional, o homem rasgou o papel e o jogou no chão. Em seguida, foi embora. Siqueira chama o guarda de “analfabeto”, rasga a multa e joga o papel no chão. Também liga para o secretário de Segurança Pública do município, Sérgio Del Bel, para intimidar o guarda. O caso aconteceu nesse sábado (18/7), segundo confirmou a Prefeitura de Santos.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.