BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Feijão milagroso – A última picaretagem do pastor Waldomiro


Por meio de uma ação civil pública, o Ministério Público Federal (MPF) quer que o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, pastor Valdemiro Santiago, pague indenização por prometer cura da covid-19.

O religioso vendia sementes de feijão com a falsa promessa que curariam a doença causada pelo novo coronavírus. Os grãos eram vendidos, ainda de acordo com a promotoria, por valores que variavam de R$ 100 a R$ 1 mil. O MPF pede uma indenização de R$ 300 mil por danos sociais e coletivos que teriam sido causados pela prática.

Cara de pau

De acordo com o órgão, Santiago divulgou vídeos em que afirma que ao plantar os feijões as pessoas seriam curadas da doença causada pelo coronavírus. Em um trecho do vídeo, transcrito na ação, o pastor diz que laudos médicos comprovariam a eficácia dos feijões.

— Você que me escuta aí e agora, cê viu na última reunião de bispos e pastores?  Apresentando com exame, um laudo médico, de gente curada de coronavírus, em estado terminal né, podemos dizer assim…gravíssimo, num estado muito avançado e Deus operou e fez maravilhas … E tá ali o exame para quem quiser –, diz Santiago.

David no calcanhar

Pesquisa Projetta divulgada na tarde desta terça-feira, não apresenta muita novidade em relação à última amostragem.

O tri-prefeito Amazonino Mendes (Podemos) mantém a vantagem com 24,82% , enquanto que o  ex-governador interino, David Almeida  (Avante) segue em  segundo lugar, com 12,35%.

Zé 13 no páreo

O petista José Ricardo segura o terceiro lugar com 8,56%. Marcos Rotta (DEM) tem apenas 5,90%; o deputado Josué Neto (PRTB) e o deputado federal capitão Alberto Neto (Republicanos) aparecem com 5,5% das intenções de votos, enquanto que Chico Preto (DC) aparece com 3,74%,

Sarafa se recusa

O deputado Serafim Corrêa (PSB) já avisou que candidatura a prefeito “nem pra ir pro céu”, mas  mesmo sim aparece na pesquisa com 3,21%. Já a ex-secretária de Justiça, Caroline Braz (PSC), a grande aposta do  governador Wilson Lima tem apenas 1,97%;

O mais  rejeitado

Aliás, a novidade da pesquisa Projetta é a grande rejeição ao ex-prefeiro Alfredo Nascimento (PR). A pesquisa aponta que,  com 23,89%, Alfredo é o mais rejeitado. Amazonino é o segundo com 19,76%.

Dura resposta

Durante discurso na inauguração da Base Fluvial Arpão, na manhã desta terça-feira (04/08), o governador  Wilson Lima prometeu uma resposta dura”  aos assassinos dos militares executado  durante operação contra o narcotráfico no rio Abacaxis, município de Nova Olinda do Norte, distante 135 quilômetros de Manaus.

— Cumpriram, de forma muito honrosa e aguerrida, a missão que a eles foi dada, de muitas vezes deixar suas famílias para proteger a sociedade amazonense, sobretudo as do interior e aquelas que estão mais suscetíveis à ação dessas organizações criminosas.

Apoio do Ministro

O diretor de Operações da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça, Leandro Almada – que representou o ministro André Mendonça no evento –, garantiu o apoio imediato do Governo Federal na intensificação do combate ao crime organizado na região do rio Abacaxis.

Clima tenso

O coordenador-geral de Fronteiras da Seopi, do MJSP, Eduardo Bettini também reforçou o apoio do governo federal.

— A resposta tem que ser no sentido de desarticular as organizações criminosas. Nós nos sensibilizamos muito com a situação que aconteceu ontem à noite. Meus sentimentos especiais a família –, disse

A missão

O governador determinou que o  coronel Ayrton Norte, comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, só volte a Manaus quando tiver uma resposta efetiva do que aconteceu.

Lancha blindada

O coronel vai comandar a caçada aos traficantes em uma lancha blindada, parte do equipamento da Base Arpão.

— Não existe resposta mais significativa do que punir essas pessoas e coibir essas atividades criminosas que acontecem há algum tempo no estado do Amazonas –, reforçou o governador.

Te aquieta, Huck!

Em pronunciamento, na manhã desta terça-feira (4), o deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos) repudiou as declarações do apresentador Luciano Huck, durante entrevista concedida ao sócio sênior do BTG Pactual, André Esteves. O apresentador teria afirmado que “é preciso mudar o foco” da Zona Franca de Manaus (ZFM), em referência aos polos de duas rodas e de eletroeletrônicos, para investir em biotecnologia.

Fala o que não sabe

Huck – que toda vez que mente o nariz cresce –, disse que o mundo inteiro quer consumir insumos da floresta, é tecido, perfume, cosmético “e a gente ainda tem um modelo na Amazônia de isenção fiscal pra produzir geladeira, telefone, tanque de gasolina de motocicleta”.

Chega pra lá

Fraxe rebateu dizendo que 93% de uma motocicleta é fabricada na ZFM e não só o tanque.

— O Amazonas não precisa substituir nenhum meio de produção existente hoje, nós precisamos agregar outros. A ideia de utilizar a biotecnologia é bem-vinda, mas sem abrir mão do que já temos –, alfinetou o parlamentar.

Atenção motoristas

A Prefeitura fechou ontem a passagem subterrânea do complexo viário Ministro Roberto Campos e  a alça lateral em direção à Constantino Nery.

A interdição foi necessária para realização de reparo emergencial na viga de sustentação da rede de tubulação da Cigás.

O que houve

Na última sexta-feira, 31/7, de forma irresponsável, um caminhão da empresa Bertolini derrubou a barra de ferro que delimita a altura máxima para acesso ao complexo viário.

Mesmo identificando que o veículo ultrapassava a altura permitida, o condutor forçou a entrada, quebrando o limitador e seguindo viagem pela alça de acesso à Constantino Nery.

Paga e não bufa

A Bertolini já está sendo acionada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para responder pelo dano ao patrimônio público.

ÚLTIMA HORA

Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC), por meio da 4ª Promotoria Criminal, pediu à Vara de Execuções Penais (VEP) da Comarca de Rio Branco que o goleiro Bruno Fernandes passe a usar tornozeleira eletrônica. Ele foi apresentado neste sábado pelo Rio Branco Futebol Clube, do Acre,  e já treina com o elenco desde quinta-feira. O contrato é de seis meses e prevê a disputa da série D do Brasileirão, da Copa Verde e do Campeonato Acreano. A tornozeleira já está reservada para Bruno. O  goleiro foi condenado a 22 anos por ser o mentor do sequestro, morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio. O Rio Branco do Acre já perdeu seu único patrocinador por ter Bruno.

Segue pressionado por grupos feministas.

“Aqui a regra é que todo reeducando que está no regime semiaberto use a tornozeleira eletrônica. Não seria diferente. Está aqui no estado cumprindo semiaberto, porquê não seria? Vale para todos", disse o procurador promotor de justiça Tales Fonseca Tranin, da 4ª Promotoria Criminal de Execução Penal e Fiscalização de Presídio, do Acre.

ORGULHO

O alemão Johannes Shorzak sentiu na pele o desejo de ajudar ao próximo ao chegar no Brasil, em  uma missão do seminário em que estudava. No Piauí,  ele viu dezenas de crianças com fome, frio e sem família, assim como ele, que perdeu a mãe quando tinha apenas 5 anos de idade.  João Alemão, como é chamado, foi criado com amor e carinho e teve oportunidades na vida graças a uma instituição que o acolheu e criou. No Brasil ele criou a   AMARE , que fica no município de Esperantina e foi criada para atender crianças e jovens moradores de rua desamparados e sem o apoio familiar. Hoje, são oferecidas diversas oficinas como: cortes de cabelo; computação, e várias outras. Além de contar com educadores, músicos e facilitadores, com profissionais de pedagogia, psicologia, assistência social, o AMARE tem também voluntários de psicopedagogia, odontologia e oftalmologia, que acompanham crianças e familiares e ajudam na construção de uma comunidade mais justa e capaz de formar adultos mais sensíveis e completos.

VERGONHA

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que previa pagamento de indenização de R$ 50 mil aos familiares de profissionais de saúde que atuaram no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus e morreram em decorrência da Covid-19. A proposta também concedia o benefício para os profissionais que ficarem permanentemente incapacitados após a infecção. A indenização seria paga pelos cofres públicos federais a profissionais como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, agentes comunitários, técnicos de laboratório e outros que atuam na área. A mensagem de veto foi publicada nesta terça-feira (4) no Diário Oficial da União. O veto será analisado agora pelos deputados e senadores, em sessão conjunta a ser marcada. Os parlamentares poderão manter a decisão presidencial ou derrubá-la, tornando o projeto uma lei. É uma vergonha!

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.