BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Empresas da Zona Franca proibidas de comprar vacina


As dificuldades são muitas, mas as indústrias da Zona Franca de Manaus estão se mobilizando para entrar no grupo de empresas que desejam comprar as vacinas particulares, com a intenção de adquirir 33 milhões de doses para imunizar seus funcionários.

A ideia é boa porque isso  aliviaria a carga do SUS e o trabalho de logística da Prefeitura. Então, estaria tudo certo para que isso aconteça, certo? Errado.  No dia 14 de janeiro, o  governo já havia vetado a possibilidade de empresas comprarem vacinas para imunizar funcionários contra o coronavírus. No caso de Manaus, as empresas  teriam que doar 50% para o SUS e ficar com a outra metade para a imunização dos funcionários. Caso todas as empresas da Zona Franca participem, seriam 90 mil funcionários.

Ideia fixa

A administração federal argumentou que é “bom ter um critério para que seja evitado descontrole”.

E  mesmo se for uma empresa grande, com 100.000 funcionários, a possibilidade de compra de vacinas não será permitida.

Melhor desistir

Diante do entrave, muitas empresas resolveram tirar o time de campo do  grupo de negociadores.

A gota d’água para o racha foi porque uma parte queria doar integralmente todo insumo comprado para o SUS.

Enquanto o outro grupo destinaria 50% para o sistema de saúde e ficaria com o restante para imunizar seus funcionários.

Vírus anda de ônibus

O médico e pesquisador do Observatório PrEpidemia da Universidade de Brasília (UnB) Roberto Bittencourt, adverte: O transporte público são as veias que transmitem o coronavírus.

—  O transporte já era superlotado, não mudou nada, e isso são as linhas de transmissão do vírus que passam, principalmente, por aí – afirmou o médico.

Sardinha em lata

Para o professor Bittencourt,  garantir que a população tenha acesso a um transporte público sem superlotação é uma das principais medidas que deveriam estar sendo tomadas.

— Se o governo for rigoroso em relação a ter um mínimo de contenção da circulação da população no transporte, oferecer mais transporte coletivo para a população não ficar aglomerada seria um bom começo para melhorar o enfrentamento à pandemia –, certificou.

Perguntar não ofende

Bom, se lá  no sul maravilha eles estão reclamando da superlotação nos ônibus, com uma boa frota que eles têm, imagina como está a situação em Manaus?

Longe de casa

Morreu na tarde desta quarta-feira (3/2) o quinto paciente de Manaus com a COVID-19, que estava internado no Hospital Regional José Alencar, em Uberaba. Ele era um homem de 57 anos.

Amargo balanço

Até o momento, segundo a direção do hospital, dos 18 pacientes que vieram para o HR no dia 24 de janeiro em avião da Força Aérea Brasileira (FAB), seis receberam alta em 28 de janeiro, quando voltaram para o Amazonas em voo comercial, fretado pelo Ministério da Saúde;

Cinco morreram e sete seguem internados, sendo que destes três permanecem na UTI, sendo dois em estado gravíssimo e um estável. Já os outros quatro pacientes seguem internados na enfermaria.

Engolindo sapos

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM) afirmou que “há um constrangimento, não há como negar”, sobre a indicação da deputada Bia Kicis (PSL-DF) para o comando da Comissão de Constituição e Justiça pelo partido a que pertence.

— Há uma reação muito grande da sociedade. A deputada Bia Kicis foi muito agressiva com membros do Supremo Tribunal Federal –, disse o deputado à rádio CBN.

Golpe militar

O parlamentar amazonense lembrou que, em determinado momento, Kicis defendeu o que se chama de intervenção militar constitucional.

— O  que é uma aberração. Não existe intervenção militar dentro da Constituição –, observou Ramos.

Bia Kicis": defendei intervenção militar e usou máscara "E daí?" em desrespeitos aos mortos da Covid-19

Lembram dela?

Pra quem não lembra, a  deputada Bia Kicis (PSL-DF) é aquela que usou uma máscara de proteção contra o novo coronavírus com a frase "E daí?" durante sessão plenária da Câmara dos Deputados realizada no dia 20 de maio de 2020.

Seguindo o chefe

A frase foi dita pelo presidente Jair Bolsonaro – com quem a parlamentar tem relação próxima –, no dia 28 de abril ao comentar o número de mortos pela pandemia ; recorde diário até então.

—  E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre –, reagiu o ex-capitão à pergunta de um repórter no puxadinho do Palácio da Alvorada, em Brasília.

Furou remendou

O vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Marcos Rotta (DEM) avisou que não vai mais permitir “remendos” mal feitos pela Águas de Manaus  nas ruas da cidade.

O homem tem razão.

Toda vez que a concessionária de água precisa fazer um concerto, cava o local, detona tudo,  joga um cimento básico  e vai embora.

Chamada na responsa

De acordo com  Rotta, trata-se de uma empresa que não tem o mínimo de sensibilidade e muito menos responsabilidade com a cidade de Manaus.

— A determinação do prefeito David Almeida é que a empresa seja chamada a sua responsabilidade e a partir de hoje faça os reparos nas vias da cidade como deve ser feito, chega de remendos nas ruas de Manaus – advertiu.

Vice-prefeito vai se reunir com a Águas de Manaus na terça-feira 

Basta de remendos

Rotta está  acionando a Agência Reguladora do Município (,  Ageman) , para que tome providências imediatas.

— A concessionária de água não pode continuar rasgando as vias da cidade de Manaus, para fazer o seu trabalho, que é louvável, e depois apenas remendar, porque não podemos chamar isso aqui de obra – disse o secretário.

Tubarões do oxigênio

A Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, notificou as principais produtoras de oxigênio do país devido à alta de preços do insumo, essencial no tratamento da Covid-19.

Conforme dados do relatório da Secretaria de Defesa do Consumidor, foi identificado um aumento no preço do oxigênio em Estados da Região Norte e Sudeste do país.

Vão ter que explicar

Com isso, as empresas terão prazo de dez dias, a partir do recebimento, para prestarem informações sobre o reajuste do preço do oxigênio no Amazonas e Estados como Rondônia, Acre, Roraima e São Paulo.

É proibido cortar

O deputado Cabo Maciel subscreveu o Projeto de Lei (PL) que proíbe que as concessionárias de serviços públicos de água e energia elétrica realizam o corte do fornecimento de seus serviços por falta de pagamento, “durante situações de extrema gravidade social incluindo pandemias”.

Tem que avisar

A Lei Estadual nº 83, em seu artigo 17, garante que para realizar qualquer vistoria técnica no medidor do usuário, as empresas fornecedoras de energia elétrica e água, no Amazonas, deverão marcar a visita com um prazo de antecedência superior a 48 horas.

ÚLTIMA HORA

A aprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro no Nordeste despencou nos últimos 4 meses e chegou a 29% –umas das mais baixas taxas registradas na região. Os resultados são de pesquisa PoderData realizada no início desta semana, de 1º a 3 de fevereiro de 2021. Os números –que indicam trajetória de queda na percepção positiva da administração federal– são observados no mesmo momento em que teve fim o auxílio emergencial, pago pelo governo para afagar os brasileiros mais pobres na pandemia.

A desaprovação, que também vinha em trajetória de alta, ficou agora em 59% –estável desde o último levantamento. Em setembro de 2020, o presidente teve um dos seus melhores momentos na região: era aprovado por mais da metade dos residentes, e desaprovado por apenas 33%.

ORGULHO

A Nike lançou nesta segunda, 01, uma linha de tênis rápidos e fáceis de calçar, adaptáveis às condições de pessoas com paralisia. É só encostar o pé, como se faz num chinelo e o tênis “abraça” o pé. O Nike Go FlyEase foi inspirado na história comovente de um jovem com paralisia cerebral que escreveu uma carta para a empresa em 2012 pedindo algo semelhante. A pergunta era “por que a Nike não tem tênis esportivo para pessoas com deficiência?”. Por fim, a Nike desenvolveu toda uma linha de tênis que são rápidos e fáceis de calçar. A linha FlyEase torna os calçados esportivos acessíveis para uma ampla gama de pessoas – e eles continuam fazendo outros designs.

VERGONHA

Bolsonaro ergue um cartaz ofensivo à Rede Globo, em Cascavel (PR)


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar a emissora Rede Globo de Televisão. Ele ergueu um cartaz escrito “Globo Lixo”, durante o desembarque no Aeroporto de Cascavel-PR, na manhã de quinta-feira (4). Uma aglomeração de pessoas foi até o aeroporto recepcionar o presidente. Sem máscara, Bolsonaro foi recebido com aglomeração e teve contato direto com diversas pessoas — várias delas usavam incorretamente o item de proteção facial. Bolsonaro também levantou uma embalagem de leite condensado. O produto ainda é pivô de uma polêmica após o governo federal gastar R$ 15 milhões com o item no ano de 2020.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.