BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - DOIS BICUDOS NÃO SE BEIJAM – Plínio Valério revela por que traiu Arthur Virgílio seu colega de partido



O senador Plínio Valério fez uma acusação grave contra  senador Arthur Virgílio, seu companheiro de partido. Disse que o ex-prefeito de Manaus disputou as prévias do PSDB para  apoiar o governador de São Paulo, João Dória.

— O Arthur foi para uma coletiva e foi mal na coletiva. Atacou o Eduardo Leite [governador do Rio Grande do Sul], atacou o Aécio [Neves, deputado federal por Minas Gerais]. Ficou claro para todos nós o que antes tínhamos dúvidas: de que ele estava a serviço do João Doria. Então eu disse “não voto mais no Arthur”, e votei no Eduardo Leite –, acusou  o tucano de Eirunepé ao Amazonas 1.

Quem conhece o Arthur Virgílio sabe que isso não ficará sem resposta. Vem chumbo grosso por aí. É só aguardar.

Recorde amargo

E por falar em Virgílio o ex-ministro de FHC chamou a atenção,  em artigo assinado,  que recentemente, o mundo registrou dois recordes sucessivos de Covid-19, com 2,59 milhões de casos em apenas 24 horas (05.01) e 2,4 milhões (04.01), números diretamente ligados a variante Ômicron, transmitida com mais facilidade que as variantes anteriores.

Por longo tempo

Para Arthur, fica cada vez mais claro que a Covid-19 vai permanecer ainda por muito tempo em nossas vidas e que devemos nos convencer de adotar as medidas para nos proteger e aqueles que amamos.

— Pais, mães, avós, filhos, vizinhos, amigos... tantos que se foram. Não pode ser em vão e nem precisamos mais ver famílias se esfacelando.

Língua de índio

Manaus registra mais um  avanço da educação escolar indígena de Manaus. A Prefeitura de Manaus acaba de aprovar a inclusão das línguas maternas kambeba e nheengatu como matéria no currículo educacional das escolas municipais indígenas.

— Trata-se de um marco histórico na educação do Brasil, pois esta iniciativa vai propiciar o resgate das línguas em estudo, e com isso impulsionar a valorização da cultura e da identidade dos falantes nativos – reconhece o subsecretário de Gestão Educacional, Carlos Guedelha.

Soldado que faz

Enquanto alguns militares fazem política em Brasília, outros trabalham intensamente na Amazônia, onde prestam um grande trabalho social às comunidades ribeirinhas e até às tribos indígenas.

Bebê veio a mundo pelas mãos de oficiais da 16ª Brigada de Infantaria de Selva realizaram dois partos na Amazônia

Parto na floresta

Na última semana, militares da 16ª Brigada de Infantaria de Selva realizaram dois partos na Amazônia. Os casos aconteceram na região de Tefé e Tabatinga, no Amazonas.

Pelas mãos do Exército

O primeiro caso foi na última quinta-feira (6/1), quando uma mulher e seu companheiro solicitaram ajuda na 16ª Base de Logística na região próxima ao terminal fluvial utilizado pelas organizações militares da guarnição de Tefé.

Mãe peruana

O segundo foi no sábado (8/1), uma mulher peruana, da Comunidade São José dos Palmares, estava em trabalho de parto a mais de 24 horas, quando buscou apoio do 4º Pelotão Especial de Fronteira.

Prêmio Sesc

Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Sesc de Literatura. Trata-se de um dos mais importantes e consagrados do país na distinção de escritores inéditos. Podem concorrer autores não publicados nas categorias Romance e Conto.

Prêmio Sesc 2

Os interessados têm até o dia 11 de fevereiro para concluir o processo de inscrição, que é gratuito e online. O regulamento completo pode ser acessado em www.sesc.com.br/premiosesc.

Inchada

Manaus segue como a   7ª cidade mais populosa do país, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Novas leis

A superpopulação da capital cria desafios para as políticas públicas de mobilidade tanto em Manaus quanto no interior. Por isso a Assembleia Legislativa sancionou 10 novas leis, parte delas direcionadas aos municípios.

Salvem os empregos

O governador Wilson Lima disse que a recuperação de empregos é uma das principais metas do Governo do Amazonas para este ano.

—   Nós prorrogamos, com ajuda da Assembleia Legislativa, a Lei de Incentivos Fiscais por mais 10 anos para dar segurança para aqueles que estão investindo aqui e para aqueles que tenham interesse em vir para o estado do Amazonas”, disse o governador.

Comida na mesa

Para o governador,  esta e a  segunda meta mais importante para o ano de 2022. A número um é colocar comida na mesa dos amazonenses por meio de programas que garantam a segurança alimentar da população.

Wilson cita o pagamento do Auxílio Estadual, a instalação de mais unidades do Prato Cheio e a realização de mais edições do Peixe no Prato Solidário.

Audiência de custódia

O TJAM vai realizar audiência de custódia por sistema de videoconferência. As audiências ocorrerão no Centro de Recebimento e Triagem (CRT), unidade prisional vinculada à Seap.

O Centro de Detenção Provisória Masculino I (CDPM I) ficará responsável por garantir a apresentação do detento e fornecer em sua estrutura física, as salas para realização destas atividades.

Alô, prefeitura!

A cratera que já devorou a sarjeta e agora engole aos poucos a pista fica na rua principal do Conjunto Residencial Tiradentes, a rua das Flores (Não confundir com Avenida das Flores). A enorme erosão (foto)  não representa  perigo apenas para as pessoas que caminham no estreito meio-fio, mas também para os carros que transitam em velocidade a poucos metros da sarjeta. Está na hora dos trabalhadores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf) dar uma passada lá. Fica o alerta!

ÚLTIMA HORA

Bolsonaro diz o que quer e não quer ouvir o que não  quer

O presidente Jair Bolsonaro (PL) diz o que quer e depois não segura a “onda”.  Nesta segunda-feira,10/01, ele respondeu hoje a uma nota emitida no último sábado (8) pelo diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres, negando tê-lo acusado de corrupção. Bolsonaro definiu a carta de Barra Torres  como "agressiva" e disse ter se surpreendido com seu posicionamento.

— Carta agressiva, não tinha motivo para aquilo. Eu falei 'o que está por trás do que a Anvisa vem fazendo' [quanto à vacinação de crianças contra a covid-19], ninguém acusou ninguém de corrupto. Por enquanto, não tenho o que fazer no tocante a isso aí", disse o presidente.

Na última quinta (6), à TV Nova, Bolsonaro havia sugerido que a Anvisa e "pessoas taradas por vacina" poderiam ter interesses ocultos por trás do aval à vacinação de crianças contra a covid-19, que já acontece em países como Chile e Estados Unidos. O presidente, porém, não apresentou provas de suas alegações.

ORGULHO

A empresária Neila Lara Baragchum chegou a ser chamada de louca por ter acionado o Corpo de bombeiros e denunciado as rachaduras no prédio que desabou na última quinta, 6 em Taguatinga Sul – a meia hora de Brasília. As ingormações são do site SoNotíciaBoa. Depois que o edifício ruiu, ela agradece por ter conseguido evitar a morte de mais de 50 famílias que viviam lá, a maioria de aluguel: “Deus me usou para que nenhuma vida fosse perdida”, disse a sobrevivente de desabamento em entrevista ao Correio Braziliense. A empresária, que tinha um oficina no térreo do prédio, conta que sentiu uma sensação estranha ao notar rachaduras nas paredes, por isso ligou para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e alertou sobre a possibilidade de o edifício desabar a qualquer momento.

VERGONHA

Um dos maiores fundos de investimento do mundo não bota mais um centavo no Brasil no governo Bolsonaro. Em uma conversa com empresários brasileiros, o head da América Latina da BlackRock, Dominik Rohe, afirmou que o fundo só voltará a investir no país com a mudança de governo, possivelmente no ano que vem. Ele pautou sua fala no negacionismo do presidente Jair Bolsonaro, no cenário de juros e inflação altos e no que classificou como um excesso de promessas, sem qualquer retorno, por parte do ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo ele, Guedes promete demais e entrega de menos. Rohe não crê no andamento de qualquer projeto do ministro neste ano.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.