BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - DINHEIRO EM PARAÍSO FISCAL – O “posto Ipiranga” de Bolsonaro está desmoronando


A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (5) a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para explicar suas movimentações financeiras no exterior através de offshore em paraíso fiscal.

Convocado, Guedes será trucidado na Câmara e no Senado. O ministro da Economia abriu uma offshore, em 2014, nas Ilhas Virgens Britânicas, no Caribe, e, com a alta do dólar, valorizou o seu patrimônio em pelo menos R$ 14 milhões de 2019 em diante. Depois da Câmara, agora é o Senado que aprova a convocação de Paulo Guedes. O convite se estende ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. A intenção é realizar a audiência no dia 19 de outubro.

O Brasil da offshore

Isso tá pegando mal para o “posto Ipiranga” de Bolsonaro. Afinal, Guedes encheu a boca para dizer, dias desses, que o “Brasil está decolando”. Mas, certamente, o que mais decolou foi o Brasil da offshore do ministro da economia.

R$ 14 milhões em um dia

Para se ter uma ideia, só com a disparada do dólar, o ministro da economia ganhou R$ 14 milhões, sem fazer absolutamente nada, só manipulando a economia brasileira, se modo a promover o melhor para a “economia” e não para as pessoas.

Quem lucra com...

A elevação do dólar, simplesmente traz lucros.

E, “coincidentemente”, a aplicação milionária do ministro está em dólar.

Será que a política de manutenção do dólar alto não seria em benefício próprio?

...a disparada do dólar?

Se for, todos estamos pagando as contas, já que a gasolina, os alimentos, a energia elétrica e tudo mais está sendo pressionado para cima, tem trazido fome, desemprego e a disseminação da inflação por todos os setores da economia brasileira.

Braga evita pré-julgamento

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) disse que não é possível fazer pré-julgamentos. Mas, para o parlamentar, Paulo Guedes e Roberto Campos Neto devem explicações.

— Se um político aparece com uma conta offshore, todos estarão apontando o dedo e muito provavelmente estarão entrando no Conselho de Ética contra ele.

Afinal, é o ministro!

Braga também adverte que, quando as autoridades monetárias aparecem com contas em offshore, é mais do que necessário de que haja todos os esclarecimentos.

— Não é pouca coisa: é o ministro da economia e o presidente do Banco Central –, cobrou Eduardo.

Futebol e vacina

Vacina Premiada vai levar torcedor vacinado ao jogo da seleção na Arena da Amazônia

O governador Wilson Lima teve uma grande sacada.

O amazonense que estiver com a imunização contra Covid-19 em dia vai poder concorrer a ingressos para assistir, de graça, ao jogo entre Brasil e Uruguai, na Arena da Amazônia, em Manaus.

“Vacina Premiada”

A campanha foi lançada pelo próprio governador, nesta terça-feira (05/10), a campanha “Vacina Premiada” vai sortear três mil ingressos da partida marcada para o próximo dia 14 de outubro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Fifa Catar 2022. É o primeiro evento esportivo com público no estado desde o início da pandemia.

E o Nobel não veio

O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), ironizou o fato de os defensores da cloroquina para tratamento da covid-19 não terem ganhado o prêmio Nobel de Medicina.

Cutucada

Omar disse que estava assistindo Tv, quando viu que o Nobel saiu para dois americanos, um libanês naturalizado americano.

— Pensei que o pessoal que estava concorrendo do Brasil, que prescreveu cloroquina, induziu o povo a tomar cloroquina, ia ganhar. Mas nenhum deles foi citado sequer –, cutucou o  senador.

Injustiçados

Durante a reunião da CPI,  Aziz ainda completou.

— Pensei que alguém ia ganhar, porque uma pessoa que descobre essa fórmula mágica de salvar pessoas em plena pandemia, com certeza não ganharia só o Prêmio Nobel de Medicina, iria ganhar muito mais coisa –, cutucou o senador do Amazonas.

Pela fé!

Quando se imagina que nada pode ficar pior, surge o nome de Silas Malafaia como vice na chapa de Bolsonaro, em 2022.

Pressão no templo

A ideia tem sido articulada por grupo de pastores neopentecostais mais radicais, que têm em Malafaia uma espécie de liderança religiosa.

ÚLTIMA HORA

ONU quer fim imediato de crianças vestidas de militares, com armas usadas em eventos  por Bolsonaro

Crianças estão sendo usadas nos eventos de Bolsonaro

O Comitê da ONU (Organização das Nações Unidas) dos Direitos da Criança quer o fim imediato do uso de crianças vestidas como militares ou portando armas de eventos políticos realizados pelo presidente Jair Bolsonaro.

Numa declaração feita nesta terça-feira em Genebra em resposta a um questionamento enviado pela reportagem do UOL ainda na semana passada, o mecanismo especial da ONU condenou o comportamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e alertou que tal uso viola os compromissos internacionais assumidos pelo país e deve ser criminalizado.

ORGULHO

Esta é a incrível história da noiva que casou com o sogro. Quando a pandemia da Covid-19 começou, a analista judiciário Paula Souza Sabatini Brandão não imaginava que viveria uma história de amor em estilo nada convencional. Conheceu o futuro noivo, engenheiro Guilherme Augusto Brandão Silva virtualmente e m pouco tempo decidiram casar. Mas, como  ele trabalha na Holanda.

— – A gente tentou que ele viesse, mas a empresa não recebeu bem porque estava aquela loucura dos índices da pandemia por aqui. E eu não podia ir porque o voo para lá estava banido – explicou Paula. Os apaixonados não podia se encontrar pessoalmente, o casamento teve de ocorrer por procuração. O pai do noivo, Augusto Silva Filho, foi o representante legal do filho, que acompanhou tudo por videochamada.

VERGONHA

Tribunal de Contas da União (TCU) suspendeu uma compra de imunoglobulina feita em agosto pelo Ministério da Saúde. As empresas vencedoras ofereceram o medicamento por R$ 160 milhões a mais que o concorrente –, desclassificado na licitação. O ministro Bruno Dantas, do TCU, despachou a decisão cautelar (temporária) na segunda-feira (4/10). O tribunal afirmou que o processo ainda não foi apreciado pela Corte e deve ser pautado na sessão plenária desta quarta-feira (6/10). A Virchow Biotech entrou com a ação e questionou o fato de ter sido desclassificada sob o argumento de que não teria uma pré-qualificação na Organização Mundial de Saúde (OMS) para fornecer o medicamento.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.