Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Dito & Feito – Braga vê nova ameaça à Zona Franca

Um regime tributário diferenciado implementado pelo governo do Paraguai, que não está em conformidade com as normas do Mercosul e da Organização Mundial do Comércio (OMC), é a nova ameaça à Zona Franca de Manaus (ZFM). O alerta foi feito pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM), em pronunciamento na tribuna do Senado, na tarde desta quarta-feira, 07/02. “Estou realmente preocupado com as notícias de instalação de indústrias brasileiras no Paraguai. Temos que criar uma comissão do Senado para ir ao ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, com objetivo de mostrar os prejuízos ao país e, principalmente, à Zona Franca de Manaus”, disse Eduardo.

‘REGIME DE MAQUILA’

Ainda durante seu pronunciamento, o senador denunciou que o Paraguai está praticando o ‘regime de maquila’, no qual as indústrias pagam apenas um tributo correspondente a 1% do valor agregado. “Além dos custos de mão-de-obra, energia elétrica e dos incentivos fiscais associados ao regime de maquila, outros aspectos burocráticos colocam o Brasil em posição desconfortável. Hoje, ocupamos a posição 125 no ranking formado por 190 economias, ao passo que o Paraguai está na posição 108”, alertou.

PREOCUPAÇÃO

Segundo o senador, não foi identificada movimentação de empresas da Zona Franca de Manaus em direção ao Paraguai. “Mas não se pode descartar um eventual movimento futuro dessas empresas e, tampouco, a possibilidade de perda de investimentos que poderiam ser destinados à nossa Zona Franca”, destacou.

TRANSPORTE FLUVIAL

O presidente do Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial do Amazonas (Sindarma), Galdino Alencar, visitou o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) em busca de apoio para o setor. Dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) mostram que o número de passageiros que utilizam embarcações para se transportarem pelo estado do Amazonas passa de um milhão e setecentos mil.

PIRATARIA

“Vim em busca da força do deputado Pauderney, pois ele conhece bem a região e é sensível aos problemas que enfrentamos”, disse Galdino. A maior demanda da entidade hoje é garantir mais segurança às embarcações. “Infelizmente, nossos rios ainda sofrem com ações de piratas, muitas balsas são assaltadas principalmente por conta do combustível”, complementou o presidente do Sindarma. O último levantamento feito pelas transportadoras mostra que o valor estimado de roubo por ano é de aproximadamente R$100 milhões.

PAUDERNEY ARTICULA FORÇA

De acordo com o sindicato, a navegação fluvial é o principal modal de transporte no Amazonas e é responsável pelo abastecimento de 90% dos 62 municípios amazonenses. “Pelos rios são transportados passageiros, alimentos, combustíveis, cargas e insumos. Vou trabalhar para conseguir mais segurança durante os trajetos fluviais, buscando uma solução junto ao governo federal para criar uma polícia especializada, assim como existe a polícia rodoviária nas estradas brasileiras. Além de tentar articular uma força tarefa entre os estados da Amazônia Legal para combater o crime nos rios”, afirmou o deputado Pauderney.

REVOLTA EM BOA VISTA

A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), anunciou na noite da quarta-feira (7) que não deverá participar da reunião com os ministros Torquato Jardim (Justiça), Raul Jungmann (Defesa) e Sérgio Etchegoyen (GSI), prevista para quinta-feira (8), para tratar da crise migratória dos venezuelanos.

DESRESPEITO

Suely considerou um desrespeito os ministros terem cancelado a reunião agendada no Palácio do Governo para discutir a situação dos venezuelanos e terem transferido o encontro para a base área de Boa Vista antes de uma viagem para o Suriname.

QUEM LIGA PARA  O NORTE?

A manifestação de Suely ocorre depois da nota de repúdio divulgada pela bancada de Roraima na Câmara dos Deputados segunda a qual o governo federal “não está dando a devida importância para o caos em que estamos vivendo”.

O BURACO DA RUA PARÁ

A Prefeitura de Manaus entregou nesta quarta-feira, 7/2, uma notificação cobrando da concessionária de abastecimento de água Manaus Ambiental o ressarcimento de R$472 mil referente ao valor gasto pelo Município na obra emergencial de recuperação de uma erosão na rua Pará, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, ocasionada pelo vazamento de uma rede de abastecimento de água. O documento foi entregue pelo prefeito em exercício e secretário Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, ao diretor de operações da concessionária, Luís Couto.

COBRANÇA

A cobrança foi uma determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, em virtude do prejuízo que a falta de manutenção na rede de abastecimento de água, por parte da Manaus Ambiental, causou ao Município. O rompimento da rede ocasionou a abertura de uma grande cratera na rua Pará no dia 17/12 do ano passado.

OMAR E A SEGURANÇA

Em discurso na tribuna do Senado Federal, em Brasília, na tarde desta quarta-feira, 7, o senador Omar Aziz (PSD) destacou a valorização dos servidores da Segurança Pública como ponto principal para o combate a criminalidade. O pronunciamento foi feito durante a votação do projeto de lei de autoria do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), que obriga a instalação de bloqueadores de sinais de telefones celulares em penitenciárias e presídios.

TELEFONES NAS CELAS

“Precisamos aprovar um projeto para que possamos controlar essas ligações que saem de dentro dos presídios. As tecnologias, o armamento, os bloqueadores de celulares são importantes, mas o mais importante é a valorização do policial. Nenhum equipamento funciona perfeitamente, apesar do alto grau de tecnologia, se não tiver por trás dele um bom policial”, assegurou Aziz.

FRONTEIRAS

Ainda durante o discurso, o senador voltou a lembrar da importância de proteger as fronteiras para impedir a entrada de drogas e armas. Para ele, a falta de vontade política deixa as fronteiras desguarnecidas.“Venho de uma região que tem a maior fronteira com os países que produzem drogas no mundo, que é a Colômbia e o Peru. Lá, entra toneladas e toneladas de drogas e nossas fronteiras não são protegidas por falta de vontade política. Até agora não apareceu nenhum presidente para fazer nada, por isso estamos convivendo com esse alto grau de violência, pois o tráfico é o que mais mata no Brasil”, destacou.

 

 

APLAUSOS

Para o secretário de Segurança Bosco Saraiva. Ao saber a denúncia do Blog do Mário Adolfo sobre a depredação do prédio da Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, decidiu ir pessoalmente ao local verificar a situação. Após inspecionar determinou fechamento das entradas e pediu um guarda para vigiar a área. É isso que esperamos de gestores público, que encarem os problemas de forma direta.

VAIAS

Para o homem que foi pego roubando cabos da NET no bairro da Cachoeirinha. É por conta deste tipo de ato que sofremos diariamente com a queda de qualidade no serviço. É QUINTA vez que Israel Ortiz da Silva, 25, é pego pelo mesmo crime. Por que ele não é tirado de circulação de uma vez por todas? E quem compra os cabos deste rapaz?

Deixe uma resposta