BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Bolsonaro provoca Omar. Senador manda presidente ir “comprar vacina”


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma publicação em uma rede social em tom de provocação ao presidente da CPI da Covid , o senador Omar Azis (PSD-AM).

A postagem foi feita pouco antes do início da sessão desta terça-feira, 25, da comissão, que conta com a oitiva da secretária de Gestão do Trabalho e na Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como "Capitã Cloroquina".
Bolsonaro publicou no Facebook um print do Projeto de Lei (PL) de autoria de Aziz que objetiva "tipificar o crime de prescrição de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais sem comprovação científica".

Defensor do uso da cloroquina no tratamento da Covid-19, Bolsonaro escreveu na legenda: "Médicos podem ser punidos com até 3 anos de detenção caso receitem qualquer remédio sem comprovação científica para aquela doença. Deixe o seu comentário".

Ataques na Rede

Apenas duas horas depois da publicação, foram mobilizados 22 mil comentários e mais de 4,8 mil compartilhamentos. A cloroquina e a hidroxicloroquina são remédios sem comprovação científica de eficácia para o tratamento da Covid-19. Há especialistas que alertam, inclusive, sobre efeitos colaterais graves das substâncias.

Bate e rebate

Omar rebateu a postagem feita pelo presidente da República, depois de informar que o  projeto foi retirado a seu pedido de Aziz.

—  Eu mandei retirar porque muitos profissionais de saúde disseram: “Omar melhor você analisar bem, isso vai prejudicar a gente”.

— Eu faço autocrítica naquilo que acho errado, não faço cavalo de batalha em nada quando ouço profissionais da área –, justificou o senador.

Vá comprar vacina

Em seguida, Omar mandou alguns recados para Jair não perder tempo com picuinhas.

— Presidente, não perca seu tempo ou quem quer que seja em suas redes sociais de postar esse projeto porque ele já foi retirado antes desse texto no seu Twitter.

Perca seu tempo ligando para lideranças internacionais para comprar vacina.

Ouça meu conselho

O  senador do Amazonas também deu alguns conselhos ao presidente “negacionista”:

—Bote em seu Twitter: Faça o isolamento social! Se cuidem, essa doença mata! Não desça tanto para vir criticar um simples projeto que já foi retirado.

Arthur detona

O ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio contestou as declarações da  secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde (MS), nesta terça-feira, 25, na CPI da Covid.

— É um ato grave e com séria punição. Ela está claramente mentindo na CPI da Pandemia.

Festival de mentiras

Segundo depoimento de Mayra, durante a segunda onda, em janeiro deste ano, ela encontrou a rede de saúde de Manaus desestruturada, com unidades fechadas, sem médicos e medicamentos.

— É um festival de mentiras. Nem eu e nem o atual prefeito, David Almeida, deixamos as Unidade Básicas de Saúde desassistidas.

Saiu com saldo

A  prova disso, segundo o ex-senador, é que ele entregou a gestão com 67,28% de cobertura em Atenção Básica, “o melhor dos últimos 13 anos, conforme dados do Ministério da Saúde”.

— Além disso, criamos toda uma estrutura para atendimento preferencial aos casos suspeitos de Covid-19, com testagem, inclusive, em comunidades indígenas e áreas ribeirinhas. Todos os serviços não só foram mantidos, como ampliados pela atual gestão da Prefeitura de Manaus –, detalhou Arthur.

Bate boca

Continua circulando amplamente nas redes sociais o vídeo onde o  senador Eduardo Braga (MDB-AM) bate boca com o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM). O arranca rabo aconteceu na semana passada, mas só agora o motivo veio à tona.

Tem  dinheiro

Reforçando o que vem dizendo a tropa de choque de Bolsonaro – mesmo se autoproclamando “independente”, Eduardo disse que “não faltou dinheiro não” pra combater a pandemia.

Culpa de quem?

Aziz interrompe e pergunta “de quem é?” (a culpa).

Braga responde alterando a voz:

—Do governador do estado, do prefeito de Manaus, da saúde pública...

O presidente da CPI então responde:

— Fala do prefeito, fala…

Dudu responde:

—Eu falei, eu falei!

Mamãe eu quero

Braga e Aziz já foram governadores do Amazonas e estão de olho na cadeira de Wilson Lima. Ambos são considerados pré-candidatos ao cargo novamente em 2022.

Vade retro!

Acredite,  faça figa, bata na madeira três vezes:  O ex-ministro Eduardo Pazuello,  também é pré-candidato ao governo do Amazonas, tendo como vice o coronel Alfredo Menezes.

Difícil passar

Parlamentares no Congresso já pressionam o governo para que seja disponibilizado novo saque para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) neste ano. A proposta, porém, está travada e sem previsão de lançamento.

Um dos projetos é assinado pelo deputado Sidney Leite (PSD-AM), que visa a retirada de R$ por trabalhador.

Cabeça no cutelo

Do general Mourão, vice-presidente da República( na geladeira), sobre a participação do general Pazuello na manifestação de Bolsonaro, domingo no Rio.

—  Eu sei que o Pazuello já entrou em contato com o comandante (do Exército) informando ali, colocando a cabeça dele no cutelo, entendendo que cometeu um erro.

ÚLTIMA HORA

Exército pode punir Pazuello, mas Bolsonaro já disse que não aceita

O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, foi informado pelo Exército sobre abertura de apuração disciplinar contra ele, por ter participado de um ato favorável ao presidente Jair Bolsonaro no domingo (23/5). O Estatuto Militar e o Código Disciplinar do Exército proíbe que integrantes da força participem de manifestações políticas.  De acordo com fontes no Alto Comando do Exército, Pazuello terá 10 dias para se justificar. Após isso, o comandante da instituição, general Paulo Sérgio, decide qual punição será aplicada.  A interlocutores, o presidente Jair Bolsonaro promete suspender qualquer penalização ao ex-ministro.

A abertura de procedimento seria informada pelo Exército em nota à imprensa. No entanto, o presidente afirmou ao ministro da Defesa, Braga Netto, que não aceita qualquer posição pública do Exército sobre o assunto. Apesar de ter ocupado um cargo no Executivo, Pazuello ainda é militar da ativa. Alguns generais quatro estrelas falam em risco de ruptura institucional entre o governo e o Exército caso o presidente insista nas interferências.

ORGULHO

Nesta quarta-feira (26) acontece a última, e maior, superlua de 2021. E ela vem com um bônus: o único eclipse total da Lua neste ano, que infelizmente não será visível a olho nu aqui do Brasil. Mas temos as maravilhas da tecnologia para nos salvar de situações como esta. Vários telescópios ao redor do mundo vão acompanhar o evento em tempo real, transmitindo as imagens ao vivo para internautas do mundo todo. Durante o eclipse, a Lua terá uma aparência avermelhada devido à sombra da Terra projetada sobre ela, o que lhe dá o apelido de “Lua de Sangue”. O observatório Griffith, de Los Angeles, irá transmitir o evento ao vivo a partir das 5h45 (horário de Brasília), pouco antes da Lua chegar à Penumbra, até as 10h, quando o eclipse termina.

VERGONHA

A deputada bolsonarista Alê arma barraco no aeroporto: sabe com quem está falando?

A deputada federal Alessandra Silva (PSL-MG), conhecida como Alê Silva, filmou parte da área de inspeção do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana, na manhã desta terça-feira (25), depois de ser retirada do avião por um policial federal ao se negar a passar pelo processo de vistoria da bagagem. Fazer imagens na área de segurança infringe resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), segundo a PF.

De acordo com a BH Airport, concessionária que administra o aeroporto, durante o processo de inspeção dos pertences de mão da passageira, foi identificado um item proibido - uma tesoura - para o ingresso na Área Restrita de Segurança e também a bordo de aeronaves.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.