BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Bolsonaro manda cooptar Eduardo Braga de vez


Novo ministro da Casa Civil, o senador licenciado Ciro Nogueira (PP-PI) assumirá o papel de principal estrategista do governo Jair Bolsonaro na CPI da Covid. Hoje a comissão é o maior foco de desgaste para o presidente da República no Senado.

Líder do centrão, Ciro foi nomeado nesta quarta-feira (28) como substituto do general Luiz Eduardo Ramos na Casa Civil e disse a aliados que será o responsável por desenhar a estratégia governista no colegiado. De acordo com aliados, o foco imediato da ação de Ciro deve ser tentar reequilibrar a composição de forças na CPI. A avaliação é que existe espaço para uma aproximação entre o Planalto e o senador Eduardo Braga (MDB-AM), que iniciou os trabalhos da CPI como integrante do bloco majoritário, o chamado G7, mas tem assumido posições menos hostis ao governo.

Quem te viu...

E por falar em Centrão, o  general Augusto Heleno (no traço de Jorge Braga)  , do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), assim como o chefe,  também mudou o discurso.

Heleno protagonizou, ainda na campanha de 2018, um dos episódios que marcaram o discurso contra a velha política do então candidato à Presidência Bolsonaro.

Se gritar pega Centrão...

Ele aproveitou um ato partidário para, em suas palavras, cantar uma “musiquinha”. “Se gritar pega centrão, não fica um, meu irmão”, afirmou.

Em sua versão, o general canta “centrão” no lugar de “ladrão”, que consta na letra original composta por Ary do Cavaco e Bebeto Di São João.

Farinha do saco

Pouco mais de dois anos depois, a retórica do governo mudou radicalmente.

— Eu nasci de lá [do centrão] –, afirmou Bolsonaro no último dia 22. “Eu sou do centrão.”

Acareação na CPI

O senador Omar Aziz defende acareações na CPI da Pandemia

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no Senado, defende a realização de acareações entre pessoas citadas nas investigações.

— Temos duas ou três acareações a serem feitas ali, eu defendo isso. Mas não vou impor, nós vamos conversar sobre isso da importância dessas acareações –, afirmou, em entrevista ao Estado de Minas nesta quinta-feira (29/).

Sem trégua

Os trabalhos da CPI da Covid, apesar de não terem sido interrompidos com o recesso parlamentar, serão oficialmente retomados nesta segunda-feira (2).

— Apesar do recesso, continuamos investigando uma série de documentos que chegaram à CPI e a gente tem que analisar ponto a ponto, porque, às vezes, uma informação escapa –, explicou o senador.

Arthur não abre mão


O presidente do PSDB-Amazonas, ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, disse que não há nenhum impedimento ou entrave à sua candidatura, como afirmou a reportagem de um jornal de circulação nacional.

O jornal em questão é o Estado de S. Paulo, que publicou matéria dizendo que  dificilmente o tucano do Amazonas conseguirá cumprir a regra que estabelece um mínimo de apoiamento nas bancadas.

Validação do processo

O PSDB tem 33 deputados federais e 7 senadores. Isto significa que cada candidato inscrito deverá ter o aval de, no mínimo, 11 deputados e 3 senadores.

— O que ficou acertado é que os inscritos deverão ter o aval da bancada e isso não é excludente, ou seja, um congressista que validar a inscrição de um candidato pode validar todas que ele considerar justas. Não significa apoio, mas apenas a validação do processo –, explicou Arthur Virgílio.

Firme e forte

Arthur descartou a informação, garantindo que que sua pré-candidatura às prévias do partido para presidente da República “está firme e forte”.

— Sou conhecedor de todas as regras, trabalhei junto aos meus companheiros para consolidá-las e não vejo qualquer ameaça.

Única hipótese

O ex-ministro chefe da Casa Civil da presidência da Republica avisa que só  abandonaria a sua candidatura para abraçar outra.

— A  candidatura que o PSDB, entre filiados, dirigentes e parlamentares, escolher nas prévias de novembro para disputar a presidência da República –, afirmou o pré-candidato.

Carta aos neonazistas

Ao jornal The Intercept Brasil , a antropóloga Adriana Dias disse ter encontrado uma carta assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicada em sites do movimento.

"Vocês são a razão da existência do meu mandato" – diz trecho do texto. Na carta, no entanto, não fica claro se Bolsonaro se referia aos integrantes dos sites ou se o conteúdo foi publicado como referência a alguém.

Provas impressas

A pesquisadora afirmou ter tido acesso ao conteúdo enquanto fazia uma busca sobre a movimentação de grupos neonazistas no Brasil.

— Eu abri em uma página aleatória e ali estava o nome de Jair Bolsonaro –, disse  ela ao The Intercept .

A antropóloga afirmou que já imprimiu milhares de páginas de sites desse tipo para tê-los como provas.

ÚLTIMA HORA

Flávia Alessandra está de férias no  Amazonas

Flávia, com marido, Otaviano Costa, e a caçula Olívia conferem a beleza do Encontro das Águas, em Manaus

Flávia Alessandra está curtindo as férias com a família na Amazônia e entrou no clima selvagem, ficando pendurada em um cipó. A atriz, que até o último dia 16 podia ser vista todas as noites na pele de Helena na novela "Salve-se Quem Puder", está viajando com o marido, Otaviano Costa, e a caçula Olívia, compartilhando os momentos nas redes sociais.  Na terça-feira (27), Flávia colocou um maiô e elogiou o local. "No coração do nosso país, a Amazônia. Assistir ao pôr-do-sol do flutuante. O encontro das águas do Rio Negro e do Rio Solimões. Oli(via) achando que é boto! Os momentos mais especiais que alguém pode vivenciar no Brasil", postou.

Bem-vindo à selva", escreveu em inglês, na sequência de fotos e vídeos que postou (veja ao final) nesta quarta-feira (28). Além da experiência no cipó, ela mostrou a vista do voo de chegada, em um avião particular, e o passeio de barco que fez de biquíni.

ORGULHO

Um padre dá refeições diárias a 550 pobres é premiado como herói no Equador: trata-se do diretor do Refeitório para o Irmão Necessitado Senhor da Boa Esperança, pe. Wilson Danilo Malave Parrales. Ele recebeu a Honra ao Mérito de Heróis Urbanos, concedida pela prefeitura da maior cidade do país, Guayaquil. O refeitório foi criado há 9 anos como um projeto para fornecer refeições a 80 moradores de rua por dia, mas hoje atende diariamente cerca de 550 pessoas, de segunda a sexta-feira. Além da comida, a iniciativa de ação social e caridade cristã também oferece roupas e instalações para banho e de higiene pessoal de centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade, entre as quais idosos e mães solteiras, migrantes e vendedores ambulantes, mendigos e portadores de deficiências.

VERGONHA

Enquanto um senhor negro, de 70 anos, explicava para seus filhos como funcionava seu trabalho de pintor, em Taguatinga-DF , uma idosa passou próximo à família e gritou "negrada dos infernos, vai pro inferno". O que ela não contava é que um dos filhos encontrava-se gravando o depoimento do pai e havia registrado suas ofensas racistas. Uma policial que passava próximo ao local, à paisana, tentou deter a criminosa. A idosa tentou fugir correndo e, ao ser pega pela agente de segurança, resistiu à prisão desferindo chutes na agente. O caso foi registrado como injúria racial e a criminosa foi conduzida à delegacia, mas foi liberada após pagar uma fiança de R$ 1 mil.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.