BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Arthur diz que Bolsonaro tem que “parar de nhen nhen nhen”


Mais uma vez o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, desferiu um gancho de esquerda no fígado de Jair Bolsonaro.

E novamente as críticas estão cobertas de razão. O presidente declarou nesta quarta-feira,  que que mandou cancelar o protocolo de intenções firmado pelo Ministério da Saúde, para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

— É óbvio que nessa hora eu devo criticá-lo. Isso é um erro. É preciso deixar a política de lado. Não importa se a vacina é da China ou do Doria, o importante é que seja uma vacina que imunize quem está em risco e que evite a perda de vidas.

Bolsonaro disse que  já mandou cancelar o protocolo de intenções de compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinoac.

O presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade. Até porque estaria comprando uma vacina que ninguém está interessado por ela, a não ser nós –, afirmou Bolsonaro.

Chega de nhen-nhen-nhen

O prefeito observou que o país já perdeu vidas demais para ficar nesse nhe-nhe-nhem.

— E poderíamos ter perdido menos vidas se o presidente tivesse, desde o começo, tomado uma atitude de liderança nesse processo.

Aqui será bem-vinda

Virgílio já avisou que a Manaus está disposta a adquirir a CoronaVac e que irá entrar em contato com o governador de São Paulo, para ver como essa aquisição pode ser viabilizada.

— Não acredito que a China, com a influência que tem sobre o mundo, iria colocar, irresponsavelmente, no mercado internacional, uma vacina que fizesse mal –, finalizou Arthur

CoronoVac em Manaus

Arthur, que já havia manifestado, na semana passada, o interesse pela compra da CoronaVac.

— Manaus está disposta a comprar e vou entrar em contato com o governador Doria para que, se for possível, nos venda uma parte ou que nos facilite os canais para nosso acesso –, disse o prefeito.

Alvo das Fake News

Contra as O candidato a prefeito de Manaus, Ricardo Nicolau (PSD), resolveu quebrar o silêncio diante da disseminação de Fake News no WhatsApp e outras redes sociais.

Ao lado dos deputados federais Bosco Saraiva (Solidariedade) e Sidney Leite (PSD), e da sua equipe jurídica, ele foi à Polícia Federal.

Nicolau acionou a PF contra as fake news

Calúnias na rede

Durante reunião  com o superintendente da PF no Amazonas, Delegado Alexandre Saraiva, o candidato entrou com  entrou com um pedido de investigação.

— Solicitamos uma investigação da Polícia Federal contra as fakes news e os crimes que estão sendo cometidos através de WhatsApp em massa para caluniar a nossa imagem e a nossa campanha – disse Nicolau.

Eleições limpas

Nicolau disse que sua coligação vamos admitir Fake News para prejudicar o processo eleitoral.

— Queremos uma eleição limpa, apresentando propostas e soluções para a cidade de Manaus –, disse o candidato do PSD,

Então morra!

Por decisão da Justiça Eleitoral, o petista José Ricardo não poderá mais usar a famosa frase "Então morra!" , de Amazonino Mendes – dita a uma paraense em seu no último mandato na prefeitura.

Quieto, Zé 13!

A frase acabou virando um bordão e vinha sendo usada por Zé 13 para pegar no pé do Negão. Agora, por decisão da Justiça Federal,  o petista vai ter que arranjar outro mote pra deixar o líder das pesquisas na "saia justa".

Justiça proibiu o petista de usar o bordão

Respeito ao mestre

Diante do crescimento da  violência direcionada à profissionais da educação, no exercício das funções aumentou, o deputado Roberto Cidade (PV) apresentou um Projeto para garantir assistência psicológica e social às vítimas da sala de aula.

Ranking negativo

Na justificativa do projeto, o parlamentar destaca uma pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE),  apontando que o Brasil é o País com mais agressões a docentes.

— De acordo com essa pesquisa, dos 100 mil professores entrevistados, 12,5% afirmaram já ter sofrido algum tipo de agressão verbal ou intimidação vinda dos alunos – explicou Cidade.

Carta marcada

Aconteceu o que já era dado como favas contadas. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a indicação do desembargador Kássio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF). O placar foi de 22 votos a favor e 5 contrários. A comissão tem 27 senadores titulares.

Alguma dúvida?

O nome de Marques, agora, segue para o plenário, onde deverá ser confirmado com boa margem de folga. Para ser aprovado, serão necessários 41 votos.

Contra o aborto

Kássio Marques foi questionado sobre diversos temas, de aborto a prisão em segunda instância, de seus problemas no currículo a ativismo no Judiciário.

Ele disse que é um defensor da vida e admitiu que tem arma de fogo em casa e que não turbinou o currículo.

A favor da lagosta

Questionado sobre seu voto a favor da liberação da licitação para compra de lagosta pelo STF afirmou que se posicionaria assim novamente.

—Instituições como o Supremo e o Itamaraty precisam estar preparados para almoços e jantares com autoridades importantes –, justificou.

Bendito é o fruto

Por unanimidade, o plenário da Assembleia Legislativa reconheceu o cultivo do abacaxi em Novo Remanso, distrito de Itacoatiara (a 176 km de Manaus), como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas.

Mel na boca

Autor da proposta, o deputado  João Luiz (Republicanos)  disse que as técnicas adotadas no cultivo fizeram com que o fruto local fosse reconhecido por seu sabor adocicado e de baixa acidez em todo Brasil, sendo motivo de orgulho para o Amazonas e os amazonenses.

Paixão nacional

O deputado lembrou que em junho deste ano, o abacaxi de Novo Remanso ganhou notoriedade nacional ao receber o selo de Indicação Geográfica (IG), na categoria Indicação de Procedência (IP), pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi).

— Além de ganhar publicação na Revista da Propriedade Industrial, um reconhecimento mais que merecido –, destacou JL.

Proposta é do deputado João Luiz

ÚLTIMA HORA

O embaixador da China  no Brasil,  Yang Wanming, ressaltou, nesta quarta-feira (21), os investimentos bilionários de empresas chinesas no Brasil. A postagem foi feita após declarações do presidente  Jair Bolsonaro  (sem partido) que, contradizendo o ministro da Saúde,  Eduardo Pazuello, afirmou que o governo federal  não vai comprar a vacina  'CoronaVac', desenvolvida pela farmacêutica chinesa 'Sinovac', em parceria com o  Instituto Butantan.

Wanming lembrou que nos últimos 2 anos, empresas chinesas investiram no Brasil mais de US$ 15 bilhões em agricultura, nova energia, telecomunicação, eletricidade, petróleo, infraestrutura, logística etc., com mais US$ 5 bilhões de novos investimentos já acordados.

“O total investido no país já superou US$ 80 bilhões e chegará em US$ 109 bilhões em 3 a 5 anos. As empresas chinesas no Brasil criaram mais de 50 mil empregos diretos", afirmou o embaixador Wanming pelo Twitter.

ORGULHO

“As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso… O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados “, disse o Papa Francisco, líder da igreja católica. As afirmações de forma clara e explícita estão em um documentário que entrou em cartaz nesta quarta-feira, 21 na Itália, informou o The Whashington Post. Nele, o Papa pediu a criação de leis de união civil para casais do mesmo sexo, comentário que rompe com o ensino oficial da Igreja Católica e marca seu mais claro apoio à questão LGBT até o momento.

VERGONHA

A onça-pintada que teve as patas queimadas nos incêndios do Pantanal em setembro, finalmente voltou para a natureza. Após mais de um mês de tratamento, ela foi devolvida para o seu habitat nesta segunda, 19. Veja como foi a libertação no vídeo abaixo. Numa imagem que envergonhou o mundo,  a onça foi resgatada com ferimentos de terceiro grau, desidratação e problemas respiratórios causados pela fumaça, na região de Porto Jofre, em Poconé (MT), para onde voltou agora. Em setembro, debilitada, ela invadiu casas de moradores do Pantanal mato-grossense e foi resgatada durante uma operação integrada.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.