BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito: Amazonino vai mesmo Armandinho como vice ou traça nova 'Rotta'?


A assessoria do pré-candidato ao governo do Estado, Amazonino Mendes (Cidadania), não confirma e nem nega, mas o vice do tetra-governador pode ser mesmo seu filho, o empresário Armando Mendes.

A bomba foi detonada na tarde de quinta-feira pelo empresário de comunicação, Ronaldo Tiradentes, pelas ondas de sua Tiradentes FM.

— Está sendo discutido. Há uma possibilidade, mãos o martelo só será batido amanhã –, respondeu um assessor de Amazonino que ontem se encontrava em Humaitá (AM).

A candidatura de Amazonino pela aliança Cidadania-PSDB será confirmada na convenção desta sábado, 30, na quadra do G.R.E.S Sem Compromisso.

Quem é ele

Armandinho Mendes  é filho de Amazonino com Tarcila Prado de Negreiros Mendes (já falecida). É filiado ao PSDB, mas nunca se meteu em política.

Inspirou a UEA

Armando, que morou na Espanha,  é empresário e uma de suas empresas  em Manaus é a Rádio Mix FM. Atuou como conselheiro nos governos do pai. Uma de suas contribuições foi ajudar a implantar o projeto da UEA.

Dormiu vice

Humberto Michilles: cotado para vice, foi surpreendido antes da campanha começar

Se o quiproquó for confirmado,  a maior vítima da  “pernada” será mesmo o ex-deputado federal Humberto Michilles, que dormiu na quarta-feira como candidato a vice-governador e acordou com o tapete puxado.

Leal companheiro

Betão, um dos poucos e leais amigos de Mazoca, vem trabalhando na pré-campanha há pelo menos cinco meses.

Rotta

Mas outro que pode pintar é Marcos Rotta, que é vice-prefeito de Manaus. Ele também foi visto conversando com a turma de Amazonino. Tudo pode acontecer nos próximos dias.

Lula na SBPC

Em evento da comunidade científica, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta quinta-feira (28) que o governo Jair Bolsonaro (PL) foi responsável por um apagão na área e é responsável por parte das quase 680 mil mortes por coronavírus no Brasil durante a pandemia.

— O resultado mais trágico desse apagão científico que estamos sofrendo hoje são os quase 680 mil brasileiros mortos pela Covid.  Muitos deles porque o atual presidente ignorou todas as recomendações da comunidade científica, chegando ao cúmulo de boicotar as vacinas, que salvaram milhões de vidas ao redor do mundo –, afirmou o petista.

Democracia e ciência: Lula discursa na reunião anual da SBPC

Mentes brilhantes

O discurso foi feito durante encontro com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), onde estavam presentes também o ex-ministro de Dilma Rousseff (PT), Renato Janine Ribeiro – hoje é presidente da entidade –, e Aloizio Mercadante, atual coordenador da campanha de Lula.

Democracia e ciência

A SBPC chamou os três presidenciáveis com mais pontos nas pesquisas de intenção de votos para participar de debates, e Lula, que lidera segundo o último Datafolha, foi o primeiro.

Ciro Gomes (PDT), em terceiro, marcará presença no evento nesta sexta-feira (29).

Correu do pau

Na abertura da Reunião Anual da SBPC, o presidente e ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou que o órgão fez um convite para que os três primeiros colocados nas pesquisas eleitorais participassem do evento.

As assessorias de Lula e Ciro confirmaram presença no evento. Já Bolsonaro ignorou o convite feito pelos cientistas.

Saída para ZFM

Projeto de Lei 1139/22, do deputado Marcelo Ramos (PSD-AM), concede crédito financeiro às empresas de tecnologia da informação e comunicação (TIC) da Zona Franca de Manaus que investirem em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) na Amazônia Ocidental e no estado do Amapá.

Salvando o que resta

O autor do projeto afirma que o crédito financeiro visa garantir a competitividade da ZFM, afetada por decisões do governo federal de reduzir a tributação de empresas localizadas em outras regiões do Brasil.

— A ideia é recompor, ao menos em parte, os diferenciais da região em relação ao restante do País, de modo a contribuir para a permanência das empresas atualmente nela instaladas –, completou.

Não é favor

A medida, segundo Ramos, diminuiu a atratividade da Zona Franca em relação ao restante do País.

— Os diferenciais não são favores, mas apenas a justa compensação pelas evidentes desvantagens logísticas da região Amazônica em relação às demais regiões do Brasil –, avalia o amazonense.

Mulheres detentas

Já está tramitando na Assembleia Legislativa o projeto de lei do deputado estadual Roberto Cidade (UB), presidente da Casa, que institui a Política Estadual de Atendimento às Mulheres em Situação de Privação de Liberdade e Egressas do Sistema Prisional, no Estado do Amazonas.

Ressocialização

Explica o parlamentar que  a ideia é instituir, em nível estadual, uma política semelhante a que já existe no país que possa contribuir com as estratégias de ressocialização e ainda auxiliar os filhos dessas internas, “para que tenham um futuro melhor”, diz Cidade.

Dá-lhe, Lula!

Pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira (28) mostrou a consolidação da liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno com 47% dos votos, o mesmo número da pesquisa anterior.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 29% contra 28% no levantamento de junho.

Encalhados


Ciro Gomes (PDT) continua com 8% e Simone Tabet (MDB) passou de 1% para 2%.

A pesquisa ouviu 2.556 pessoas entre os dias 27 e 28 de julho em 183 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Bispo na rua

Adélio Bispo de Oliveira, o autor da facada que elegeu  Bolsonaro,  foi submetido a uma nova perícia médica nesta semana para avaliar se ele representa risco à sociedade ou se pode ser posto em liberdade.

Transtorno delirante

Em 2019, a perícia feita à época concluiu que ele sofria de transtorno delirante, uma doença psiquiátrica, e foi considerado inimputável.

O então candidato a presidente foi esfaqueado por Bispo durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), em 2018

ÚLTIMA HORA

O ator norte-americano Leonardo DiCaprio, conhecido por seu ativismo ambiental, usou suas redes sociais para denunciar o desmatamento ilegal na Amazônia brasileira. “Qual a extensão do desmatamento na Amazônia, um dos lugares mais importantes do planeta para pessoas e vida selvagem?”, questionou ele em uma postagem no Twitter nesta terça-feira (26/7).  A postagem traz um vídeo do MapBiomas, iniciativa mantida por várias ONGs que atuam na promoção da proteção à natureza. As imagens mostram o avanço do desmatamento ilegal na Amazônia brasileira nos últimos três anos, com base em dados produzidos pelo próprio governo brasileiro com o sistema Deter, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O  presidente Jair Bolsonaro (PL) tentou mais uma vez polemizar com Leonardo DiCaprio, crítico ao seu governo, ao responder uma postagem do ator no Twitter sobre o desmatamento na Amazônia.

"Você de novo, Leo? Assim, você se tornará meu melhor cabo eleitoral, como dizemos no Brasil", escreveu o presidente, em inglês, em resposta a DiCaprio.

ORGULHO

O padre Júlio Lancellotti (foto), conhecido pelo seu grande trabalho em ajudar pessoas em situação de rua, foi premiado no MTV Miaw na categoria “Transforma Direitos Humanos”. Ele, que atua há décadas em defesa das minorias sociais marginalizadas, como integrantes da comunidade LGBT+, foi ovacionado pelo público do evento, a maioria jovem.

— Ofereço este prêmio e a minha vida pelos moradores em situação de rua, encarcerados, prostituídas e prostituídos, por todos os que lutam pela vida –, disse o sacerdote pedindo um grito de “aporofobia não”, em seu discurso.

VERGONHA

A deputada federal Alê Silva (Republicanos-MG) afirmou, nesta terça-feira (12/7), que o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, acusado de assassinar a tiros o dirigente petista Marcelo Arruda durante sua festa de aniversário, foi “injustamente provocado pela vítima”. lê Silva, que é apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (PL), repudiou o crime, mas defendeu que “esquerdistas, sim, querem a violência”. “Querem, sim, implantar o caos no país. Mas nós conservadores de direita, que inclusive somos a maioria desse país, não vamos permitir”, declarou. Isso é que pode chamar de defender o indefensável. Ou ainda, “tapar o sol com a peneira”.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.