BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Amazonas tem apenas dois na Pauta Verde da Câmara dos Deputados


A pressão para que o Brasil avance em uma agenda positiva na área ambiental já resultou em uma lista de projetos de lei que devem ser votados nas próximas semanas pela Câmara dos Deputados. De cara, a prioridade dos parlamentares que compõem o grupo da “pauta verde” da Câmara, sob o comando do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem sido destacar propostas que já possuem certo consenso e que devem ser aprovadas em plenário sem dificuldades. Da bancada do Amazonas, os deputados Bosco Saraiva (Solidariedade) e Sidney Leite (PSD) estão escalados como titulares para os debates da Pauta Verde.

Quiproquó

Mas, para que isso acontecesse, foi necessário o maior quiproquó nos bastidores, porque o presidente Rodrigo Maia (DEM) não estava lá muuuiiitoooo interessado na participação dos amazonenses.  O por que, ninguém explicou até agora.

Qual é a do Maia?

Para quem esqueceu, no início deste mês, o cacique Rodrigo Maia formatou o grupo que vai trabalhar as leis sobre a questão ambiental. Mas, estranhamente, deixou de fora a bancada do Amazonas que, convenhamos é a mais interessada por ser “dona” da maior floresta tropical do planeta.

Floresta em pé

Justamente no quintal onde o fogaréu tá queimando. A bancada amazonense saltou na tamancas e, se não chia, ia  acabar ficando de fora discussões da “Pauta Verde”.

— Somos cobrados para manter a floresta em pé, mas cadê a contrapartida econômica? – cutucou Leite. Bosco Saraiva e Sidney Leite entraram na repescagem.

Acabou a novela

Parece que acabou mesmo a novela do impeachment do governador Wilson Lima. Depois de muita turbulência, bate-boca, puxa-encolhe, sossega mariquinha, a maioria do governo conseguiu arquivar o processo após votação na Assembleia.

Último capítulo

No total,  23 parlamentares participaram da votação do parecer da Comissão de Impeachment do governador Wilson Lima e vice-governador Carlos Almeida. Desase total, 12 deputados foram à favor do arquivamento do processo, seis votaram pelo prosseguimento do processo de impeachment e  cinco se abstiveram e uma estava ausente.

Governador do Amazonas fica no cargo
Governador do Amazonas fica no cargo

Gratidão de Arthur

Durante reunião com o cônsul honorário da França em Manaus, Dominique Chevé, Arthur Virgílio apresentou balanço das doações recebidas de outras nações após apelo realizado no início do mês de maio, por meio da campanha “SOS Amazônia”.

Apelo mundial

Virgílio enviou cartas e vídeos às embaixadas de países ricos, solicitando que enviassem algum tipo de ajuda para o Amazonas enfrentar os efeitos da pandemia de Covid-19.

Greta Thunberg

O movimento ganhou força com a participação da ativista ambiental sueca Greta Thunberg e dos jovens ligados ao movimento Fridays for Future, de diversos países, inclusive do Brasil.

Grandeza Macron

A França destinou recursos na ordem de €$ 500 mil, aproximadamente R$ 3 milhões, para serem investidos no fortalecimento de ações de enfrentamento à pandemia nas áreas de assistência social e saúde.

Arthur Virgílio na Prefeitura de Manaus
França destinou recursos a Manaus

— Além da França, recebemos auxílio de vários países, tivemos a ajuda da jovem Greta que, por nosso intermédio, contribuiu para que várias organizações defendam a natureza, ou seja, disparamos um gatilho certeiro nisso – disse Arthur.

Cesta básica

O custo da cesta básica caiu em 13 das 17 capitais no  mês de julho. É o que atesta análise do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Custo subiu

Nas outras quatro capitais, o custo subiu. Entre as capitais analisadas, a cesta básica mais cara encontrada foi a de Curitiba, onde o preço médio estava em torno de R$ 526,14; seguida por São Paulo, com custo médio de R$ 524,74. A cesta mais barata era a de Aracaju, com preço médio de R$ 392,75.

Mínimo de R$ 4 mil

Com base na cesta mais cara do país, o valor do salário mínimo em dezembro, necessário para suprir as despesas de um trabalhador e de sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, teria que ser de R$ 4.420,11, o que corresponde a 4,23 vezes o salário mínimo vigente, de R$ 1.045.

Cesta básica Manaus
Cesta básica mais cara

Diploma quente

O Senado aprovou nesta quinta-feira (6) o substitutivo ao PL 3716/2020 que altera as regras de revalidação e de reconhecimento de diplomas expedidos por instituições de educação superior estrangeiras.

A proposta também trata da contratação emergencial de médicos sem certificação nacional durante o estado de calamidade provocado pela pandemia do novo coronavírus.

Braga relator

Esse procedimento, no entanto, variava de acordo com a instituição de ensino e era demorado por demais. O projeto foi relatado por Eduardo Braga (MDB-AM).

Sistema travado

Já não era sem tempo. O Brasil é um país que tem carência de médicos em muitas regiões. Por isso, não é admissível e nem recomendável que o continue com um sistema travado e burocrático para a revalidação dos diplomas dos médicos estrangeiros.

Tiro mortal no narcotráfico

O governador Wilson Lima está disposto a jogar pesado no combate ao narcotráfico nas fronteiras. A Base Fluvial Arpão faz parte desse pacote de investimentos e  deve intensificar operações policiais nos rios do Amazonas a partir dos próximos dias.

— Oitenta por cento dos crimes que acontecem na capital têm relação com o tráfico de drogas, e é por isso que é necessário que a gente combata de forma muito firme o narcotráfico, a pirataria, além da  exploração do meio ambiente de forma ilegal – disse o governador.

Guardiã do Solimões

Sediada em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), a Arpão é uma parceria com o Ministério da Justiça  e desencadeará ações ostensivas em toda a região do rio Solimões e será ponto de parada obrigatório para todas as embarcações.

Base Arpão, no Amazonas
Base Arpão, no Amazonas

Lanchas blindadas

Além da Base, o governo estadual já empregou R$ 7,6 milhões para montar outra estrutura inédita: a criação da frota de lanchas policiais blindadas. As três primeiras embarcações do tipo, entregues este ano, foram adquiridas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM)

Expulsos do banco

O deputado Álvaro Campelo denunciou uma situação “revoltante” numa agência do Bradesco da Ayrão, Centro. De acordo com o parlamentar, as pessoas estavam fazendo saques no caixa eletrônico e, como havia uma grande quantidade de clientes, o gerente simplesmente pediu que eles aguardassem do lado de fora da Agência, debaixo de um calor escaldante por volta de 14h”.

— Por que isso, se a agência tem espaço suficiente  para abrigar todos os clientes? – questionou o deputado, prometendo tomar medidas jurídicas contra o banco.

ÚLTIMA HORA

Em informe endereçado à ministra do STF Carmen Lúcia nesta quinta-feira (6), o Ministério da Justiça além de não negar a existência de dossiês sobre os "movimentos antifascistas", se recusou se recusou a enviar ao STF (Supremo Tribunal Federal) cópia dos tais dossiês feito pelo setor de inteligência da sua pasta sobre os policiais antifascismo e quatro "formadores de opinião".

A pasta justificou não poder compartilhar dados de inteligência produzidas pela sua Secretaria de Operações Integradas (Seopi). “Não seria menos catastrófico abrir-se o acesso ao Poder Judiciário a relatórios de inteligência”, alega o ministério.

O recado enviado ao Supremo foi feito em resposta ao pedido de esclarecimentos por parte da ministra Carmen Lúcia sobre um dossiê elaborado pela Seopi contra 579 servidores federais e estaduais. O ministro André Mendonça anexou pareceres que falam na suposta necessidade de preservar o sigilo de documentação produzida pelo Ministério - novamente, sem negar nem confirmar a existência do relatório.

Carmen Lúcia Charge
Carmen Lúcia

ORGULHO

A máscara que elimina o coronavírus começou a ser produzida pela Empresa Brindes SP no final de julho na capital paulista e, segundo o fabricante, “Ogrande benefício é que ela impede a contaminação cruzada, ou seja, através do contato com o tecido, além disso, não precisa ser trocada a cada duas ou três horas, o que facilita a vida do usuário”, disse. O segredo da máscara está no tecido que foi desenvolvido por um conjunto de pesquisadores da USP, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), da Universitat Jaume I, da Espanha e da Startup Nanox, que usaram a nanotecnologia para desenvolver e impregnar um composto contendo micropartículas de prata e sílica na superfície desse tecido, e conforme estudo científico, foi capaz de eliminar o SARS-CoV-2, causador da Covid-19 em apenas dois minutos após o contato com eficiência antiviral de 99,9%.

VERGONHA

Ao comentar que o país se aproxima das 100 mil mortes por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (6/8) que é preciso “tocar a vida”. “A gente lamenta todas as mortes. Tá chegando no número de 100 mil talvez hoje. É isso? Essa semana… Mas vamos tocar a vida e buscar uma maneira de se safar desse problema”, disse o presidente durante a sua tradicional transmissão ao vivo nas redes sociais. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil soma 98.493 mortes em decorrência da pandemia do coronavírus e 2.912.212 casos confirmados. Defensor da hidroxicloroquina, Bolsonaro disse que as “mortes poderiam ser evitadas” se a substância tivesse sido recomendada ainda no início da pandemia. O presidente ainda criticou prefeitos e governadores que não adotaram o medicamento para tratar pacientes de Covid-19. “Se, porventura, isso daqui [hidroxicloroquina] se comprovar mais tarde, […] essas pessoas têm que responder: ‘Por quê você proibiu? Baseado em que comprovação científica você proibiu?”, indagou Bolsonaro.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.