BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - A verdade sobre o “fantasma” do Terminal Pesqueiro


O polêmico Terminal Pesqueiro – que volta a foco das discussões –,, é uma obra da administração do ex-prefeito Serafim Corrêa (PSB). Mas, o que ocorreu que nunca deu certo, sempre esteve abandonado e inacabado? Omissão de seus sucessores? Falta de investimento do governo federal ou birra porque o projeto  é de um político que sempre fez oposição aos grandes caciques que sempre estiveram no poder no Amazonas?  Para exorcizar o fantasma do terminal, Serafim explica o governo federal tinha R$ 14 milhões para fazer a obra, mas que não era suficiente. E  propôs que a prefeitura desapropriasse o terreno, firmasse um convênio com a União que completaria a babita que faltava para concluir a obra. No final, a  prefeitura doaria a obra ao governo federal.

Omissão e incompetência

De acordo com o ex-prefeito, assim foi feito, a  prefeitura fez a sua parte mas o governo federal e os sucessores de Sarafa não fizeram a sua.

— Quando sai da Prefeitura deixei a obra 95% pronta. A obra foi concluída e doada ao governo federal. A quem caberia equipá-lo e definir o modelo de gestão.

Nunca funcionou

No entanto, isso nunca foi feito. O terminal funciona precariamente sob administração da Federação dos Pescadores. Por tudo isso, o terminal nunca funcionou a contento. Na verdade sempre esteve em estado de abandono. O que é lamentável!

Átila entra pela janela

A grita no ouvido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Democratas) deu certo. O deputado Átila Lins (PP) é o terceiro parlamentar a bancada do Amazonas a integrar a Comissão da “Pauta Verde”, criada para debater as questões amazônicas.

Trio verdão

Agora a bancada tem três homens na “Pauta Verde”. Antes, depois de muito puxa-encolhe, Rodrigo Maia  convocou, a contragosto,  apenas dois parlamentares do Amazonas – os deputados  Bosco Saraiva (Solidariedade) e Sidney Leite (PSD).

Raposa de peso

Chateada, a  liderança do Progressistas bateu de frente com Maia e indicou o nome do decano Átila Lins (PP), a “raposa felpuda” da política amazonense.

Esperança russa

A vacina russa contra Covid-19, anunciada nesta terça-feira, 11, por Vladimir Putin, chegou para reacender a esperança ao mundo. No entanto, ainda precisará  passar pelo crivo da Anvisa para ser aplicada no Brasil.

Vamos com calma

De acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, até agora, a agência não recebeu qualquer pedido de registro do produto, cujo grau de eficácia ainda não se conhece. Caso os russos solicitem o registro, em condições normais, a Anvisa leva até dois meses para analisar.

Temos pressa

Mas como estamos em plena pandemia, onde a Covid-19 já matou mais de 100 mil,  as repostas têm saído em até trinta dias.

Isto é, no momento em que o pedido de registro chegar às mãos dos técnicos da Anvisa, o Brasil deve levar cerca de um mês para saber se há ou não uma alternativa no mercado para combater o coronavírus.

Sputinik

A vacina contra o SARS CoV-2 desenvolvida pelos cientistas russos chama-se "Sputnik V" (o "V" significa "vacina") em referência ao satélite soviético, o primeiro aparelho espacial a ser lançado para a órbita do planeta Terra, disse ontem Vladimir Putin.

Imunidade e pizza

Exatamente um ano atrás, focos de incêndio espalhados propositalmente à beira de uma rodovia no Pará ajudaram a agravar ainda mais o cenário das queimadas na Amazônia, que atingiram níveis recordes.

“Dia do Fogo”

O 'Dia do Fogo' – que levou o número de focos no sudoeste do estado a triplicar entre 10 e 11 de agosto de 2019 – foi combinado pelo WhatsApp por dezenas de pessoas, entre produtores rurais, comerciantes, grileiros e sindicalistas da cidade de Novo Progresso.

Uma 'vaquinha' chegou a ser feita para comprar combustível e contratar motoqueiros para o serviço.

Justiça do PPP

Mas até hoje nenhum responsável foi preso ou indiciado, como mostra a matéria de Daniel Camargo na Repórter Brasil.

Na verdade, os únicos detidos foram trabalhadores rurais sem-terra contra os quais não havia evidência alguma, e que ficaram 50 dias na prisão.

Relações perigosas

A apuração de Camargo aponta entraves às investigações. Primeiro, os grandes proprietários da região têm boas relações com deputados e senadores do Pará, além de interlocução com o alto escalão do governo federal.

Segundo, há um racha entre policiais civis e federais no estado – e por isso depoimentos tomados pela Polícia Civil de Tapajós sequer foram repassados à PF, por exemplo.

Polícia 2 rodas

O programa “Rocam Motos”, que será implantado em Manaus por meio da Secretaria de Segurança Pública, foi lançado ontem pelo governador Wilson Lima.

Na solenidade, realizada no Podium da Arena da Amazônia, o governador entregou 60 motocicletas de alta cilindrada para o novo grupamento da Polícia Militar.

Pega ladrão

O esquadrão motorizado vai atuar no patrulhamento em áreas de difícil acesso. O programa será implantado em áreas da capital com índices elevados de criminalidade. A ideia é combater com maior agilidade roubos e furtos a lojas e estabelecimentos  de bairros com intensa atividade comercial, como Centro, Vieiralves e Manôa.

Grande sacada

A polícia de motocicleta é uma grande sacada. Isto porque, em se tratando de Manaus, a complexidade do trânsito impacta na rapidez do atendimento. A baixa velocidade de deslocamento, provocada pelo excesso de veículos favorece a ocorrência de delitos, uma vez que os bandidos  têm a motocicleta como meio de transporte.

Arte é vida

A Amazonas Filarmônica subirá ao palco do Teatro Amazonas nesta quinta-feira (13/08), às 20h, para apresentar “Mendelssohn & Gounod”, da Série de Câmara 2020.

O espetáculo faz parte da programação do projeto “A Arte Agradece a Vida”, do Governo do Amazonas, por meio das secretarias de Cultura e Economia Criativa e Saúde, para homenagear os profissionais da saúde que atuam no combate à Covid-19.

Confira

A apresentação será exibida pelo Facebook do Governo do Amazonas e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, além da TV Encontro das Águas, no canal 2.1, da TV aberta.

Maconhal

Durante operação em Nova Olinda do Norte (a 135 Km de Manaus), policiais encontraram vastas plantações de maconha. Até o momento, foram encontradas quatro plantações em duas localidades distintas.

— Trata-se de uma área muito grande, um rio muito grande, onde além do tráfico de drogas, há também garimpo ilegal –, disse o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates.

Território sem lei

Há oito dias, equipes da Companhia de Operações Especiais (COE) e do Batalhão Ambiental foram alvos de um ataque no rio Abacaxis, resultando na morte de dois militares. “A comunidade tem ajudado”, acrescentou o secretário.

Só sai pro Acre

Mesmo na pandemia do coronavírus, a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) não parou as suas ações, e liberou mais de R$4,7 milhões para o Acre, em 2020.

E nós, nada?

Até esta data, já estão aptas a serem celebradas 57 liberações de recursos, que totalizam mais de R$34,7 milhões em investimentos nos estados. Mas não existe nenhuma informação de que o Amazonas tenha recebido alguma verba.

SOS Hemoam

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) convoca a população da cidade de Manaus, de todos os tipos sanguíneos, para doar sangue.

É que, com a pandemia,  houve uma queda acentuada no número de doações voluntárias de sangue e por isso o hemocentro vem enfrentando grandes dificuldades para manter seu estoque em nível adequado.

Cirurgias ameaçadas

Nós últimos dias a situação agravou ainda mais pela queda de 60% no comparecimento de doadores. A baixa na oferta de sangue já ameaça a realização de cirurgias eletivas.

Para dar conta de toda essa demanda diária, o Hemoam precisado comparecimento de 200 a 250 doadores por dia. Ultimamente esse número está na média de 100 doadores.

ÚLTIMA HORA

O futuro do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário Roberto de Assis Moreira, presos em Assunção há cinco meses, será definido no próximo dia 24. A Justiça do Paraguai marcou na noite de segunda-feira para essa data uma audiência que vai julgar o caso dos dois ex-atletas brasileiros. Nela, um juiz analisará se concederá a ambos a liberdade de retornar ao Brasil.

Ronaldinho Gaúcho e Assis são acusados de usarem passaportes falsos para entrar no Paraguai. Os dois foram presos em 6 de março e ficarem por cerca de um mês em um presídio de segurança máxima no país. Em abril, a Justiça do Paraguai aceitou a transferência para prisão domiciliar, em um hotel de Assunção, após fiança de US$ 1,6 milhão (o equivalente a cerca de R$ 8,5 milhões).

ORGULHO

O presidente da Rússia Vladimir Putin anunciou nesta terça 11, o registro de 1ª vacina do mundo contra a Covid-19 e disse que uma das filhas dele participou do teste. “Tanto quanto sei, nesta manhã foi registada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra a COVID-19”, disse ele em reunião com integrantes do governo, informou a agência Russa Sputnik. Putin garantiu que a vacina é eficaz e segura. “Sei que ela age de forma bastante eficaz, formando uma imunidade estável e, volto a dizer, passou em todos os testes necessários”, afirmou Putin. O presidente russo revelou que a filha, que participou dos testes, teve efeitos colaterais leves, como febre. “Uma das minhas filhas foi vacinada, nesse sentido ela participou dos testes. Após a primeira vacinação, ficou com 38 graus de temperatura, no dia seguinte tinha 37 graus e pouco. E é tudo. Depois da segunda injeção, da segunda vacinação, a temperatura também subiu um pouco e, pouco depois, já estava tudo bem, ela se sente bem e [os anticorpos] estão altos.”, afirmou Putin.

VERGONHA

A Coalizão Negra por Direitos, entidade que reúne centenas de organizações do movimento negro brasileiro, vai apresentar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O protocolo do documento deve acontecer às 11h desta quarta-feira (12), na Câmara Federal, em Brasília, seguido de um ato simbólico no gramado da esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional e entre o Ministério da Justiça e da Saúde.

Este será o 56º pedido de impedimento contra Jair Bolsonaro. Além das assinaturas das representações das organizações que compõem a Coalizão, o documento tem o apoio de outras mais de 600 entidades e instituições de todo o País.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.