Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Dito & Feito – A verdade por trás do apagão

Seria irracional querer acusar o consórcio formado por Oliveira Energia e Atem, grupo que arrematou a Amazonas Energia em leão, pelo apagão em Iranduba e Manacapuru. Afinal, a  o grupo só assumiu o controle da companhia em dezembro, após vencer o leilão de privatização realizado em dezembro. E não é fácil arrumar a casa em tão pouco tempo. A empresa do Amazonas era a mais deficitária e endividada de uma série de seis distribuidoras de eletricidade no Norte e Nordeste privatizadas pela Eletrobras ao longo de 2018. E, depois, quem iria imaginar que, de cara, haveria um problema dessa gravidade –  o rompimento de um cabo subaquático, que afetou mais de 130 mil mil pessoas?

Crucificada

Mas, na sessão de ontem da Câmara Municipal, alguns vereadores deram provas de que não pensam assim. E sem nenhuma trégua, crucificaram sem nenhuma compaixão a  Amazonas.

Fúria contra apagão

Para explicar sua ira, os parlamentares disseram que não perdoam a interrupção da energia nos municípios de Iranduba e Manacapuru, que já se arrasta desde o último final de semana.

Perguntar não ofende

Agora, na boa, como planejar um empresa cheia de problemas estruturais e técnicos, atolada em dívidas  em apenas sete meses?

Sem parentesco

O vereador Ceará do Santa Etelvina (DEM), que agora quer ser chamado de Ceará Lima, afirmou que a mudança não tem nada a ver com o governador Wilson Lima (PSC), é só uma questão de seriedade mesmo. “Sou Lima, mas não sou parente do governador não. Não sou paraense”, disse na sessão de ontem (24), na Câmara Municipal de Manaus.

Poder da fé

Um dos herdeiros do trono do pastor Renê Terra Nova, da igreja da Restauração, visitou ontem a CMM e mostrou a força que o líder evangélico tem no meio político.

Paparicos

O parente de Terra Nova foi paparicado por vários vereadores e tirou fotos com eles. Um dos que mimaram o rapaz foi o presidente da Casa, Joelson Silva (PSDB).

Representando

Vale lembrar que a igreja da Restauração tem um membro dentro do parlamento municipal: o atual líder do prefeito, Marcel Alexandre (PHS).

Serafim poupa infiés

O deputado estadual serafim Corrêa (PSB) vai paerycipar da reunão da Executiva Nacional que decidirá sobre  a possibilidade de o partido expulsar os 11 deputados federais que votaram, contra a orientação do partido, a favor da reforma da Previdência. No entanto, Sarafa não quer emtir sua opinião agora, antes da reunião. “Não seria ético não, desconversa o presidente de honra do PSB.”

Penas leves

Mas, pelo andar da carruagem, parece que, com o recesso parlamentar, o  calor da discussão e os ânimos foram esfriando. Já tem cacique do PSB defendendo penas mais leves. A bancada do PSB na Câmara conta com 32 parlamentares.

Rasgar dinheiro

Na verdade, tem outro cenário na questão que  políticos ais experientes, com Serafim, já vislumbraram. Se expulsar infiéis, PDT e PSB vão perder milhões no fundo eleitoral

Afinal, O número de deputados federais é utilizado como base de cálculo para divisão dos fundos partidário e eleitoral. Por este motivo, expulsá-los significa perder uma boa quantia em dinheiro. 

A ideia foi do Hiram

A coluna errou. Quem sugeriu que o presidente da Câmara, vereador Joelson Silva (PSDB), soprasse para resetar o sistema de painel eletrônico da Casa (eu deu pau) foi o vereador Hiram Nicolau (PSD) e não Marcelo Serafim (SB), como divulgamos.

No tempo do Atari

Quando  o painel eletrônico encrencou, Hiram Niolau sugeriu: “Sr. Presidente, acho quer todos aqui tivemos Atari e Nitendo e lembram que, naquela época, era preciso assoprar para resetar os aparelhos. Então, vamos soprar pra ver se o painel funciona.”

Chega de gambiarra

Ao quer o presidente respondeu: “Nada disso. Esse painel já está cheio de gambierra!”.

Ele voltou

O radialista Costnha, que já se intitulou “um bom filho da mãe” e que agora adotou “o mano velho”, está de volta ao rádio. De segunda a sexta-feira, ás 14h apresenta um programa de brega na Rádio Câmara, com o mesmo bom humor e escracho de sempre.

“Meu considerado”

Costinha – que trata todo mundo por “meu considerado” –, mantém a linha eu abre espaço para cantores bregas de Manaus e Belém do Pará. Como nos velho tempos, a audiência vai aumentando e o radialista vai ganhando novos fãs, mandando abraços, lembrando que está esperando “aquele sumo de acerola” e chamando ouvinte com dor de cotovelos de cabeça de “biribá”.

Alô, consida!”

“Onde estiver brega eu estou lá. Este é um programa de gente humilde mas eu tenho baronesa na audiência! – gritou ontem à tarde ao mandar um abraço para uma empresária de ônibus.

MPF defende imprensa

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão do Ministério Federal, órgão do Ministério Público Federal (MPF), divulgou uma nota em defesa da liberdade de imprensa.

Recado a Moro

Trata-se de um recado claro às ações de Sérgio Moro e do governo Bolsonaro, que tentam fazer manobras para prender ou extraditar o jornalista Glenn Greenwald e censurar a imprensa.

Censura prévia

A nota da Procuradoria diz que não é possível qualquer forma de censura prévia e que uma eventual prisão de Glenn ou outros jornalistas é absolutamente ilegal.

Nota

“O Supremo Tribunal Federal, ao interpretar a Constituição brasileira na matéria, decidiu que a liberdade de imprensa não pode ser constrangida por censura em nenhuma hipótese e, apenas por via reparatória, posteriormente à publicação, a responsabilidade do meio de imprensa poderá ser sancionada”, acrescenta a nota.

Ronnie Von no SBT

Depois de ser demitido da TV Gazeta após 15 anos, Ronnie Von não deve ficar desempregado por muito tempo.

 O ex-apresentador do programa Todo Seuestá na mira de Silvio Santos para integrar o elenco de um novo projeto do SBT.

O programa misterioso é um reality show apresentado por Tiago Abravanel, sobrinho do chefe, do qual o veterano será um jurado.

EM ALTA

Depois de passar um aperto durante um desfile de Carnaval do Rio de Janeiro, em 2006, o  advogado e consultor financeiro catarinense , Flávio Boabaid, de 58 anos, criou o “banheiro de bolso” chamado “Número 1”, que pode ser carregado por homens e mulheres dentro da  bolsa, para usar em qualquer emergência. Trata-se de um envelope de 17 x 17 cm que você abre, como se fosse uma carteira, encaixa entre as pernas e faz xixi dentro do saquinho. Mulheres podem fazer de pé, se quiserem.

EM BAIXA

O governo federal liberou novo lote de registro de agrotóxicos, chegando a 262 produtos liberados somente neste ano. Entre os agrotóxicos autorizados está o sulfoxaflor, responsável por exterminar mais de meio bilhão de abelhas em quatro estados brasileiros entre os meses de janeiro e março – quando o projeto ainda estava em fase de testes.

Deixe uma resposta