BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - A BR-319 agora vai? Só no final lembraram da promessa


O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) concedeu licença prévia ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte) para que parte da rodovia BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO), no centro da floresta amazônica, seja asfaltada.

O ministro Marcelo Sampaio (Infraestrutura) publicou uma imagem do documento nesta quinta-feira (28) nas redes sociais ao comemorar a licença. "Alinhando engenharia e respeito ao meio ambiente, vamos tirar a sociedade do Amazonas do isolamento", escreveu. De imediato, a decisão começou a receber uma enxurrada de criticas de ambientalistas para quem a recuperação da estrada é uma medida que ameaça aumentar o desmatamento. O imbróglio no Ibama sobre o "trecho do meio" da rodovia, como é conhecido, já dura 15 anos. Especialistas alertam que as obras podem causar impactos irreversíveis ao meio ambiente e a populações tradicionais que vivem no entorno.

Sonho meu

Apoiador fiel de Bolsonaro, o governador Wilson Lima (UB), teve paciência suficiente para esperar quatro anos calado.

Mas, nesta sexta-feira (29) comemorou a concessão da licença e colocou o governo do Estado à disposição do Ministério da Infraestrutura para ajudar nas obras da infraestrutura.

*

— A BR-319 é um sonho do  povo do Amazonas e está prestes a se tornar realidade – festejou o governador.

Povos indígenas

Sob a área de influência da estrada há 49 terras indígenas, 49 unidades de conservação e 140 mil km² de florestas públicas não destinadas e que costumam ser foco de grilagem e desmatamento.

Fácil para o crime

Para ambientalistas, a pavimentação permitiria que madeireiros ilegais e grileiros acessassem mais facilmente áreas remotas e relativamente intocadas da floresta.

Um estudo estimou que o desmatamento poderia aumentar em cinco vezes até 2030 na região.

O predador

O desmonte dos órgãos de proteção ambiental sob o governo Bolsonaro já tem estimulado bastante a derrubada da floresta, que em 2021 atingiu o nível mais alto dos últimos 15 anos.

Papo de campanha

Em campanha, o  presidente  prometeu repavimentar a estrada, chamada BR-319, que ligaria a capital do Amazonas, Manaus, a Porto Velho (Rondônia) e ao resto do Brasil durante todo o ano.

Mas lá se vão quatro anos e ele não tapou um buraco.

E  o general, hein?

Não é só a promessa não cumprida do presidente que nos fez de “leso”.

A do vice, também.  Em 30 de março de 2019, no fim do terceiro mês do Governo Bolsonaro, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão  fez uma palestra para  empresários em Manaus, e garantiu eu a BTR-319 estaria pronta ainda no primeiro ao de governo.

Falta comer  a boina

Comeu?

O general apostou na “competência” do  ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o secretário nacional de Transportes, general Jamil Megid Junior, e o diretor do Dnit, general Antônio Leite dos Santos. E estufando o peito lançou a aposta:

*

— Se esse trio não resolver o problema da BR-319, eu vou dizer algo que gente fala muito no Exército, eu vou comer minha boina.

Betão é vice

O tetra-governador Amazonino Mendes tirou duas pulgas atrás da orelha na convenção da Federação PSDB-Cidadania, que oficializou a candidatura de Amazonino ao Governo do Estado, realizada na quadra da Escola de Samba Sem Compromisso, zona norte de Manaus.

*

Descartou que deu filho, o empresário Amazonino Mendes seria o candidato a vice-governador  e confirmou o nome do ex-deputado Beto Michilles para o cargo.

Merreca triplicada


O ex-governador d também informou que se eleito vai triplicar o valor do auxílio estadual, cujo valor atualmente é de R$ 150.

— Vocês estão vendo este cartãozinho (auxílio estatual) aqui, que o governador sovina deu? Porque R$ 150, ele (atual governador) usa para encher o buraco do dente quando come. Insensível, tenta comprar o povo já que ele não fez nada – bateu Mazoca.

Direito à vida

Amazonino bateu pesado. Disse que o povo está desempregado, sofrido, desesperado e “ele quer comprar com esse cartão”.

—  Eu vou dar, no mínimo, três vezes mais o valor desse cartãozinho –, declarou o candidato, relembro que foi o primeiro gestor a criar no Amazonas um benefício financeiro, chamado “Direito à Vida”, em governos anteriores.

Pau-a-pau

O governador Wilson Lima (União Brasil) e o ex-governador Amazonino Mendes (Cidadania) estão empatados na corrida pelo governo do Amazonas nos cenários espontâneo e estimulado. Ao menos é o que indica pesquisa feita pelo instituto Real Time Big Data para a Record TV.

Aflição no QG

Os marketeiros do presidente Jair Bolsonaro estão correndo da sala pra cozinha.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (28) apontou estabilidade na corrida eleitoral, o que casou um “anticlímax” entre integrantes da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição.

*

Conforme o levantamento, o ex-presidente Lula (PT) aparece com 47% das intenções de voto, e Bolsonaro, com 29%.

Empacou

Os números da última pesquisa foram suficientes para acender a luz amarela.

A avaliação no governo é que Bolsonaro já deveria estar com crescimento mais acentuado neste período. Mas ate agora, nada!

*

Além disso, Bolsonaro aparece com rejeição muito elevada, e a reprovação ao governo é de 45%, maior patamar da série histórica para um presidente que disputa a reeleição.

Tiro no pé

De forma reservada, aliados do presidente reconhecem que ele criou uma agenda negativa com os ataques ao sistema eleitoral.

Isso ofuscou a chamada agenda positiva, que inclui a redução dos preços dos combustíveis e a aprovação de benefícios como a elevação do Auxílio Brasil para R$ 600.

Democracia X Fascismo

O ex-presidente Lula disse neste sábado (30), em Fortaleza (CE), que essa eleição “não é uma eleição comum”.  Aquela disputada homem contra homem  ou um partido contra outro partido.

*

—  Nessa eleição é a democracia contra o fascismo e o autoritarismo, é a verdade contra a mentira, é o amor contra o ódio, é a solidariedade contra a discórdia. Nessa eleição, a gente estará jogando o futuro de cada um de nós –, completou.

Discurso de Lula

Mar de gente : Lula discursa em Fortaleza: "está e a eleição da verdade contra a mentira, do amor contra o ódio"

Andou pra trás

Lula disse ter consciência de que o país andou para trás.

Segundo o ex-presidente, ele e Dilma deixaram o Brasil como sexta maior economia do mundo, o que já não ocorre mais.

— O quadro é de fome, desemprego, destruição da indústria.

Bivar lulou

O deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional do União Brasil, desistiu nesta sexta-feira (29) da sua candidatura à Presidência. Bivar deve declarar apoio à chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB).

*

O acerto teria ocorrido pela manhã, em almoço que teve a presença de Luciano Bivar e do ex-líder do governo no Senado Fernando Bezerra Coelho e outros integrantes do MDB em Pernambuco.

Apoio da esquerda

De acordo com o site O Antagonista, Bivar irá se candidatar à reeleição por Pernambuco e, em troca, teria o apoio da federação formada por PT, PCdoB e PV para disputar a Presidência da Câmara em 2023.

Unzinho por cento

Nas pesquisas de intenção de voto, Luciano Bivar não chegou a 1%. Sua desistência abre caminho para uma das principais estratégias da campanha de Lula, que é tentar atrair o União Brasil para a base de um eventual governo.

ÚLTIMA HORA

73% dos brasileiros dizem que tem corrupção no governo Bolsonaro

E a corrupção?

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (29) aponta que 73% dos brasileiros acreditam que há corrupção no governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) . No entanto, ela não é vista com tanta relevância em comparação com temas como saúde, economia, miséria, educação e violência urbana. No levantamento, 19% disseram que não há corrupção, enquanto 8% não souberam responder.  Na pesquisa anterior, os números indicavam que 70% acreditava em atos corruptos no governo, 23% diziam que não havia corrupção e 7% não sabiam responder.

*

Segundo o instituto, a percepção de corrupção no governo atual é maior entre jovens (86%) e entre quem reprova a gestão de Bolsonaro (94%). Entre os eleitores do presidente, 49% dizem que não há corrupção, entre os apoiadores da atual gestão, 51% dizem que não há corrupção.

ORGULHO

Uma das ideias mais importantes do Parlamento é que a composição seja um espelho da sociedade, com representantes que lutem pelas causas de todos os cidadãos. No entanto, os Legislativos brasileiros quase não têm pessoas da comunidade LGBTQIA. Na Assembleia Legislativa do Amazonas, por exemplo, não há nenhum gay assumido. Neste ano, alguns candidatos tentam mudar isso. Um deles é Diego Xavie, do Paraná. Candidato pelo PSB, Diego também ficou conhecido ao participar como ator de um comercial de tevê do Polo, da Volkswagen, em que aparecia com o marido – o que levou a várias agressões contra o casal. Na entrevista ao Plural, Diego fala sobre a importância de eleger candidatos LGBT e sobre as principais pautas que estarão presentes em sua campanha. Diego é militante da causa dos direitos dos homossexuais há muito tempo, ele tem o apoio de gente de peso, como Toni Reis, do Grupo Dignidade.

VERGONHA

Em jogo do Real Madri, o brasileiro Marcelo faz gesto contra o racismo

Um levantamento feito pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), a pedido da CNN, mostra que, este ano, os processos contra clubes de futebol por homofobia superam os de injúria racial pela primeira vez desde 2014. Até o início de julho, foram abertas 11 ações no tribunal por discriminação, sendo oito por homofobia e três por injúria racial. Esse é o maior número de denúncias protocoladas também desde 2014, quando teve início a série histórica. Das oito denúncias por homofobia analisadas pelo colegiado este ano, seis já foram concluídas e outras duas estão em andamento. Quatro clubes receberam como punição o pagamento de multa, que variam de R$ 10 mil a R$ 50 mil, e um clube denunciado duas vezes foi absolvido.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.