Calendário

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Deputados apresentaram mais de 70 projetos no primeiro mês na Aleam

Os trabalhos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) tiveram início no dia 5 de fevereiro deste ano com a primeira Sessão Legislativa da 19ª Legislatura. Na ocasião, o governador Wilson Lima fez um discurso e a reunião foi presidida pelo deputado estadual Josué Neto (PSD), eleito presidente da casa no dia 1º de fevereiro.

Desde então já é possível avaliar como foi o primeiro mês de trabalho dos deputados estaduais do Amazonas. Ao todo, foram apresentados 73 projetos de Lei Ordinária, três de Lei Complementar e 3 de Emenda à Constituição do Estado do Amazonas. As informações são do Portal Em Tempo.

O deputado que apresentou mais projetos, sendo 14 de Lei Ordinária e um de Lei Complementar, foi Dermilson Chagas (PP). Em seguida aparece Joana Darc (PR), que apresentou, no total, oito projetos de Lei Ordinária, e Dra Mayara Pinheiro Reis (PP), com sete. Por outro lado, alguns deputados como Abdala Fraxe (PODEMOS), Cabo Maciel (PR), Carlinhos Bessa (PV), Fausto Junior (PV), Augusto Ferraz (DEM), Josué Neto (PSD), Saullo Vianna (PPS) não apresentaram nenhum projeto até o momento. Em pesquisa feita no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo da Casa não foi levado em consideração a presença nas sessões da Aleam.

De acordo com o cientista social e advogado Helso Ribeiro houve um número expressivo de projeto de leis apresentados nesse pouco mais de um mês de atividade na Casa Legislativa, principalmente por parte das deputadas. “As mulheres tiveram uma participação interessante e ativa. Antes, era uma; agora são quatro.(Alessanda Campêlo, Joana Darc, Therezinha Ruiz,  Mayara Pinheiro Reis). Alessandra, por exemplo, foi eleita vice-presidente e sempre foi bem atuante”, analisa.

O  profissional também destacou o trabalho dos demais deputados, outros projetos de lei apresentados e o trabalho do atual presidente, Josué Neto. Na ocasião, ele frisou sobre a readequação da Assembleia devido a nova composição. “Agora é dar tempo ao tempo. Continuaremos fiscalizando e acompanhando o trabalho deles”, diz. 

Opinião parecida tem o analista político Gilson Gil. Segundo ele, a eleição para a presidência contribuiu para que os deputados mostrassem serviços e se movimentassem. Principalmente os mais novos. Fora isso, é comum que se tenha uma reorganização dentro da casa.

“Penso que haverá uma estabilização natural, pois os campos estarão mais definidos e a presidência já foi eleita. Alem disso, há uma natural reorganização dos campos. Estão se definindo os terrenos de situação e oposição. Isso faz com que eles queiram mostrar serviço”, enfatiza Gil. 

Deixe uma resposta