BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Deputada Dra. Mayara pede urgência na revisão de contratos da Cema


Setecentos itens dentre os medicamentos essenciais para a Saúde estão praticamente zerados em toda a Rede Pública do Estado. Foi o que a presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputada Dra. Mayara (PP), constatou durante visita, nesta segunda-feira (11), a Central de Medicamentos do Amazonas(Cema). Para a parlamentar, é preciso regularizar com urgência o abastecimento, especialmente com remédios básicos como para dor de cabeça e soro.

“Os números são alarmantes; 12% do estoque para três meses, 25% do estoque para um mês, 25% por cento é quase nada. Se a gente for levar em consideração realmente os itens essenciais, é ainda mais impactante. São medicações, insumos que a gente precisa muito no dia a dia, e quando estão em falta refletem diretamente no atendimento ao paciente”, ressaltou a deputada.

O coordenador da Cema, Antônio Peixoto, admitiu que a situação de medicamentos é preocupante e a prioridade do atual governo é reorganizar a Central. Segundo ele, uma dificuldade tem sido as dívidas com os fornecedores. “Nós estamos buscando negociar, os valores passam dos R$ 30 milhões de reais. Sabemos que solucionando este problema, podemos ter o nosso crédito de volta e assim voltar a reforçar o estoque”, concluiu Peixoto.

Para se ter uma ideia da gravidade, só com um dos fornecedores para a área de nutrição, a dívida é de mais de R$ 2 milhões. “Eu acho que precisa de uma urgência na revisão desses contratos. Precisamos de um controle de estoque mais efetivo. É um atraso muito grande o Amazonas hoje ainda não dispor de um controle de estoque a começar aqui no coração da Saúde que é a Cema. Por isso, a informatização da Susam é fundamental para resolver essa deficiência”, afirmou Dra. Mayara. A deputada ainda pediu toda a relação dos medicamentos em falta para uma análise mais criteriosa e assim tomar as providências necessárias.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.