BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Decretada prisão de suspeito do desaparecimento de indigenista e jornalista


A juíza Jacinta Silva dos Santos decretou a prisão temporária de 30 dias para Amarildo da Costa Oliveira, o "Pelado". Ele é investigado por envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips.

A prisão temporária em nome dele foi solicitada pela Polícia Civil, após ouvirem testemunhas sobre o caso, nesta quinta. Conforme o TJAM, o processo segue em segredo de Justiça.

Durante as investigações sobre o caso de desaparecimento, Amarildo foi preso no dia 7, porque a polícia encontrou com ele uma porção de droga e munição de uso restrito.

Na ocasião, também foi apreendida a lancha usada por Amarildo. No domingo (5), dia em que o indigenista e o jornalista desapareceram, ele foi visto por ribeirinhos passando no rio logo atrás da embarcação dos dois, no trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte.

De acordo com o delegado do município de Atalaia do Norte, Alex Perez Timóteo, a perícia na embarcação foi feita com o uso de luminol, que apontou "vários vestígios de sangue".

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.