Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

David deseja boa sorte no “dia decisivo para a vida do Estado”

O amanhecer do dia 16 de junho, considerado decisivo para a história do Amazonas – por ser a data limite para as  convenções dos partidos  que disputarão a eleição suplementar para o governo do Estado -, encontrou o governador David Almeida no calçadão da Ponta Negra, onde ele faz sua corrida matinal.

De camisa polo verde, David desejou através das redes sociais um bom dia para todos aqueles que o seguem nas redes sociais, lembrando que esta  sexta-feira é um dia “ muito importante”. Nas últimas horas surgiu a informação de que ele apoiará Rebecca Garcia para o governo do Estado.

– É um dia decisivo para a vida de nosso estado. Acordei às 03h40 orando para quer as decisões tomadas hoje possam  beneficiar o nosso povo de uma forma efetiva – disse Almeida.

Antes de iniciar a corrida,  David desejou  um dia maravilhoso para todos e que cada um possa exercer uma atividade física para melhorar sua qualidade de vida.

Eu sou do morro

O governador reconhece que ganhou uma popularidade expressiva ao chegar ao Governo do Amazonas, uma popularidade que ele nunca teve.

— Até trinta e poucos dias eu era um desconhecido –, disse, lembrando que  tem orgulho verdadeiro e que não esconde de onde veio.

— Minha origem é o Morro da Liberdade. O restaurante mais caro que eu já comi é um que nem lembro o nome, de comida italiana. Dia desses, eu estava comendo jaraqui no ‘Mercado Grande’, que é o Adolpho Lisboa. Não tenho essas vaidades. Eu corro duas vezes por semana, na rua –, afirmou.
David que dorme e acorda muito bem, por volta das 04h30, para orar.

— Para tudo, eu peço permissão a Deus.

Sobre a eleição, o governador que não vai se indispor com ninguém por causa de política. E afirmou que o ex-governador Amazonino Mendes foi um grande administrador.

—  Construiu a UEA, o 28 de agosto, muitas obras, foi ele que fez –, disse David, confirmando que apesar da admiração se recusou a ser o candidato a vice-governador numa chapa com Amazonino e nem o apoiará. “É um direito que me assiste”, declarou.

Deixe uma resposta