Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

David defende a regularização da exploração mineral em visita a São Gabriel da Cachoeira


O candidato ao governo do Estado pela coligação Renova Amazonas, David Almeida (PSB), defendeu, junto a lideranças indígenas e sindicais, o desenvolvimento do turismo étnico e ecológico, além da regularização da exploração mineral em terras indígenas (TI) no Amazonas. O projeto de desenvolvimento econômico, para a geração de emprego e renda no Alto Rio Negro, foi defendido durante caminhada e reuniões em São Gabriel da Cachoeira, no final da tarde dessa quinta-feira (30).

Para David, é necessário regularizar a exploração mineral em terras indígenas, respeitando a legislação ambiental e a indígena. “Nós vivemos em cima da riqueza e não podemos explorar. Enquanto isso, temos uma grande população refém da agricultura de subsistência ou da folha de pagamento dos municípios, podendo elas passarem a viver da exploração legal de riquezas minerais como nióbio, ouro e diamante que temos nas terras protegidas de São Gabriel”, ressaltou o candidato.

David observou que o combate ao contrabando dessas riquezas nas fronteiras de São Gabriel -denunciadas por geólogos – e do narcotráfico – apontada pelas polícias – devem ser intensificadas. Esse tipo de tipo de política de defesa das fronteiras, vai ser cobrada do próximo presidente da República. “Para assegurar esse desenvolvimento, nós, como governo, vamos incentivar a ampliação do debate e cobrar do governo federal uma polícia de fronteiras que realmente garanta a soberania do país e a proteção das nossas riquezas minerais”, salientou.

Pelo desenvolvimento do turismo ecológico e étnico, David apontou como potencialidade, as belezas naturais de São Gabriel, como o conjunto de montanhas que formam o rosto da “Bela Adormecida”, além do Pico da Neblina, onde avaliou que há grande potencial de uma economia a partir do receptivo do turista internacional, que vem ao Amazonas em busca de conhecimento. “Temos plenas condições de explorar essa economia, com a preservação das nossas belezas naturais e o envolvimento dos povos tradicionais e indígenas do Alto Rio Negro. A Amazônia é adorada pelo resto do mundo. Nós precisamos garantir capacitação, infraestrutura e vender esse turismo étnico ecológico na Europa e na Ásia, por exemplo”, comentou David.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.