BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Crise: Rede Diário demite profissionais e contrata terceirizada


A situação é dramática nas redações de alguns veículos de comunicação de Manaus. Desde quinta-feira da semana passada, 07/03, jornalistas e outros profissionais da Rede Diário de Comunicação têm sido surpreendidos com a anúncios de demissão. Aproximadamente 20 já foram comunicados pelo RH  da Editora Ana Cássia que não fazem mais parte dos planos da empresa. Alguns deles estavam há quase dez anos na mesma redação e lamentaram a situação.

O corte atinge principalmente os profissionais dos jornais impressos Diário do Amazonas e DEZ Minutos e o Portal D24AM. Para suprir a grande baixa na redação, o grupo Diário está contratando uma terceirizada pertencente ao jornalista Álvaro Corado, que além de ter o site ‘Imediato’, é assessor de imprensa do tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Com isso, os ‘novos funcionários’ escreverão para Imediato, Dez Minutos, Diário e D24AM por um salário apenas.

O grupo não informa os motivos, mas alguns profissionais demitidos alegam que a causa é “a  situação financeira problemática, não só do Diário mas de outros veículo, também”, disse ao BMA um repórter demitido que prefere não se identificar.

O Grupo Diário vem demitindo profissionais já há algum tempo. Chegou a ter o DEZ Minutos figurando como o oitavo jornal mais vendido do País e o maior entre todos do Norte e Nordeste. Mas as brigas familiares tiraram Cirilo Anunciação do comando da empresa. O irmão mais novo, Cyro Anunciação, vem tocando o grupo desde o final de 2012.

Primeiro a empresa demitiu profissionais considerados ‘caros’. Na sequência contratou sem assinar carteira de trabalho, por Micro Empreendedor Individual (MEI), o que tem acontecido em todo o Brasil. Agora, decidiu terceirizar o serviço por outra empresa.

Na semana que antecedeu o carnaval a Rede Amazônica também desligou de seus quadro mais de dez profissionais.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas disse que a decisão de terceirizar a redação com salários baixos “é um absurdo” e que vai tomar as providências cabíveis.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.