BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Criança de 9 anos é baleada por criminosos em Manaus


Um menino de 9 anos foi baleado na noite de quinta-feira (25), por volta das 21h30, após a ação de criminosos que tentaram invadir a casa da família dele, na travessa Galiléia, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte. O pai da criança informou á polícia que foi confundido com um traficante que já morou no local.

Conforme o tenente Daniel Pena, integrantes de uma facção foram até a casa procurando por esse antigo morador e o pai do menino por acreditar que a ação se tratava de um assalto, colocou móveis nas portas para impedir a entrada dos suspeitos.

Exaltados, os homens atiraram no local e um disparo atingiu a perna da criança. Os criminosos fugiram e o menino foi socorrido e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus.  Ele não corre risco de vida.

No local do crime, marcas do ataque foram deixadas. Haviam disparos na parede e a porta ficou danificada após os suspeitos tentarem arrombar e adentar no imóvel. Policiais militares foram ao local recolher mais detalhes da ação.

O caso será investigado pela Polícia Civil do Amazonas.

Outro caso

Renan Souza Gomes, de apenas 9 anos, foi baleado naquele mesmo bairro, no dia 9 de Janeiro de 2020. Ele foi mais uma vítima da guerra entre facções criminosas que assola a capital amazonense.

Renan estava brincando com amigos na frente da casa que morava, localizada na rua Amazonas, também no Novo Aleixo, quando foi atingido por uma bala perdida durante a troca de tiros entre criminosos rivais. Ele ainda chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto-Socorro da Criança da Zona Leste – Joãozinho, mas não resistiu aos ferimentos. A bala atingiu a região lombar da vítima.

Fonte: Portal Em Tempo

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.