BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Covid-19: Clínicas odontológicas e pacientes devem seguir recomendações para evitar contaminação


Sendo a boca uma das principais portas de entrada do novo coronavírus no organismo humano, a Prefeitura de Manaus, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus), reforça a orientação a clínicas odontológicas e seus usuários para que sigam as recomendações e práticas de biossegurança durante a pandemia de covid-19. As medidas são de prevenção e fundamentais para evitar a infecção cruzada nestes ambientes, resguardando a vida de profissionais e pacientes.

Assim como as consultas médicas e tratamentos de saúde precisam ser levados adiante durante a pandemia, sempre com respeito às medidas de prevenção, manter a saúde dos dentes também é fundamental para que se evite outros males. Afinal, condições não graves, como uma obturação rachada, podem piorar se ignoradas, e limpezas dentárias simples são essenciais.

Desde o mês de junho, quando os consultórios odontológicos tiveram autorização para voltar a funcionar, a Vigilância Sanitária tem orientado estes estabelecimentos sobre o respeito às medidas sanitárias. Entre elas, o distanciamento nas recepções, higiene pessoal, limpeza, sanitização de ambientes e equipamentos, além de um maior monitoramento e controle de fluxos nas clínicas.

Com o aumento de internações por covid-19 na rede hospitalar, as medidas estão sendo reforçadas. Elas são direcionadas tanto a pacientes quanto aos estabelecimentos e seus profissionais. Veja as principais:

• Paciente e profissionais devem higienizar as mãos, principalmente antes e depois do atendimento e também após a retirada de EPIs;
• Profissionais e pacientes devem fazer uso obrigatório de EPIs;
• Estabelecimentos devem orientar pacientes a evitar levar acompanhantes e informar sobre quaisquer sintomas de infecção respiratória;
• Estabelecimentos devem aferir a temperatura do paciente;
• Ambientes devem ter condições de higiene, álcool gel/lenços disponíveis na sala de espera;
• Recepções devem ter regras de distanciamento;
• Caso haja mais de uma cadeira odontológica no mesmo consultório, as mesmas devem ser separadas por divisórias de PVC;
• Sistemas de ar dos estabelecimentos devem passar por limpezas e higienizações frequentemente.
• Todos os equipamentos do consultório devem ter registro na Anvisa;
• Profissionais devem evitar o uso de seringa tríplice com a combinação de jatos de ar e água (spray);
• Refeições e bebidas devem ser proibidas dentro dos consultórios;
• Após atendimento, abrir as janelas para circulação de ar.
É importante que estas e outras medidas de segurança sejam cumpridas para que os serviços continuem disponíveis durante a pandemia. A responsabilidade de cada um é fundamental neste momento. E lembre-se: Sem prevenção, não há motivo para sorrir.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.