BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Corpo de Marília Mendonça é acompanhado por Maiara e Maraisa em carro dos Bombeiros



Maiara e Maraisa acompanharam o corpo de Marília Mendonça no alto do carro do Corpo de Bombeiros durante o cortejo até o cemitério, neste sábado (6). As gêmeas foram acompanhadas pela dupla Henrique e Juliano, que homenagearam a cantora no velório. O corpo do tio e assessor de imprensa de Marília, Abicieli Silveira, foi levado no mesmo carro

O corpo de Marília Mendonça foi levado em carro dos Bombeiros após o velório no Goiás Arena, neste sábado (6). Depois que os fãs se despediram da artista, o caixão foi fechado e levado para o veículo, sendo acompanhado por Maiara e Maiara, e Henrique e Juliano – que cantaram em homenagem à Rainha da Sofrência em sua despedida.

Durante o percurso da arena até o Cemitério Memorial Parque, em Goiânia, o carro no qual o corpo de Marília e de seu tio e assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, foram levados foi acompanhado por uma imensidão de carros. Ao longo da via, vários fãs esperavam para aplaudir e homenagear a sertaneja, que morreu em um acidente aéreo na serra de Caratinga, em Minas Gerais. Ela também foi lembrada por Neymar após o gol marcado por ele no jogo do PSG contra o Bordeaux, pelo Campeonato Francês. O atacante ergueu o uniforme e exibiu uma mensagem escrita em uma camisa: "Serei eterno fã, rainha da sofrência. RIP MM".

O corpo de Marília Mendonça foi levado em carro dos Bombeiros após o velório no Goiás Arena, neste sábado (6).

Maiara e Maraisa agradeceram o público presente aplaudindo durante todo o percurso. Além de Marília e de Abicieli, outras três pessoas morreram no acidente, provocado após o avião colidir com cabo de alta tensão: o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

Os enterros de Marília Mendonça e de Abicieli foram restritos à família e poucos amigos. As cerimônias estavam previstas para acontecer por volta das 17h, mas só começaram após as 19h. Do lado de fora do cemitério, os fãs prestaram homenagens à cantora, cantando suas músicas, sempre lembradas pelas letras de empoderamento.

Fonte: PurePeople

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus