BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Coronovírus mata o pesquisador e homem público Wilson Wolter


A Covid-19 fez mais uma vítima no mundo da pesquisa. Morreu na noite desta sexta-feira, dia 1º, o pesquisador aposentado do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa) e professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Wilson Wolter Filho.

Depois de ser contaminado pelo novo coronavírus (Covid-19), o professor teve complicações respiratórias. Ele estava internado numa UTI do Hospital Adventista, em Manaus, há 21 dias.

Wilson Wolter fez parte da equipe de secretários  municipais em 1993, quando o então senador Amazonino Mendes (no PDC à época)  que era do PDCO deixou senado federal em 1992,  montou uma equipe de técnicos e políticos jovens – que convencionou chamar de “nova escola política” –,  e ganhou a eleição contra José Dutra (PMDB) o candidato de Gilberto Mestrinho (PMDB) e Arthur Virgílio (PSDB).

Wilson Wolter na equipe do então prefeito Amazonino Mendes, em 1993, que tinha entre outros Klinger Costa, Alfredo Nascimenyto, Eduardo Braga, Jaith Chaves, Afonso Lins e Ísper Abrahim Foto: Acervo BMA

Wolter estava nessa equipe de secretário do novo prefeito  que, entre outros tinha nomes como Eduardo Braga, Alfredo Nascimento, Ilídio Lima, Marise Mendes, Francisco Pacífico e outros.

O pesquisador foi levado para equipe de Amazonino pelo então secretário de Economia e Finanças, Alfredo Nascimento, com quem tinha forte ligação. Quando Alfredo se elegeu Deputado Federal deputado federal, levou Wolter para assessorá-lo em Brasília. Da mesma forma, o pesquisador o acompanhou quando ele assumiu o Ministério dos Trabsportes, no segundo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) .

No Ministério dos  Transportes, Wilson Wolter assumiu o cargo de Superintendente da Administração das Hidrovias da Amazônia Ocidental (Ahimoc). Tinha 70 anos e estava aposentado  depois de uma carreira vitoriosa.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.