Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Coronavírus: Previna-se! Esse cuidado é de todos


Tosse, febre e dificuldade para respirar são sintomas de alerta para a maioria das doenças do sistema respiratório que costumam aparecer com maior intensidade no período de chuvas. Neste inverno amazônico, os cuidados de todos devem ser intensificados por conta do decreto de emergência sanitária global, emitido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em função de um novo tipo de Coronavírus, identificado recentemente na China, com alta capacidade de propagação.

Para prevenir o contágio, faça frequente higienização das mãos, em especial antes de consumir alimentos; utilize lenço descartável para higiene nasal (evitar os lenços de pano); cubra nariz e boca quando espirrar ou tossir. Além disso, é preciso evitar contato próximo com pessoas com sinais e sintomas de gripe, e não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos e pratos. Manter os ambientes bem ventilados é outra medida que ajuda a prevenir a contaminação.

Os sintomas comuns a doenças respiratórias como febre, tosse e dificuldade de respirar devem ser observados principalmente em quem esteve em áreas de transmissão ativa do vírus nos últimos 14 dias, antes do início dos sintomas ou manteve contato próximo com um caso suspeito ou confirmado.

Com a suspeita de nove casos no Brasil, Manaus deu início ao plano de ação para o possível enfrentamento ao novo Coronavírus. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da capital estão em alerta e preparadas para prestar o atendimento adequado à população.

Mesmo sem registros sobre casos na capital amazonense, o reforço das ações de prevenção tem por objetivo evitar o agravamento das síndromes gripais, o que é feito todos os anos.

Para isso, existem planos de contingência para atuação também em caso de risco de saúde pública como é a circulação do coronavírus.

A Sala de Situação do município, instalada em 2018 para monitorar o avanço de casos de sarampo na cidade, não foi desativada e já está realizando o monitoramento de casos de infecções respiratórias causadas pelo vírus que circula mundialmente.

A Prefeitura de Manaus, responsável pela rede de Atenção Primária, que realiza o primeiro atendimento aos pacientes por meio das UBSs, já iniciou o reforço na preparação dos profissionais e a organização do processo de trabalho em cada unidade.

Todas as UBSs estão preparadas para acolher os pacientes com sintomas de síndrome gripal e fazer a avaliação de risco, identificando e priorizando os casos em que o paciente poderá apresentar complicações e evoluir para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), encaminhando para os serviços de maior complexidade quando houver necessidade.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mantém 25 Unidades de Saúde como referência na dispensação da medicação com antiviral em casos de síndrome gripal, que pode ser disponibilizado, mediante receita médica da rede pública ou privada, aos pacientes com indicação clínica do profissional de saúde. Confira em http://bit.ly/UBSreferencia

O trabalho é feito de forma integrada à Vigilância Epidemiológica, que mantém o monitoramento de forma permanente para acompanhar a situação das doenças respiratórias em Manaus.

O plano de ação da Prefeitura de Manaus, por meio da Semsa, também inclui a intensificação das ações de Educação em Saúde nas UBSs e, com o apoio do Programa Saúde na Escola, atuação junto aos estudantes nas escolas estaduais municipais.

A Semsa também tem colaborado com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para alertar e orientar a comunidade aeroportuária sobre os casos da doença respiratória originada na China, causada pelo novo Coronavírus.

Casos

Desde o dia 27 de outubro de 2019 até o último dia 16 deste mês, o município de Manaus registrou 124 casos e 13 óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo dois por Influenza B, um por Adenovírus, um por Metapneumovírus, um causado por dois vírus (Metapneumo e Adenovírus) e em três casos não houve identificação do vírus.

Em relação ao novo Coronavírus, foram identificados 7814 casos no mundo, sendo 7716 casos na China, com registro de 170 mortes. Outros 98 casos foram confirmados em 18 países.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.