BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Conselheiro Júlio Cabral é aposentado pelo TCE-AM



Aos 68 anos de idade, o decano do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Júlio Cabral, deu entrada no pedido de aposentadoria das atividades na Corte de Contas amazonense e teve o pedido deferido pelo colegiado na manhã desta terça-feira (29). O pedido foi lido pela presidente em exercício, conselheira Yara Lins dos Santos, no início da 10ª Sessão Ordinária do Tribunal Pleno, e levou em conta motivos de saúde do conselheiro.

Aprovado de forma unânime pelos conselheiro da Corte, o acórdão com a decisão de aposentadoria do conselheiro foi publicado já na manhã de hoje e pode ser acessado por meio do Diário Oficial Eletrônico do TCE-AM (DOE).

Ao anunciar o pedido de aposentadoria, a conselheira-presidente em exercício, Yara Lins dos Santos, destacou a carreira de Júlio Cabral e deu destaque ao bom relacionamento que o decano da Corte teve com os colaboradores do TCE-AM desde sua posse, em 2000.

“Hoje é um dia de alegria, com uma mistura de saudade, posto que estamos a julgar o pedido de aposentadoria de um grande cidadão e servidor da coletividade amazonense, um honesto técnico, honrado e nobre conselheiro, e meu amigo de longas datas. Registro imensurável prazer que tive em dividir o plenário por tantas vezes com vossa excelência e reitero que labutar ao seu lado foi de grande aprendizado para mim. O Tribunal de Contas do Amazonas e toda a coletividade amazonense agradece, com absoluta certeza, o empenho e o trabalho desse grande homem público”,  afirmou a conselheira.

A aposentadoria de Júlio Cabral acontece após quase 22 anos de serviços prestados à Corte de Contas amazonense. Ele foi nomeado conselheiro do Tribunal em 27 de abril do ano de 2000. Entre suas atividades, o decano já foi presidente do Tribunal, vice-presidente e ouvidor, além de ter presidido a 1ª e 2ª Câmara do TCE-AM.

Ausente da sessão, cumprindo agenda externa do TCE, o conselheiro-presidente Érico Desterro manifestou toda a admiração pelo agora conselheiro aposentado. “Além de um excelente homem público, íntegro e correto, Júlio Cabral é melhor ainda como ser humano e amigo. Ele encerra agora sua carreira como conselheiro do Tribunal, mas pode ter certeza que seu nome ficará marcado na história desta Casa. Desejo saúde e serenidade nessa nova fase da sua vida”, disse.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus