BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Concentradores doados pelo Unicef e Opas atenderão a capital e cinco municípios do interior


O Governo do Amazonas recebeu, nesta quarta-feira (10/02), uma doação de 80 concentradores de oxigênio comprados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Além da capital, os aparelhos deverão ser enviados para cinco municípios do interior que apresentam maior necessidade.

O carregamento, com 50 concentradores doados pelo Unicef e 30 pela Opas, veio de São Paulo (SP) e chegou a Manaus na manhã de hoje. Todo o material será distribuído a partir desta quarta-feira para os municípios de Manaus, Tefé, Tabatinga, Lábrea, Carauari e Itacoatiara.

Os equipamentos são utilizados para armazenar e filtrar as moléculas de oxigênio que são retiradas do ambiente, purificadas, concentradas e enviadas ao paciente por meio de cânulas ou máscaras para manter a saturação ideal para os pacientes internados.

Conforme a chefe do escritório do Unicef em Manaus, Débora Nandja, os concentradores de oxigênio doados pelo Unicef e Opas são de 5 litros e têm como objetivo suprir a demanda nos leitos das unidades de saúde. Além disso, ela explica que os equipamentos, viabilizados em parceria com as Lojas Americanas e Modern Logistics, poderão ser usados em casos de transferência e deslocamento de pacientes, principalmente do interior.

“Esses concentradores vão para os municípios. São cinco municípios escolhidos pelo próprio Governo do Estado, são os municípios que nesse momento precisam mais, e é mais uma ação do Unicef contra o enfrentamento da pandemia e também para garantia de saúde e direitos de crianças, adolescentes e famílias em geral aqui no estado do Amazonas”, afirmou Débora.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.