BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Competição tecnológica incentiva à criação de soluções jurídicas no Amazonas


Encontrar soluções tecnológicas ao sistema judiciário visando a desburocratização, acesso à justiça e resoluções de conflitos relacionados ao meio ambiente. Esses são os objetivos do Amazônia Legal Hackathon 2022, competição de tecnologia voltada ao segmento Legaltech que ocorrerá de forma gratuita, online e aberta ao público geral entre os dias 2 e 4 de junho.

Realizado desde 2019, o vento de inovação jurídica é uma iniciativa digital que busca engajar faculdades, escritórios, empreendedores, designers, empresas de tecnologia, governo, prestadores de serviços e outros atores do ecossistema da Justiça no diálogo e desenvolvimento rápido de soluções inovadoras, incrementais ou revolucionárias, que impactem positivamente o ecossistema da Justiça.

Na edição deste ano, o desafio será o desenvolvimento das melhores soluções tecnológicas ao sistema do judiciário a partir do trabalho de equipes multidisciplinares, que atuarão em três categorias: desburocratização; acesso à justiça e resoluções de conflitos; e resoluções de conflitos relacionados ao meio ambiente.

Interação
Presidente da Comissão de Direito Digital, Startups e Inovação da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM), Aldo Evangelista destaca a interação entre os principais desafios jurídicos no meio digital. “O Amazônia Legal Hackathon interage com esses desafios para um diálogo entre a natureza, inovação jurídica e pessoas que aqui habitam com o poder judiciário”, observou.

A competição deste ano terá como principal novidade a interação em um ambiente virtual, o metaverso. Trata-se de um universo tecnológico criado a partir de realidade virtual, aumentada e redes sociais. “A ideia é que seja um ambiente paralelo, onde comunicação, diversão e negócios existirão de forma imersiva”, apontou o analista técnico do Sebrae Amazonas e curador do Laboratório de Inovação Sebraelab, Denys Cruz.

Vencedor da competição em 2020, o advogado Claudiomiro Soares atua neste ano como um dos organizadores. Ele celebra os ganhos da experiência no hackathon. “Foi única. Possibilitou abrir a mente não só para as novas tendências jurídicas, mas ao mercado de inovação e empreendedorismo. Esse contato inicial permitiu que eu pudesse me especializar na área de startups e começar ajudar os novos modelos de negócios”, avaliou.

O ALH 2022 é uma realização da OAB-AM, através da Comissão de Direito Digital, Startups e Inovação; Comunidade de Inovação Jurídica da Amazônia – INNOVALAW e Sebrae Amazonas. O evento tem ainda como apoiadores UFAM, UEA, ITN, Digital Law Academy, Portal Juristas, AB2L, Legal Hacker Manaus, Comunidade Jaraqui Valley, Comunidade Jurupary Valley e Grupo Rede Amazônica.

As inscrições para o evento podem ser feitas através do link www.sympla.com.br/evento/amazonia-legal-hackathon-alh-2022-online-no-metaverso/1579695. Mais informações no site amazonialegalhackathon.com.br.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.