BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Como finalizar o cabelo com equipamentos sem prejudicar?



Saiba como usar os equipamentos térmicos capilares sem danificar os fios e veja recomendações para cuidar dos cabelos no período de festas

Para as festas de final de ano é muito comum intensificar o uso de equipamentos térmicos e tratamentos capilares para os compromissos do período, como festas corporativas, confraternizações e reuniões familiares.

Os cuidados com o cabelo, tanto em casa quanto por profissionais, devem levar em consideração uma série de boas práticas, evitando prejuízos estéticos e danos à saúde capilar.

3 dicas para finalizar o cabelo

A finalização do cabelo com equipamentos é mais comum no final de ano, pois o desejo, principalmente das mulheres, é ter o cabelo sempre impecável e pronto às comemorações que surgirem.

No entanto, para que a finalização não se torne uma vilã à saúde capilar – e, consequentemente, à estética – é fundamental saber como fazer um uso apropriado de equipamentos, produtos e tratamentos.

1. Uso do secador

Um dos campeões de uso quando o objetivo é finalizar o cabelo é o secador. O equipamento térmico, quando usado de forma correta, não apresenta riscos à saúde do cabelo, mas é preciso atentar-se às boas práticas, incluindo:

● remova a umidade do cabelo usando uma toalha macia com movimentos suaves para que o fio fique úmido, mas não molhado;

● aplique protetor térmico no comprimento do fio antes de iniciar o uso de qualquer equipamento térmico. Selecione o produto de acordo com seu tipo de cabelo;

● seque o cabelo por partes, especialmente se eles forem longos e volumosos, o que contribui na finalização e também reduz a exposição dos fios ao calor;

● mantenha o secador a cerca de 15 centímetros de distância do fio, evitando uma exposição maior às altas temperaturas;

● atente-se à temperatura evitando uma exposição desnecessária ao calor. Oscilações de temperatura também são danosas.

No caso dos cabelos enrolados, cacheados e crespos, o uso do difusor ou da touca difusora é positivo, pois contribui na distribuição mais uniforme do calor, reduzindo a exposição dos fios.

Fazendo o uso correto do secador, não há restrições relacionadas à frequência de uso.

2. Chapinha, babyliss e modeladores

Diferentemente do secador, a superfície quente da chapinha, babyliss e modeladores entram em contato direto com a haste capilar.

Estudos indicam que a exposição do fio a temperaturas entre 175 e 215º C por 5 minutos causa danos à estrutura do fio na maioria dos casos.

Entre os danos capilares causados incluem-se nódulos no fio, que ficam propensos à quebra, aumento da fragilidade do fio e maior tendência às pontas duplas.

Mesmo equipamentos térmicos de cerâmica, que são benéficos por manter as temperaturas estáveis, podem causar danos aos fios.

Assim, a recomendação é que a frequência de uso seja mais moderada, usando esses recursos apenas quando tiver algum evento. Além disso, o uso do protetor térmico e aquisição de um equipamento de qualidade são recomendações importantes.

3. Biossegurança em salões de beleza

Durante as festas de final de ano também é mais comum recorrer aos salões de beleza para uma série de cuidados com os cabelos, como cortes, tratamentos e penteados.

Nesses casos, é fundamental selecionar um local de confiança que faça o correto manuseio e higienização dos equipamentos e acessórios usados nos tratamentos.

A escova modeladora, por exemplo, precisa ser higienizada entre os usos de uma cliente para outra. Outros acessórios devem ser esterilizados, evitando a transmissão de doenças.

No salão também é importante que haja o uso dos equipamentos e proteção individual, incluindo máscara, luva, aventais, touca e outros.

Cuidados com os cabelos no fim de ano

Portanto, no final de ano é mais comum recorrer aos tratamentos e cuidados capilares, seja em casa ou em locais especializados. Em ambos os casos, o fio pode ficar suscetível a danos, sendo importante adotar medidas de precaução.

Conheça e busque seguir as principais recomendações a seguir:

● intervalo entre procedimentos: não é indicado que procedimentos químicos, como progressiva, descoloração e pintura, por exemplo, sejam feitos com menos de 30 dias de intervalo, sendo importante manter o espaçamento para não danificar os fios;

● rotina de higienização: com o calor e o uso de finalizadores, spray e outros produtos é mais importante ter um correta rotina de higienização evitando que o fio fique sujo por longos períodos;

● hidratação dos cabelos: se intensificar o uso de equipamentos térmicos e tratamentos químicos é ainda mais relevante adotar uma rotina de hidratação capilar;

● umidade no fio: caso frequente piscinas e praias é fundamental evitar deixar o fio úmido por longos períodos, o que aumenta a tendência ou agrava quadros de doenças no couro cabeludo, como dermatite;

● finalização: para fazer a finalização dos penteados evite sobrecarregar o fio com produtos e os escolha considerando seu tipo de cabelo;

● penteados: evite penteados que tracionam muito o fio, pois pode aumentar a quebra de cabelos.

Seguir boas recomendações para a saúde capilar é fundamental para obter cabelos mais macios, brilhantes e hidratados.

Caso você identifique um agravamento da queda de cabelo ou qualquer alteração significativa na saúde capilar é essencial buscar ajuda de um médico especialista em cabelos para obter um diagnóstico correto e encaminhamento adequado para o caso.

Em todo caso, ao realizar penteados para o natal, réveillon e demais festas de fim de ano, busque de preferência por auxílio profissional e tenha muito cuidado com os equipamentos utilizados.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus