BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Comerciantes do Centro querem que lojas reabram em Manaus


Centenas de comerciantes e trabalhadores realizam uma manifestação no Centro de Manaus, nas proximidades do Terminal da Matriz, na manhã deste sábado, 26/12, primeiro dia de vigência do decreto governamental que restringe o funcionamento do comércio.

O decreto vai até o dia 10 de janeiro. A medida foi tomada por conta do aumento do número de casos da Covid-19. Durante o período, será realizada uma operação para coibir o descumprimento do decreto. A Justiça do Amazonas indeferiu um mandado de segurançademandado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) contra o decreto do Governo do Amazonas que restringe as atividades dos estabelecimentos considerados não essenciais.

Os manifestantes pedem que o Governo do Amazonas reconsidere o decreto que irá fechar novamente shoppings, restaurantes e estabelecimentos não essenciais por um período 15 dias. Por volta das 9:50, eles saíram em caminhada pelas ruas do centro de Manaus, gritando palavras de ordem, como "fora Wilson Lima", "quem manda é o povo" e "queremos trabalhar".

O protesto causou aglomeração e alguns manifestantes estavam sem máscaras. Este é o segundo protesto feito pela categoria, o primeiro foi realizado no dia 23/12, quando foram anunciadas as medidas de restrição.

Casos

Segundo o último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), foram registrados 195.806 casos da doença e 5.161 mortes.

Foto: Radar Amazônico/ Reprodução

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.