BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Coca-Cola/Grupo Simões investem na redução de resíduos e lançam garrafa universal de 1L retornável


O anúncio de um Natal solidário, que traga esperança e respeito  às origens Amazônicas, e a preocupação com o meio ambiente principalmente em relação à redução de resíduos sólidos no planeta,  marcaram o lançamento da garrafa pet retornável de 1 litro pela Coca-Cola do Brasil e Grupo Simões. O evento aconteceu na Chácara Beija-Flor, no bairro de Flores, onde os  diretores de marketing e   Trade, Bárbara Bravim e  Hudson Souza, explicaram as vantagens  da nova garrafa universal, retornável, que  oferece mais escolhas, praticidade, economia e, na questão ambiental, menos plástico e a opção da reciclagem.

Além de ajudar na preservação ambiental, agora o consumidor  vai poder  ter acesso a vários sabores de refrigerantes  com uma única garrafa.  De acordo com Hudson Souza, hoje a Coca-Cola/Grupo Simões estão com  cerca de 15% de seu  volume  de embalagens retornáveis  comercializado – em Manaus, esse percentual cresce pra 20% –, embora reconheça que as garrafas descartáveis Pet ainda são a preferência do consumidor.

— Mas isso aí vai depender da conscientização ecológica do consumidor. A projeção da Coca-Cola, que vem investindo em campanhas de conscientização ambiental é reduzir ao máximo o volume de resíduos sólidos até 2030, embora    seja quase impossível zerar o consumo de garrafas de vidro e  pet -, avalia o diretor de Marketing.

Bárbara Avim observa que já existem países , como a Alemanha, que zeraram a circulação das garrafas de pet que tanto prejuízos causam ao meio ambiente. Líder mundial em tecnologias e políticas de resíduos sólidos, a Alemanha  possui os índices de reaproveitamento mais elevados do mundo —, e quer  alcançar, até o final desta década, a recuperação completa e de alta qualidade dos resíduos sólidos urbanos, zerando a necessidade de envio aos aterros sanitários.

Portanto, o principal benefício da nova garrafa retornável Coca-Cola de 1L é a redução da emissão de carbono

Com a pandemia, o volume de lixo doméstico cresceu mais de 15%, aponta relatório da Abrelpe

A preocupação da Coca- Cola  em relação à preservação do planeta não é de agora e, nesses tempos difíceis, faz ainda mais sentido.  Com a pandemia, o volume de lixo doméstico cresceu mais de 15%, segundo estimativa da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). A destinação final de todo esse material está entre as principais preocupações quando falamos em sustentabilidade. Segundo o Relatório Abrelpe, em 2019, mais de 29 milhões (40,5% do total) de toneladas de resíduos sólidos urbanos foram destinados inadequadamente no meio ambiente.

Portanto, o principal benefício da nova garrafa retornável Coca-Cola de 1L é a redução da emissão de carbono e não geração de resíduos, haja vista que  a nova embalagem reduz  diminui a quantidade  de novas garrafas produzidas.

— Há também  o controle total sobre sua destinação após o uso, quando todas retornam para as fábricas e logo em seguida são encaminhadas à indústria recicladora – explica Barbara  Bárbara Bravim, acrescentando que, com as retornáveis, anualmente, a  empresa deixa de   colocar mais de 200 milhões de PETs no mercado.

Apresentação das novas embalagens
Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.