Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

"Clube Vip" garante R$ 576 milhões para o Amazonas


Dos R$ 3,8 bilhões empenhados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, entre 11 e 31 de dezembro, o Amazonas abocanhou R$ 576 milhões, de acordo com o  portal O Antagonista.

De acordo com o blog, o município amazonense mais beneficiado foi Coari, que recebeu R$ 37,7 milhões.

A negociação desses convênios com o MDR foi feita diretamente com alguns poucos parlamentares ligados a  Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia no caso do Amazonas os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Eduardo Braga (MDB-AM). O grupo é tratado nos corredores do Congresso como “Clube Vip”.

Comeu banha

Quem comeu banha nessa história foi o senador Plínio Valério (PSDB-AM).

O tucano disse que não  sabia de nada porque não integra o ‘clube vip’.

Plínio disse que, pelo Amazonas, a negociação foi feita diretamente com Eduardo Braga.

A sete chaves

O tucano de Eirunepé cutucou que é  senador da República e não estava sabendo disso, porque “fica guardado a sete chaves”.

— É feito com quem já está no sistema há muito tempo. Nós, novatos, somos pegos de surpresa –, alfinetou Valério.

De pai pra filho

Apesar de ter sido preso em 2014, ex-prefeito, Adail Pinheiro, conseguiu eleger seu filho,  Adail Filho  na prefeitura em 2016.

“Pai e filho são próximos do senador Eduardo Braga (MDB), que apoiou a eleição de ambos”, publicou o Antagonista.

Vende-se floresta

O  governo que prometeu privatizar tudo o que é possível está determinado a cumprir o objetivo.

Nesta quarta-feira (19/2), anunciou a concessão de três florestas do Amazonas: Humaitá, Iquiri e Castanho, na região da Amazônia

Privatização

A de Humaitá terá prazo de contrato de 40 anos, com data prevista para publicação do edital, no segundo trimestre deste ano 2020 e leilão no quarto trimestre do ano.

Quanto custa

O critério será reais por metros cúbicos (R$/m³).

O estudo de logística e mercado está sendo feito pelo Serviço Florestal Brasileiro (do Mapa), com apoio do ICMBio e a previsão de conclusão é maio deste ano

A pesquisadora do INPA, Sônia Alfaia, foi uma das primeiras a reagir contra a privatização das três florestas.

— Como se já não bastasse o PL 191/2020, que libera a mineração em Terras Indígenas, temos agora a entrega nossos parques nacionais e florestas para exploração, por meio de leilão, para a iniciativa privada – protestou.

Ato de violência

Para Alfaia,  a privatização de florestas de Humaitá, Iquiri e Castanho representa mais um ato de violência contra o meio ambiente e contra a Amazônia, “impetrado por esse governo da destruição”.

— Isso poderá se transformar em mais uma forma de degradação e destruição das nossas florestas. Quem irá fazer o controle dessa exploração, considerando o atual desmonte que o governo vem fazendo nos órgãos ambientais como o IBAMA e o ICMBio? – questiona pesquisadora.

Gasolina em Manaus a R$  2.68?

Não acredite, é fake news. O preço da gasolina em Manaus não caiu para R$ 2,68 como andaram postando nas redes sovciais. De acordo com levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na segunda semana de fevereiro (de 9 a 15), o valor médio do litro estava em R$ 4,75.

O custo mínimo registrado nesse período ficou em R$ 4,50, enquanto o preço mais alto foi de R$ 4,79. Em janeiro, a média era de R$ 4,38 e, em dezembro, de R$ 4,10.

Sem ICMS...

O valor de R$ 2,68 foi cobrado apenas durante uma campanha promovida pelo movimento “Mais Amazonas, Menos Impostos” e pelo Instituto Ajuricaba no dia 14 de fevereiro.

... Dá pra fazer!

Naquela data, um posto vendeu 4 mil litros do combustível por esse preço.

Cada veículo poderia abastecer apenas 10 litros por esse valor, que representaria o custo da gasolina para o consumidor final se não houvesse incidência de impostos.

O objetivo da campanha foi conscientizar a população sobre a alta carga tributária que incide sobre esse tipo de produto no estado.

Tem mulher na segurança

A nova delegada-geral da Polícia Civil, Emília Ferraz entrou com vontade.

Prometendo botar ordem na casa ela prometeu imprimir a marca de  proximidade com a população.

— Principalmente resolver o que mais aflige a cada indivíduo e cidadão que hoje está na sua casa.

Mesma cartilha

Emília adiantou que em março será lançado o Plano de Governo de Segurança Pública, com todas as diretrizes que o setor de segurança vai seguir.

—O mote da segurança hoje é o trabalho integrado entre a  Polícia Civil, Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar.

Isto significa dizer que, daqui pra frente,  todos vão ter que rezar a mesma cartilha.

Olhar feminino

O Secretario de Segurança Pública (SSP), coronel Louismar Bonates, a troca de comando na Delegacia-Geral é fruto de adequações na política de segurança que começou a ser implantada no início de 2019.

— A intenção realmente é dinamizar os trabalhos, por isso essa mudança agora, com um novo olhar, um olhar feminino –, disse.

Grandes escândalos

Bolsonaro tirou o sono dos funcionários dos Correios.

Garantiu nesta quinta-feira (20/2), que a estatal “caminha para a privatização".

—Algumas instituições não vão ser privatizadas enquanto eu for presidente, mas os Correios caminham para a privatização.

Até porque, continuou o capitão,  foram foco no ano passado de grandes escândalos e também é um monopólio que não pode ter prejuízo.

EM ALTA

Mudança de hábitos e treinos pra respeitar mulheres atletas. Foi o que fez o Chelsea, time do futebol londrino, que anunciou: as jogadoras poderão adaptar treino e alimentação de acordo com o ciclo menstrual de cada uma delas. O time é o primeiro no mundo a adotar a agenda feminina, o que é extremamente significativo para o mundo do esporte. Segundo o The Telegraph, o acompanhamento será feito com ajuda de um aplicativo, o FitrWoman, que começou a ser utilizado em 2019 pela seleção dos Estados Unidos, durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino.

EM BAIXA

o volante Juninho e o goleiro Alexander e o zagueiro Ricardo fotam alvis de insultos racistas ouvidos durante empate com o Oriente Petrolero, pela Copa Sul-Americana. Eles goram agredidos com palavras e gestos ofensivos dos torcedores bolivianos que estavam atrás do banco de reservas. Depois, o goleiro Alexander e o zagueiro Ricardo tentaram alertar a arbitragem, mas acabaram ofendidos também. Ainda por cima, o árbitro advertiu com cartão amarelo o zagueiro Ricardo Graça.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.