Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Clínicas de oftalmologia serão fiscalizadas pela Visa Manaus

Consultórios e clínicas oftalmológicas são o foco de uma nova ação de monitoramento estratégico da Vigilância Sanitária da Prefeitura de Manaus, a Visa Manaus. A partir de fevereiro, estabelecimentos do setor, já mapeados, serão fiscalizados para verificação do cumprimento das normas e licenciamento sanitário. A ação vai priorizar as clínicas que realizam procedimentos cirúrgicos, as que fazem atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e as que têm histórico de infrações sanitárias.

“Elegemos o setor para o planejamento de ações proativas da Vigilância em 2019 porque nos últimos meses identificamos problemas recorrentes, que sinalizam para um alerta nos serviços de oftalmologia”, explica a diretora da Visa Manaus, Maria do Carmo Leão.

A diretora observa que apenas entre os meses de agosto do ano passado e janeiro deste ano, três clínicas de oftalmologia foram interditadas por funcionamento irregular. “As próprias clínicas haviam solicitado o licenciamento sanitário, no entanto descumpriam as normas sanitárias, cometendo infrações graves que colocavam em risco a saúde dos pacientes”.

De acordo com Maria do Carmo, além da constatação feita pelos fiscais, há relatos sobre suspeita de irregularidade em consultórios e clínicas feitos à Visa Manaus e a outros órgãos como o Ministério Público do Estado.

A gerente de Vigilância de Serviços, Nádia Soares, informa que nas clínicas interditadas foram encontradas irregularidades como reutilização de material descartável (agulhas e bisturis, por exemplo), processamento de produtos que não são da saúde (lâmina de barbear), material cirúrgico com resíduo de sangue, material oxidado (enferrujado), ausência de pia para higienização das mãos dos cirurgiões e outros problemas classificados como de alta gravidade.

Inspeção

A ação de monitoramento estratégico em clínicas de oftalmologia deve ser iniciada no próximo dia 4 de fevereiro. De acordo com Nádia Soares, durante as inspeções os fiscais irão verificar itens como segurança cirúrgica, incluindo qualidade da esterilização e desinfecção de materiais, estrutura para suporte imediato à vida, insumos para higienização das mãos e aplicação do check list “Cirurgia Segura”; estrutura; processos de trabalho; qualificação técnica; e se o estabelecimento tem licença sanitária válida.

Deixe uma resposta