BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Cinco municípios do AM receberão usinas de oxigênio doadas pelo Sírio Libanês


O Hospital Regional de Tabatinga, no município do Alto Solimões distante 1.108 quilômetros de Manaus, já está recebendo as obras necessárias para abrigar a usina de produção de oxigênio doada pelo Hospital Sírio-Libanês. Após a instalação, a unidade terá capacidade para atender 53 leitos, que correspondem à capacidade instalada no hospital e na maternidade Celina Villacrez Ruiz, que funciona no mesmo local.

A previsão da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), responsável pelas obras no hospital, é de que até a próxima semana a estrutura já esteja apta para receber a instalação da usina, que vai produzir 28m³ de oxigênio por hora. Hoje, a necessidade é de 16m³/hora.

O diretor do Hospital Regional de Tabatinga, Douglas Moura, diz que a produção própria do oxigênio é importante para que a unidade seja independente no abastecimento do insumo.

O hospital é dotado de rede de gases capaz de atender metade dos leitos. A outra parte, quando necessário, é abastecida com cilindros. Com a produção no local, os cilindros poderão ser abastecidos com mais rapidez e, consequentemente, com mais agilidade no tratamento dos pacientes.

Seinfra está responsável pela montagem da estrutura para receber as usinas

Usinas doadas – Além de Tabatinga, os municípios de Tefé, Eirunepé, Lábrea e Carauari também terão usinas independentes para a produção de oxigênio líquido, doadas pelo Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo. Os municípios estão sendo vistoriados pela Seinfra e recebendo as obras necessárias para a instalação.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.