BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Cassar o título de Lula é coisa de Sucupira


Essa história de cassar o título de Cidadão do Amazonas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedido em 2005 pela Assembleia Legislativa,  é uma manobra pequena, medíocre, rasteira, provinciana. Digna do  prefeito de Sucupira, Odorico Paraguaçu.

Lula foi um presidente bom para o Amazonas. Trabalhou em seu governo para deixar a base de apoio que levou a presidente Dilma Rousseff a assinar, em outubro de 2011, ao lado do então governador Omar Aziz (PSD) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorrogou por mais 50 anos a vigência da Zona Franca de Manaus.  No governo Eduardo Braga (MDB), Lula foi um “pai” para o Amazonas. Implantou o Bolsa Família, o Luz para Todos em todo o Estado; que tirou milhares famílias do isolamento da rede abastecimento de água; construiu obras estruturais como o Linhão de Tucuruí, o Gasoduto Coari-Manaus: Trouxe a Copa do Mundo de 2014 para Manaus; Foi o Lula quem deu apoio ao financiamento que foi concedido para construção da  Arena do Amazônia e para e a ponte Rio Negro (hoje Phellipe Daou);  lançou os Programas Mais Médicos, Bolsa Família, Pro-Uni e quem ampliou as escolas técnicas de três para 16. E, naquele mesmo ano, atingiu a marca de mais de 30 mil casas. Antes, apenas 2.500 unidades habitacionais haviam sido construídas.

Guardião da Zona Franca

Sempre que preciso, Lula sempre saiu em defesa da Zona Franca.

Naquele ano (2014) chegou a declarar que “só fala mal da Zona Franca de Manaus quem não conhece e nunca colocou um pé no Estado do Amazonas”.

— A Zona Franca é um dever do Estado brasileiro, que precisa ter modelo diferenciado e apoio do governo federal para que continue a atrair novos investimentos de industriais não poluentes –, disparou o presidente.

Ingratidão

Lula fez dois ministro nos governos do PT.

Alfredo Nascimento (PR), nos Transportes e Eduardo Braga (MDB), já no governo de Dilma, nas Minas e Energia. Aliás, os dois votaram a favor do impeachment da ex-presidente.

Procure o que fazer

O deputado Péricles do Nascimento (PSL), cujo partido já diz o que ele pensa e o que ele é, deveria procurar coisa mais séria para fazer.

E, no momento, temos muito a fazer. É só sair do ar-condicionado do gabinete, calçar um tênis e ir para rua ouvir o povo.

Cassa a Rosanne

Agora, se baixou no Péricles o “caboco cassador”, ele pode cassar o título de Cidadão do Amazonas que foi dado à sra. Rosane Collor de Mello – ,quando ela era uma deslumbrada primeira dama –, que nunca fez nada por esse país e muito menos pelo Amazonas. E recebeu a honraria.

Aliás, Rosane deu tanta importância ao título que sequer veio a Manaus receber. Na verdade, sequer tomou conhecimento.

Fogueira da inquisição

É incrível como hoje muita gente tenta jogar o ex-presidente na fogueira da inquisição.

Na última vez que esteve em Manaus, em homenagem no Ducila Buffet, na Ponta Negra, o presidente suportou pacientemente uma fila gigantesca de políticos, empresário e papagaios de piratas que queriam beijar sua mão ou fazer uma fotografia para a “posteridade”.

Fiel escudeiro

Hoje, são poucos os que o defendem.

O deputado José Ricardo é um deles. Nesta terça-feira,18, o petista saiu em defesa do ex-presidente dizendo que Lula recebeu merecidamente o título do Cidadão do Amazonas por tudo de bom que fez ao Estado.

— Foi o presidente que mais deu atenção ao Amazonas, que mais veio aqui e que tem um grande carinho ao povo amazonense.

Absurdo

Portanto, para Zé Ricardo, é um absurdo agora querer tirar esse título do Lula.

—  Com tantos problemas na área da saúde, segurança e educação, devemos nos preocupar é com as ações que melhorem o Amazonas e Manaus – alfinetou.

Acordou o gigante

Sinésio Campos (PT), que pode ser pequeno mas não engole abuso de grandalhão, também não se curvou frente à manobra de Péricles para apagar a história de Lula no Amazonas.

Calado

O petista deixou o bolsonarista sem argumentos na manhã desta terça-feira (18), no plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa, ante os debates do Grande Expediente.

Sinésio acusou Pericles de propagar Fake News na rede social Instagram ao dizer que o Título de Cidadão Amazonense ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria “cancelado”.

Cassa o Bolsonaro

Sergundo Sinésio, caso tal manobra aconteça, o parlamentar também vai entrar com um pedido a Mesa Diretora da Casa Legislativa para cancelar o título de cidadão ao presidente Jair Messias Bolsonaro.

Sinésio explicou por quê:

— Por causa da condenação de injúria e difamação a deputada federal Maria do Rosário (PT), que disse que a “não estupraria, pois ela não merece –, lembrou o pequeno gigante.

Lição do professor

Durante o debate Pericles não teve argumento, se enrolou, gaguejou e ainda trocou a palavra ‘afeição’ por ‘afeto’.

O que foi de imediato corrigido pelo professor Professor Sinésio durante um aparte entre os parlamentares.

Adubando cresce

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto, fez barulho com os números  que apontam um crescimento de 13% da economia do Amazonas.

O parlamentar citou matéria da Revista Veja que coloca o Amazonas em 1º lugar com maior crescimento econômico entre os Estados e fez um comparativo a 2015, no Governo de Dilma Roussef, quando a economia teve decréscimo de 9%.

Jair acima de tudo...

Josué lembrou que o  Estado era o segundo pior do país nas analises econômicas.

— Isso contraria muita gente, que diz que o Governo Bolsonaro só faz prejudicar a Zona Franca de Manaus –cutucou o bolsonarista de carteirinha.

Ataque misógino

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar jornalistas nesta terça-feira (18), ao insultar com insinuação sexual a repórter Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S. Paulo, dizendo que “ela (repórter) queria dar o furo.

— Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim! –, disse, ironicamente,  insinuando que a jornalista tentou trocar de favores sexuais por informações.

“Cara de homossexual”

Esta não é a primeira vez que Bolsonaro agride jornalistas no exercício da profissão.

Um repórter perguntou o que Bolsonaro achava que deveria acontecer com o filho se ele tivesse cometido algum deslize.

— Você tem uma cara de homossexual terrível. Nem por isso eu te acuso de ser homossexual. Se bem que não é crime ser homossexual –, respondeu.

Pergunta da tua mãe

O presidente foi indagado sobre o empréstimo que afirma ter feito a Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. O repórter perguntou se o presidente teria um comprovante da operação de empréstimo.

— Porra rapaz, pergunta para sua mãe o comprovante que ela deu para o seu pai, tá certo? Pelo amor de Deus!

Armas sem ICMS

A isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição de equipamentos e acessórios aos policiais militares, civis e bombeiros pode acontecer em breve.

Isso se for aprovado o Projeto de Lei (PL) n.º 51/2020 de autoria do deputado Roberto Cidade (PV), que tramita na Aleam.

Combate ao crime

Cidade acredita que se aprovada, a Lei vai garantir melhores condições de trabalho aos agentes da segurança pública, principalmente no combate ao crime organizado.

— Na luta contra a violência e o crime organizado que assolam nossas cidades, é preciso garantir o mínimo de condições de trabalho a esses homens e mulheres que se dedicam a fazer a segurança da população amazonense –, pontuou Cidade.

Licenciamento digital

A partir desta terça-feira (18/02), os proprietários de veículos do Amazonas também poderão imprimir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em papel comum na sua própria casa, com a mesma validade do documento oficial.

O documento para impressão está disponível por meio do APP "Carteira Digital de Trânsito" ou no portal de serviços do Detran-AM https://digital.detran.am.gov.br/), após o cadastro.

Economia

O proprietário de veículo também poderá emitir a segunda via pela internet, sem precisar agendar o atendimento e nem pagar taxa de vistoria, uma economia de R$ 160,92, além da praticidade de imprimir o documento de casa ou do local de trabalho em uma impressora comum.

EM ALTA

O ator Jackie Chan está oferecendo um milhão de yuans – quase R$ 615 mil – para a pessoa ou instituição que desenvolver um medicamento eficaz contra o coronavirus. Ele fez a declaração na rede social chinesa Weibo no último dia 4, mas o anúncio só repercutiu agora em portais de notícias internacionais. No post, Jackie Chan – um dos três homens mais admirados do mundo – disse estar emocionado com a bravura e determinação das pessoas na luta contra o coronavírus.

EM BAIXA

O motorista de aplicativo (pilantra e homofóbico) acusado de assediar uma passageira menor de idade, no Paraná,  tentou se defender nesta terça-feira.  Depois do episódio, o homem, que trabalhava para o aplicativo Uber, foi banido da plataforma. Ao ser entrevistado, disse que a garota estava chamando a atenção e que ela usava um short 'tipo Anitta'. O caso viralizou após a própria adolescente filmar o assédio e divulgar as imagens nas redes sociais. A garota chega a contar que era menor de idade, mas o homem rebate dizendo que "não seria um problema.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.