BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Carol Braz deixa Sejusc e já enfrenta forças em período pré-eleitoral


Nem bem deixou a secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), a defensora pública Caroline Braz (PSC) já começa a "levar pedradas". Uma entidade entrou com representação questionando as ações dela enquanto titula da pasta.

Caroline Braz tem possibilidade concorrer ao pleito 2020 como vice em algumas das chapas para prefeito e é vista com muito potencial para crescer durante a disputa. Mesmo não tendo anunciado qualquer ação neste sentido, em entrevista ao Blog do Mário Adolfo, em fevereiro deste ano, ela disse que "não foge a qualquer desafio".

Confira a nota

"Fui surpreendida, hoje, com a notícia de que uma entidade  entrou com uma representação contra ações da Secretaria  de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (SEJUSC), pasta da qual fui titular. Desde o início da pandemia a Sejusc esteve na linha de frente de combate aos impactos sociais. Dessa forma, cumpre esclarecer o seguinte:

1- A Sejusc faz parte do Comitê de combate ao coronavírus - e como tal é obrigada a trabalhar ações que minimizem os  impactos da pandemia;

2- A Lei Eleitoral  permite a distribuição gratuita  de bens, de valores ou benefícios por parte da administração pública “NOS CASOS  DE  CALAMIDADE PÚBLICA , DE ESTADO DE EMERGÊNCIA OU DE PROGRAMA SOCIAIS”- O que está amparado no decreto estadual  n 42.100, de 23 de março de 2020.

Cumpre ainda ressaltar que a secretaria  administrada por mim  de janeiro de 2019 a junho de 2020, também traz em sua configuração a “DEFESA DE DIREITOS HUMAMOS”.

Onde está o crime em trabalhar ações de proteção a grupos vulneráveis? Nada mais foi que uma ação pública necessária e obrigatória. Seria, sim,  crime de omissão se tivesse cruzado os braços e nada feito para me solidarizar com as pessoas e grupos mais vulneráveis.

Tenho consciência da minha responsabilidade e de tudo o que fiz no exercício do cargo que ocupei. E, se necessário fosse, faria tudo de novo. O foco agora, senhores, é  vencer a pandemia e salvar vidas. Quantos aos embates políticos, ainda não é hora. Eles podem esperar"

CAROLINE DA SILVA BRAZ

Entrevista em fevereiro de 2020
Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.