BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Cabo da PM desaparece após ataque de piratas no AM


cabo da Polícia Militar Charles Faria continua desaparecido após um ataque de piratas a uma embarcação em que ele pescava com amigos. A ação criminosa ocorreu na última segunda-feira (1°) em Manacapuru (distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus) e deixou um morto, um baleado e o PM desaparecido.

De acordo com o delegado Rodrigo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, no dia do fato, por volta das 4h30, cinco homens estavam em uma lancha pescando nas proximidades das comunidades Marrecão e Canapuoca, em Manacapuru (distante 68 quilômetros de Manaus), quando foram atacados com disparos de arma de fogo pelo grupo de "piratas".

Os cinco se jogaram no rio, mas somente três conseguiram nadar até a margem. Um dos três ficou baleado e está hospitalizado em Manaus. Na última quarta-feira (3), o corpo de Daniel Bruno Nunes de Souza, de 21 anos, foi encontrado em estado de putrefação no rio da comunidade Bela Vista, em Manacapuru.

Já o cabo da Polícia Militar Charles Faria permanece desaparecido, mas há a suspeita que o corpo dele esteja nas proximidades de uma comunidade rural do município de Careiro da Várzea (distante 25 quilômetros em linha reta de Manaus). Ribeirinhos encontraram um corpo, deixaram amarrado com uma corda  e acionaram a equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM). No entanto, conforme a assessoria de imprensa do órgão, no momento em que os bombeiros militares chegaram ao local, apenas a corda foi encontrada. Mergulhadores realizaram buscas por, pelo menos, três horas e não conseguiram localizá-lo.

"Recebemos uma foto do cadáver e pela foto é meu irmão. Ele está desaparecido desde segunda-feira (1°). Ele e os amigos sofreram o ataque dos piratas. O Charles está desaparecido. Meu pai, a esposa, quatro filhos dele estão chorando desesperados. Só queremos o corpo do meu irmão. Possivelmente, o banzeiro dos barcos arrastou o corpo que deve ter descido na correnteza. Já realizamos buscas também pelas proximidades do local do ataque e não encontramos. Pedimos apoio para que as buscas sejam reforçadas", declarou o irmão do PM, Diorge Farias.

A investigação do caso está sendo conduzida pela DIP de Manacapuru e, até o momento, ninguém foi preso. "Já temos um suspeito e estamos providenciando a representação das medidas cautelares cabíveis. Vamos realizar as diligências para localizar esse homem já identificado, como a lancha utilizada na ação. Por enquanto, apenas a morte de Daniel está confirmada", explicou.

As buscas pelo corpo do Policial Militar devem ser retomadas na manhã de sábado (5), por mergulhadores do CBM-AM.

Fonte: Portal Em Tempo

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.