Calendário

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

‘Bolsonaro terá chance de conhecer importância da Zona Franca’, diz Wilson Lima

O governador Wilson Lima disse nesta terça-feira, 17/07, que a visita do presidente Jair Bolsonaro, prevista para 25 de julho, será importante para o Amazonas e uma grande oportunidade de mostrar o papel da Zona Franca de Manaus (ZFM) na economia brasileira e no desenvolvimento do país.

“A visita é importante para que o presidente possa ouvir o setor produtivo, para que ouça o empresário, a sociedade civil organizada, ouça o governo e entenda a importância da Zona Franca de Manaus”, disse Wilson Lima ao citar que não tem dúvidas de que Bolsonaro continuará dando a atenção que o Amazonas merece.

O presidente Jair Bolsonaro vai participar da primeira reunião deste ano do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS). Além dele, também são esperados outros ministros como o da Infraestrutura, da Educação, de Minas e Energia, do Meio Ambiente, com quais o governador Wilson Lima já esteve reunido. Todos esses ministérios compõem o CAS, conforme o Decreto nº 9.912, de 10 de julho de 2019.

Além deles, também devem participar o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, do Banco da Amazônia e governadores que já trabalham uma agenda integrada com o governador Wilson Lima para o desenvolvimento da Amazônia, como Acre, Rondônia, Roraima e Amapá.

Zona Franca de Manaus

Para o governador Wilson Lima, qualquer medida, ainda que apenas ventilada, precisa ser massivamente discutida para evitar danos e prejuízos ao país. O Governo do Amazonas já vem trabalhando em defesa da Zona Franca de Manaus e de suas excepcionalidades.

Uma das frentes desse trabalho é desenvolvida pelo Comitê de Assuntos Tributários Estratégicos que está construindo um texto para ser incorporado a PEC 45/2019e que atenda os interesses da ZFM, resguardando o direito das empresas instaladas na região assim como da população.

Deixe uma resposta