BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Bolsonaro é recebido com aglomeração em São Gabriel da Cachoeira


A chegada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, causou aglomeração. Centenas de pessoas, muitas sem usar máscaras, recepcionaram o presidente que mais uma vez descumpriu as recomendações de proteção contra a Covid-19.

No município, Bolsonaro e comitiva inauguraram a já inaugurada ponte de madeira Rodrigo Cibele, localizada na BR 307, no quilômetro 91 do município. Essa é a vigésima segunda visita oficial do presidente pelo Brasil, neste ano,  demonstrando um claro movimento de pré-campanha para 2022.

Em tom de campanha, Bolsonaro disparou sobre corrupção em outros governos. “Acredito no país, acredito que podemos sim fazer a diferença, porque já estamos fazendo. A previsão esse ano é crescermos mais 4%, ninguém podia esperar isso aí. um governo que tem dois anos e quatro meses sem nenhuma comprovação ou boato de corrupção, isso não é virtude é obrigação, mas para quem se recorda de há poucos anos não era isso que acontecia no Brasil”.

Inauguração

A Ponte Rodrigo Cibele foi construída pelo exército sobre o igarapé Ya-Mirim, a 2 km do Morro de Seis Lagos, o maior depósito mundial de nióbio, com estimados 2,9 bilhões de toneladas.

A ponte de madeira tem 18 metros de comprimento e 6 metros de largura e está localizada em uma estrada de terra parcialmente transitável e pouco utilizada. A obra já havia sido inaugurada em março, em uma cerimônia que contou com a presença de cinco generais, entre os quais o comandante militar da Amazônia, Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira.

Cumprindo uma série de solenidades oficiais pelo Brasil, agora, Bolsonaro realiza um ato alusivo à inauguração da obra. No dia 23 de abril ele esteve em Manaus na inauguração do Centro de Convenções Vasco Vasques.

Indígenas

Durante a passagem do presidente ao município do Amazonas com a maior quantidade de indígenas do país, está prevista visita a comunidade yanomami Maturacá. A terra indígena dos yanomamis é uma das que mais sofre com mineração ilegal.

Fonte: Toda Hora

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.