BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Bolsonaro deve visitar Manaus em abril


Está pré-agendado para o dia 9 de abril a visita ao Polo Industrial de Manaus (PIM) do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. A confirmação foi feita pelo superintendente da Autarquia, Alfredo Menezes, em entrevista coletiva à imprensa local, realizada nesta sexta-feira (08), no auditório da SUFRAMA. Na programação também está prevista visita nas linhas de produção das fábricas Samsung e Moto Honda.

Conforme o superintendente, a vinda do chefe de Estado ao PIM foi acertada na última quarta-feira (06) durante sua viagem à Brasília e o planejamento é que Bolsonaro seja acompanhado pela equipe do Ministério da Economia. “Será uma visita do tipo bate-volta. Ele deverá chegar às 9h e retornar às 16h. Nossa sugestão é que terá uma entrevista coletiva do presidente e equipe ministerial e, depois, ele conhecerá o processo produtivo da Samsung e da Honda. São empresas altamente geradoras de empregos e com elevado nível tecnológico envolvido na produção”, salientou.

Alfredo Menezes explicou que a ideia inicial era que o presidente participasse da 287ª Reunião Ordinária Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS), mas a nova composição do Conselho ainda está sendo definida pelo Ministério da Economia. “Para agilizar a presença do presidente em Manaus, entendemos que era melhor desvincular da realização do CAS, pois processo de nomeação dos novos conselheiros ainda está em evolução no ministério”, disse.

O superintendente destacou, ainda, que na viagem à capital federal, também ficou firmada a visita ao PIM do secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), Carlos Alexandre da Costa, secretaria a qual a Autarquia está vinculada. O objetivo será anúncio de aperfeiçoamentos na metodologia de aprovação dos Processos Produtivos Básicos (PPBs). “Carlos Costa virá entre 30 e 45 dias para cá, para anunciar melhorias no PPB. Com as alterações, o processo será menos burocrático e a média de tempo que hoje é de nove meses deverá cair para 45 ou 60 dias, dependendo do produto. Será um avanço, pois a legislação determina que a definição ocorra em até 120 dias”, explicitou.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.